domingo, 21 de fevereiro de 2016

TA NA HORA DE VOLTAR, E AGORA?


Uma das perguntas que mais recebo por e-mail ou inbox é como fazer a carta pedindo a readmissão. Muitas pessoas não sabem o que escrever - sim, e isso não é pecado, afinal, se o processo é burocrático dá-se a impressão que a carta também deva ser - ou como funciona todo o procedimento. 

Então vamos lá... 

Quando devo mandar a carta?

Não existe um período específico. Alguns irmãos estabelecem o período de 1 ano erroneamente por causa de uma orientação no livro dos anciãos, que recomenda que uma vez por ano os anciãos devem examinar a lista de desassociados e dissociados da congregação e devem visitá-los para saber se desejam retornar e receber ajuda para isso.   Assim, muitos anciãos achavam que esse deveria ser o período mínimo da disciplina. Entretanto cartas e estudos semanais de A Sentinela tem mostrado que esse pensamento está errado e muitas desassociações ocorreram com até 07 meses de desassociação. Mas são casos raros. Com menos de 6 meses nem sonhe. Um período regular que eu sugiro a encaminhar sua primeira carta é que seja a partir de 9 meses desassociado.

 O tempo de retorno vai levar em consideração 4 fatores, não necessariamente na mesma ordem, a saber:

1. Motivo da desassociação
2. Repercussão na congregação e/ou na comunidade.
3. Assistência regular às reuniões
4. Genuíno arrependimento.


Motivo

Alguns irmãos costumam dizer que não existem pecados grandes e pecados pequenos, que todos são pecados diante de Deus, numa interpretação errada das palavras de Jesus em Lucas 16:1, mas estão errados. Nos dias de Israel, Jeová estabeleceu cerca de 600 leis que incluíam punições em vários níveis para os diversos pecados cometidos. 

É obvio que uma pessoa que foi desassociado, seja por fornicação, roubo, homicídio ou idolatria, só pra citar alguns, terão tratamentos diferentes para seus casos. 


Repercussão 

O desassociado era bastante conhecido na comunidade ou tinha privilégios na congregação? Foi cometido por um ancião, servo ministerial ou pioneira regular ou especial, o qual se deu mais responsabilidades e serviam como representantes da congregação? (Luc. 12:47, 48)

Seu erro repercutiu negativamente vituperando o nome de Jeová perante a vizinhança, comunidade ou cidade? Se sim, ela terá um peso bastante significativo no momento da readmissão, para não se dá a entender que a Organização de Jeová acobertou ou banalizou o erro. 


Assistência regular


A assistência regular é item obrigatório. Não dá pra ir na reunião um mês achando que vai voltar em seguida, não adianta ir um dias sim, e dois não. Não dá pra ficar visitando congregações nesse período. Se tiver aula ou trabalho durante a semana, comunique ao corpo de anciãos. Se for viajar, comunique também. Se você não for regular às reuniões dificilmente será recomendado a voltar.


Arrependimento

E finalmente o ponto principal, o genuíno arrependimento. O livro dos anciãos orienta:

O genuíno arrependimento e o desvio do proceder errado - não a atitude de outros ou simplesmente o tempo decorrido - são os principais fatores determinantes ao decidir quando a pessoa pode ser readmitida. (1 Cor. 5:1, 11-13; 2 Cor. 2:6, 7) 

E o arrependimento está muito além de chorar diante dos anciãos. Ela envolve mudar o procedimento errado,  seu comportamento circunstancial e a forma de pensar. 

Por exemplo, um homem que foi desassociado por fornicação estará demonstrando arrependimento se sempre for visto cercado de mulheres, e pior, se estiver namorando com uma não cristã? Uma pessoa que foi desassociada por bebedeira ou conduta desenfreada estará demonstrando arrependimento se sempre é vista em festanças ou bebendo em barzinhos com amigos do mundo? Seu modo de vida vai determinar se você está realmente arrependida ou quer apenas voltar para poder se relacionar com os amigos e parentes que deixou pra trás. 

Uma amiga me perguntou se ela poderia fazer uma tatuagem? Poder pode, você pode tudo. Mas pergunte-se, o que uma tatuagem poderia fazer para você quando voltar e tiver que ir num passeio seja na praia, no clube ou num rio? Será que te deixará constrangida perante os irmãos? Poderia fazer com que as pessoas tivessem um conceito/atitude errada sobre você? São questões que devem ser analisadas. 



Pronto, hora de mandar a carta!


Se analisou todas as circunstancias e acha que é hora de voltar, escreva sua carta e entregue aos anciãos. O livro dos anciãos é claro quando orienta: 

"Ao passo que não se deve precipitar em readmitir pessoas desassociadas, deve-se dar atenção a um pedido de readimissão."  

Dessa forma, sua carta será lida e considerada pelo corpo de anciãos de qualquer forma. Gosto de usar uma frase muito comum: o NÃO você já tem, ore a Jeová para conseguir o SIM.

A orientação segue:

Os anciãos devem ter certeza de que passou tempo suficiente para que a pessoa desassociada prove que sua afirmação de arrependimento é genuína. (it-1 p. 210) Leve em conta o quadro geral de sua vida. Evidencia este agora que ela está arrependida? (w77 1/9 p. 536) 

Isso não significa que os anciãos vão investigar sua vida minuciosamente. A recomendação é bem clara quando diz que eles devem levar em consideração o "quadro geral" de vida. Nos casos onde não haja evidências aparentes de que o desassociado continua no erro, não é dever do ancião servir como policial investigativo e fazer uma devassa minuciosa na vida da pessoa. Se aparentemente não há nada que desabone a conduta, este deve ser readimitido.


O que escrever na carta?


É uma carta simples, pode ser escrita à mão ou impressa, onde você expõe em poucas palavras o seu arrependimento e o desejo de voltar a ser Testemunha de Jeová. Em alguns casos, pode até descrever as mudanças ou ações que fez para mostrar que realmente deseja isso. 

Não use formalidades e nem um linguajar culto demais. Pode soar falso. 

Não é necessário descrever minuciosamente as coisas de errado que fez enquanto estava desassociado. Isso é irrelevante e desnecessário pelo motivo óbvio: Se fez/faz algo de errado, porque está tentando voltar a ser Testemunha de Jeová?  

Algumas pessoas quando são desassociadas tem a falsa impressão de liberdade ou então entram num processo de revolta, se deixando cair no mundo e fazer todo tipo de coisa errada. O que fazemos aqui fora é obra do deus ao qual nós escolhemos ser entregues. (João 14:30)

Somente depois, quando caímos em si e vemos que nossa vida tá uma merda é que começamos a fazer as mudanças necessárias para voltar. Então esse período negro não é necessário mencionar e nem os anciãos estão interessados, pois no momento em que fomos desassociados, deixamos de ser Testemunhas de Jeová.  

A nossa carta deve conter apenas os nossos sentimentos e as ações que demonstram o nosso desejo de voltar a adorar a Jeová junto à sua congregação.

A carta deve ser entregue a qualquer um dos anciãos de sua congregação, mesmo que esteja numa congregação nova. 


Entreguei minha carta, e agora?

Agora é só esperar. A carta é analisada pelo mesmo corpo de anciãos que participou de sua comissão judicativa. Não é simples pois eles precisam se reunir especificamente para este fim, e às vezes a atividade secular ou outras necessidades da congregação, acabam atrapalhando. (Sim, existe uma congregação para se cuidar e o mundo não gira ao seu redor). 

A resposta pode demorar, mas se passar duas semanas procure o ancião a quem você entregou sua carta e pergunte. Eles são obrigados a dar uma resposta, seja ela positiva ou negativa. 

Se você mudou de congregação, dê mais tempo a eles, porque neste caso a carta é encaminhada ao corpo de anciãos de sua antiga congregação. Às vezes, em caso de ter mudado de cidade,  a carta é enviada pelo Correio e já sabemos como funciona nossa querida instituição, não é?


Puxa, a resposta foi não. 


Não se desanime. Recebemos muitos "não" na vida e nem por isso desistimos. Primeiro procure fazer uma auto avaliação sincera. Será que mudei mesmo? Será que meus amigos de trabalho, da escola, da vizinhança me vêem como uma pessoa cristã mesmo não sendo mais Testemunha de Jeová?

Se a sua resposta for sim, aguarde uns dois meses e mande outra carta novamente. 

Se ainda assim for negativa, neste caso, você pode procurar ou escrever, ao Superintendente de Circuito de sua região, explicando os fatos e o desejo de retornar à Organização, ou em último caso, escrever diretamente à Betel. Os irmãos irão procurar os anciãos da sua comissão judicativa para entender quais os motivos eles não aceitam seu retorno, e se acharem que está havendo um julgamento parcial, irão entregar seu caso para ser analisado por uma nova comissão judicativa indicada pelo Superintendente de Circuito.




137 comentários:

  1. Você já mandou a sua André? Se sim, quantas vezes? Se não, até quando vai adiar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já faz 2 anos desde 2014 que estou tentando ser readmitido, porém, o corpo de anciãos foi mudado ou trocado por outros anciãos, e os novos membros na segunda comissão pediram para min esperar, mas estou esperando desde de setembro de 2015 e no começo deste mês de abril de 2016 mandei outra carta e até agora não recebi respostas dos mesmos! o que faço? alguém pode me ajudar??

      Excluir
    2. Seja humilde assuma que errou i que tem se esforçado pra pecar.
      Foi oq fiz e proxi.a quarta 14/06/2017 vai ter meu anuncio de readmissao

      Excluir
    3. Parabéns Rodrigo,este é meu sonho,que ainda é um sonho,faz muito tempo que estou longe da organização do Verdadeiro Deus,parabéns.

      Excluir
  2. E voce Pascoal Naib? Quando vai se arrepender de seus erros como apostata e voltar para Jeová?

    ResponderExcluir
  3. Andre vendo as portagens o do seu blog cheguei a conclusão que faz uns 5 anos que está nessa situação. Ou estou enganado. Já passei por isso há 15 anos e demorou meses para voltar. Porque não voltou ainda? Já que estamos raspando o Armagedom?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLA, Sabe tenho algumas dúvidas sobre se estamos assim tão próximos ao Armagedom. Não, pelo menos, do nosso ponto de vista. Analisando bem, ainda faltam alguns acontecimentos relevantes ocorrerem, como por exemplo: A GRANDE TRIBULAÇÃO, que provavelmente será um período considerável, o rei do norte entre outros. Eu acredito que não irei alcançar tudo isto, devido a minha idade. Pode ser que alguma coisa, mas não tudo.

      Excluir
    2. Neuzamaria bom dia,
      essa sensaçao de que esta demorando muito , nos nao podemos estar anciosos com isso , e sim estar caminhando junto com a organizaçao , a cena do mundo esta mudando rapidamente ,

      Excluir
    3. Olha neozamania sua avaliação a meu ver esta equivocada ,analise só a crise entre EUA e Coreia do norte, alinhado aos EUA esta o bloco capitalista democratico e aliado a coreia temos RUssia , China, Irã, Siria, e também temos todo estes fundamentalismos e guerras por motivos religiosos e a russia declarando claramente sua oposição ao povo de Jeová e se observar os comentarios em redes sociais , já existem um ódio muito exposto com as posições do povo de jeová... atrelando a isto hoje se consegue fazer um registro em videos e fotos de todas as atrocidades que estão ocorrendo nestes paises ou em todos os paises, podendo a´te mesmo servir de registros históricos para as proximas gerações , veja por exemplo no mundo corporatio falasse em geração x, y e agora a ultima a geração Z.... as escasses dos alimentos da agua e muitas doenças...voçe não consegue notar como estas pessoas deste tempo são agressivas , violentas e imorais? e como elas estão sendo preparadas para uma possível guerra contra forças obscuras e se preparando pra algo grandioso ....são de fato expressões inspiradas por demonios e realmente as nações estão se ajuntando pra algo grande... eu tambem estou desassociado mais quero e desejo urgentemente voltar ...

      Excluir
  4. eu já tenho quase 3 anos tentando voltar ,nesse congregação novo eu tenho 7 meses,ja escrevi a carta e e os ancião da minha congegação nova disse que ia se reunir com os outros anciãos que me desassociaram e isso já vai fazer 2 meses,perguntei ao coordenador da congregação que estou assistindo e ele disse que eles não tem prazo para responder,o que eu faço agora?alguém poderia me informar se eu posso fazer alguma coisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se ainda assim for negativa, neste caso, você pode procurar ou escrever, ao Superintendente de Circuito de sua região, explicando os fatos e o desejo de retornar à Organização, ou em último caso, escrever diretamente à Betel. Os irmãos irão procurar os anciãos da sua comissão judicativa para entender quais os motivos eles não aceitam seu retorno, e se acharem que está havendo um julgamento parcial, irão entregar seu caso para ser analisado por uma nova comissão judicativa indicada pelo Superintendente de Circuito."

      ;)

      Excluir
    2. nessa nova congregação os anciãos daqui já informaram os anciãos da minha congregação original o meu desejo de voltar ,os anciãos que me desassociaram não deram retorno ainda(isso já tem mais de um mês)e se eles decidirem não me readmitir e os anciãos de onde estou assistindo tambem não quizerem me readmitir eu posso fazer isso que vc falou?

      Excluir
  5. A comissão que decide pela readmissão ou não da pessoa é a que cuidou do caso originalmente. O papel da comissão local é puramente avaliar a situação atual da pessoa e fornecer informações à comissão original.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por favor voce pode me informar quanto tempo pode levar para as duas congregações considerarem a recomendação para readmissão? como é isso e como funciona isso? por favor me ajude e me oriente sobre essa parte por favor.

      grato!!!

      Excluir
    2. no final de tudo como é a reunião com a comissão original depois que a congregação faz a recomendação da readmissão para os mesmos?

      Excluir
  6. Olá André, faz 9 anos que estou desassociado... frequentei as reuniões ininterruptamente por mais de 1 ano, me esforçei (não foi fácil nem logrei 100% de êxito) em várias áreas. Até pensei por um momento que dessa vez voltaria, mas não foi.
    Durante esse tempo me associei com outros desassociados, inclusive fizemos arranjos para ir juntos para assembleias e congressos. Em determinada ocasião a gente era um grupo de 12 desassociados que motivava uns aos outros.
    Daquele grupo 8 ou 9 já foram readimitidos.
    Mudei de cidade e perdi contato com eles.
    Fui morar em SP com minha tia, comecei a falar de Jeová para ela e o marido... alguns vizinhos se envolveram na conversa que varava a madrugada.
    Hoje minha tia e o marido estão se preparando para o batismo no próximo Congresso Regional. Uma das vizinhas já estuda a Bíblia tem 1 ano e meio!
    Outro dia estava no ônibus quando vi um rapaz preparando seu estudo da Bíblia. Ele me disse que já era publicador não-batizado por 1 ano, mas tinha medo de ser batizado, pois poderia se desviar e decepcionar Jeová.
    Expliquei que ele já sabia o que é certo, e até já falava de Jeová para as pessoas, e por isso não devia se esquivar do batismo por medo do procedimento da desassociação. Se um dia viesse a falhar, podia contar com Jeová para se levantar.
    O rapaz se emocionou e falou que iria considerar o assunto em oração.
    Tenho prazer em falar de Jeová, e não perco ocasiões importantes como: Celebração, Congresso e Reunião Especial.
    Defendo o Povo de Jeová em qualquer situação...
    Mas confesso que eu mesmo não consigo voltar para meu Deus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor "Sempre Ligado"...rsrsrs...Gostei do Nick...

      Então, eu me identifiquei MUITO com seu comentário. Estou desassociado há 15 anos, mais ou menos.

      Nesse tempo já consegui "batizar" uns 3... E meu irmão é o último que coloquei na Organização de Jeová, estando eu desassociado.

      Meu irmão tornou-se publicador na ultima semana... Ou seja, eu SEI que essa é a religião verdadeira, eu também a defendo mas tenho meus "espinhos" na carne e tals que me impedem ou me desmotivam de prosseguir...

      Nesses 15 anos fora eu li material dos aBÓSTAtas; li sobre Beth Sarim...Sobre TJ e Maçonaria...Etc etc etc.. Conheço TODOS os argumentos aBÓSTAtas e conheço TAMBÉM o outro lado da história, conheço a VERDADE sobre a organização de Jeová... Sei que os aBÓSTAtas MENTEM ou, no máximo, contam MEIAS VERDADES... Ou manipulam informações deixando-as com aparência de REAIS... Digo isso com PROPRIEDADE!!! São QUINZE ANOS fora da Organização e pesquisando TUDO!!! hahaha...

      Há alguns meses resolvi voltar; dessa vez COM TUDO!!! Ainda mais agora que meu irmão tornou-se publicador (o primeiro da família depois de mim) e "resolver as questões" entre mim e Jeová...

      Sabe o que me ajudou e tem ajudado muito, amigo?

      1- Ler a bíblia todo dia (mesmo que seja passagens isoladas, não corridas).
      2 - Esporadicamente falar de jeová para outras pessoas (na oportunidade, apesar de sempre ter feito isso)
      3 - Ir às reuniões (TODAS) e, o mais importante;
      4 - O-RA-ÇÃO!!!!

      Sim, ORE!! Cara, converse com Jeová e não tenha vergonha não. Diga a real pra Ele.. Diga TUDO que se passa... Seja respeitoso, claro, porém FALE TUDO, apesar de Ele já saber... A oração tem sido fonte de grande ajuda para mim...

      O resultado??? Até maio deste ano espero (e creio que estarei, pois falei com um ancião no último sábado), estarei de volta!!!

      Não desiste, amigo!! NÃO HÁ VIDA LONGE DE JEOVÁ!! A FELICIDADE É RELATIVA E PASSAGEIRA.. ACREDITE!!

      Prov 17:17; 18:24

      :)

      Excluir
    2. Parabéns Rafael! Jeová é misericordioso ele vai te ajudar a se levantar, foque em Jeová, independente das circunstâncias e pessoas, mesmo dentro da organização, perceba a mão dele te levantando, Jeová quer você de volta e realmente eu falo por experiência própria, já fui do mundo, é felicidade passageira e relativa, acrescento ainda, ilusória.Abraço

      Excluir
  7. Jeová é a única fonte de vida e felicidade. Muito bom meus amigos! Pela teocracia viveremos e ela sempre defenderemos! Não desistam e não desanimem a maior virtude da organização é manter as portas abertas. Teremos o grande privilégio de assistir o fim da religião e o mundo terá que reconhecer o escravo de Deus! Um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, querido André
    estou acompanhando os últimos acontecimentos em nosso país e a conclusão a que eu estou chegando, é que por aqui está para começar a nossa grande tribulação. Prepare-se amigo, porque o negócio vai ser feio. abraço

    ResponderExcluir
  9. Eu posso ser readmitido e continuar sem falar com as Testemunhas de Jeová?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode. Mas vão te perguntar, o por que?

      Excluir
    2. Correndo o risco de ser desassociado novamente, porque irão alegar que você está evitando a irmandade.

      Excluir
  10. Oi amado
    não escreveu mais nada? está sem inspiração? volta e meia dou uma passadinha por aqui. Estou sentindo falta de teus artigos. Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, sei lá... quem sabe escrevo sobre algo.. rsrsrs

      Excluir
  11. Creio que o incentivo que o André faz no seu blog tem por objetivo acalmar sua consciência, de estar fazendo "alguma coisa" em prol da verdade, pois infelizmente ele não tem o desejo de retornar a organização. TALVEZ tenha se acostumado ao usufruto do pecado, mas seja como for não tem real desejo de voltar a ser uma Testemunha de Jeová. Mas obviamente que a consciência que é treinada pela bíblia o acusa e de algumas formas ele tenta acalmar... Seja por criar caso com os procedimentos da organização, seja pelo incentivo a outros para que se empenhe em voltar a verdade. Queira Jeová nosso amoroso Deus que de tempo dele cair em si e voltar em quanto é tempo favorável para isso.

    Lucindo Neto

    ResponderExcluir
  12. Entreguei minha carta e vou ter uma comissão de readmissão amanha com os anciãos e estou nervoso, pois morro de medo se eles me perguntarem coisas do passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles irão lhe perguntar sim. Os anciãos são curiosos e querem saber de todos os detalhes que lhe levou a ser desassociado. Vá por mim. Já fui ancião e sei bem disso.

      Excluir
    2. É, porque existem mais de 47 mil anciãos no mundo e todos são incheridos e gosta de se meter na vida dos outros, como você... [Ironic Mode Off]

      Voltando à Sala de Justiça: É possivel que os anciãos perguntem algo para verificar se você fez mudanças necessárias na sua vida, mas nada que seja constrangedor. Se por acaso, pela imperfeição de alguns, como o do comentarista acima, você pode dizer respeitosamente que não se sente à vontade de responder sobre coisas do passado pois entende que se trata de um erro que deve ser esquecido, e que o você deseja neste momento é voltar a servir a Jeová. Jah bless you.

      Excluir
  13. Eu posso mentir na minha comissão de readmissão. Não quero falar sobre os motivos que fui desassociados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há necessidade. Eles não estão preocupados com os motivos de sua desassociação; mas os motivos de sua vontade de retornar à Organização de Jeová.

      Excluir
    2. a congregação local vão recomendar minha readmissão para a congregação que me desassociou...quero saber quanto tempo poderá levar isso? e o que falta mais para isso acontecer?...obs...já se passaram 1 semana e as duas congregações são da mesma cidade.

      Excluir
    3. Se for pra começar mentindo, já começa mal, então é melhor voce aguardar mais um pouco. Voce tem que temer a Deus e não a homens e Deus odeia a mentira. Lembra o que fala os textos de Lucas 16:10 e João 8:44?

      Excluir
    4. "A resposta pode demorar, mas se passar duas semanas procure o ancião a quem você entregou sua carta e pergunte. Eles são obrigados a dar uma resposta, seja ela positiva ou negativa." ;)

      Excluir
    5. recebi a resposta esta quarta feira que passou, a congregação que me desassociou entrou em contato comigo na congregação atual e marcou para eu reunir com eles na semana que vêm quinta feira...estou tão ansioso, como será essa reunião?

      Excluir
    6. eles me deram uma posição após fazerem a recomendação de readmissão para a congregação que me desassociou, a congregação que me desassociou vão reunir comigo esses dias, a resposta é positiva ou negativa?

      Excluir
    7. Voce tem 99% de chance de ser readimitido

      Excluir
    8. nossa!!! mesmo? estou tão ansioso... obrigado pela ajuda!!!!!

      Excluir
    9. caramba mano tto na mesma situação os anciãos da minha comissão se reuniram comigo e me disseram que deliberaram a resposta mas que não podia me dar resposta naquele momento mas so com a comissão da CG que estou frequentando

      Excluir
    10. mentir não é próprio de uma testemunha.

      Excluir
  14. olá querido André
    sabe que eu imaginava que voce iria escrever algo, após o falecimento do artista , que dizem que era TJ. Eu na verdade não o conhecia muito, alem de uma única musica dele "PURPLE RAIN"
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prince foi muito, mas muito mesmo, discreto como Testemunha de Jeová. Não há muito o que falar disso. Por isso não falei. Rsrsrs

      Excluir
    2. E será que este Artista era mesmo TJ?

      Excluir
    3. Tudo indica que sim, há inclusive um vídeo publicado pelos anciãos da congregação dele mencionando algo. Mas como disse lá em cima, Prince sempre buscou a discrição. Pontos pra ele.

      Excluir
  15. Bom Dia! Alguém sabe informar o número de congregações APENAS NA CIDADE DE SÃO PAULO?
    Arrisco em dizer que tem entre 1.300 e 1.500 congregações.
    Em Fortaleza, por exemplo, a obra tem uns 50 anos e já conta com 110 congregações.
    Na capital Paulista a primeira reunião pública do Povo de Deus foi em junho de 1923, quando a cidade tinha uns 600 mil moradores, hoje tem 12 MILHÕES!

    ResponderExcluir
  16. André, o que muda na vida das mulheres que são mães ou futuras mamães, ter uma data própria pra homenageá-las? Eu sou mãe e avó. Nunca tive que esperar um dia especial para ser lembrada ou mesmo ganhar carinho e amor e até presentes dos meus filhos por ser tal pois isto tenho praticamente em todos os dias, e isto é que vale. E sabe, acho ridiculo isso de datas de dia das mães, dos pais e outras

    ResponderExcluir
  17. André, eu darei o meu toba se vc não for um apóstata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quero um conselho .
      volte e demostre que vc quer voltar de coroação pra deus.
      deixem que eles ti vejam vc la dentro da congregação .
      quanto mais vc se afasta e pior pra vc.
      melhor coisa estar com os irmaõs .
      começa ir nas reuniões .
      porque so assim vc poderá ser irmaõ novamente.
      faça isso e vc estará ajudando a vc mesmo força .

      Excluir
  18. Boa noite André hoje entreguei minha primeira carta, acabei de chegar da reunião essa postagem me ajudou a me qualificar de volta como uma serva de Jeová, e a esperar pra mandar a carta quando eu realmente estivesse preparada. Quando eu tiver a reposta volto aqui. Muito obrigada. Thaís Matos - Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  19. Ola André dia 21 fará 3 meses que estou desassociada. Ja mandei minha primeira carta e sábado os anciãos vieram falar comigo que estou de parabéns nao perco as reuniões entro na hora do cântico e saio depois da oração final. Que eles estão me observando e estão gostando do resultado, q é estou dando a meia volta. Gostaram da carta que escrevi e eles sabem que estou realmente arrependida pq foi eu que me entreguei. Pq ninguém sabia oq eu fiz de errado. E me disseram que era pra mim esperar mais um pouco q e cedo para eu retornar mas quando foi decidido que seria desassociada eles me disseram que dependeria de mim para voltar que poderia ser em 4 meses 6 meses ate 8 meses que ia depender de mim mostrar que realmente estou arrependida. E orar muito pra Jeová me perdoar. E é o q mais faço. Eu não sabia oq escrever pedi ajuda a um amigo e ele nao me ajudou pq ele tmbm nao sabia.entao orei a Jeová que me ajudasse a escrever a carta e depois disse escrevi a carta e esperei dar 2 meses para entregar.ontem eu estava triste e com a consciência pesada msm ter me entregado mas pq trai Jeová entao orei a Jeová que ele me perdoa-se e que me ajudasse a voltar logo pra organização pq la é o meu lugar. Nao no mundo. E depoid disse eu comecei a escrever a 2 carta.se você ler vc chorar pq nao fui eu q escrevi foi Jeová. E sei que Jeová terá compaixão comigo e me ajudará a voltar logo. Porque Jeová ja me perdôo. Então acredito que temos chances de voltar antes dos 7 meses.

    ResponderExcluir
  20. Oi boa noite....cometo pecado já alguns anos.continuo indo a reunião, só deixei de pregar estou inativo a mais de um ano....sei que irei ser desassociado....os anciãos sempre me procura pós reunião pra conversar mais ainda não tive coragem pra me confessar.afinal de contas tenho atração por homens e é muito difícil conseguir controlar tão desejo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você se confessar vai ser desassociado e pior ainda, você ficará tachado como homossexual por eles mesmo que você volte um dia. Então é melhor você evitar este constrangimento e se dissociar, assim ninguém precisa saber de sua condição sexual. Ou se você ainda quiser manter a amizade com pessoas de lá continue assim, inativo. Ninguém precisa saber o que você faz em sua vida pessoal.

      Excluir
    2. Cara, não escute o conselho do amigo aqui em cima. Se dissociar é algo bem pior que a desassociação. Quando vc é desassociado, Jeová está te disciplinando. É um ato de amor por parte dele. Ele quer que você limpe sua vida para ter os benefícios de ser um cristão fiel. Mas quando você se dissocia, é como se vc estivesse falando pra Jeová que não quer mais ser um servo dele. Aí estará dando as costas pra ele. Isso é grave.
      E vc continuar inativo não vai melhorar a situação. vc vai continuar pecando, tendo uma conciencia pesada e se a Grande Tribulação chegar, você estará perdido. Então, melhor a fazer é confessar seu erro primeiramente a Jeová e depois aos anciãos. Você vai ser desassociado sim, mas depois de um tempo poderá sentir a alegria de ser readmitido e ter uma consciência limpa perante Jeová!

      Excluir
    3. O dissociado também pode ser readmitido da mesma forma do desassociado amigo. ele não precisa se expor pra ninguém. O próprio Jeová sabe do coração dele. Não tem necessidade de contar pra ninguém, o único que precisa saber de nossa vida é Jeová.
      Grande Abraço

      Excluir
  21. Olá André! Boa tarde! Entreguei minha carta aquase um mes atrás com 11 meses de desassociada. A resposta foi Não depois de 40 dias de espera (confesso que chorei muito as escondidas... quis ser forte na presença da comissão). Não sei se foi porque me divorciei e tive relativo contato com minha mãe que é Testemunha fe Jeová! Meu ex também era Testemunha de Jeová, mas no casamento agoa como se não fosse (em aguns aspectos). Decidi me separar. 4 meses depois de divorciada eu mandei a carta, será que foi isso? Porque de resto estou nos passos...
    Um abraço e seu blog tem me ajudado muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada situação exige uma análise diferente e infelizmente não estou por dentro dessas análises. O que posso dizer é o seguinte. Se houver possibilidade, procure saber porque os irmãos acharam que você ainda não está pronta pra voltar. Se não responderem, não desanime. Daqui a 30 dias mande outra carta, e se a resposta for não, escreva pra Betel ou procure o superintendente de circuito pedindo auxílio.

      Excluir
    2. Muito obrigada pela atenção André! Mandei minha segunda carta dia 06/09 e ainda estou no aguardo da resposta. Vamos ver se vai. Eu conto aqui cono foi!
      Abraços!

      Excluir
  22. Olá,estou desassociado à 1 ano e meio. Os sentimentos são idênticos aos que quando se perde alguém na morte, primeiro o choque,depois a revolta e depois, se formos humildes,a aceitação. Confesso que na altura da revolta cometi muitos erros. Mas depois caí em mim depois de ver a porcaria que estava e está a minha vida. então estou agora a tentar mudar.irei aguardar mais 7 meses. No entanto tenho uma questão que gostaria que fosse respondida,uma vez que não encontro a resposta e como estou desassociado não posso ter ajuda de ninguém. Se estivermos nos a esforçar em fazer a vontade de Jeová,podemos sobreviver à grande tribulação mesmo desassociados?

    ResponderExcluir
  23. Olá, boa noite! Desculpe, você é um dissociado e dá conselho para alguns volta? Não entendi! Poderia me explicar? Obrigado!

    ResponderExcluir
  24. Sim. Sou inativo há 8 anos, e há 2 anos estou desassociado. Entrementes, continuo adorando a Jeová como único Deus verdadeiro, e tendo a certeza que as Testemunhas de Jeová é o caminho correto. E ajudo a desassociados que querem voltar. Não bugue por causa disso. Que Jeová te abençoe.

    ResponderExcluir
  25. Oi Pessoal tudo bem? Eu me chamo Isaac, e... bem não sou desassociado, ainda estou na organização. Entretanto, tenho um certo vicio q me atormenta a anos, e sinto que logo logo serei expulso. Mas estou com muito medo, não sei o que fazer. Ja entrei em desespero. Voces podem me ajudar?
    BENÇÃOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isaac, depende do seu vício meu brother. Vicios são sempre ruins pra você mesmo, mas às vezes do ponto de vista de Jeová não sejam graves. Ter vicio de assistir séries por exemplo - como eu - talvez não seja recomendado, mas não te qualifica a ser desassociado; mas ter vicio no sexo, pode lhe levar à fornicação, e aí... entendeu? Precisando de ajuda, tamos aí.

      Excluir
  26. Vai fazer um ano no final de Janeiro que fui desassociado e estou crente em mandar a carta, sei oque escrever mais ou menos, mas oq colocar no final da carta é oq me deixa em duvida. Oque devo escrever no final da carta?

    e outra pergunta:

    Eu moro com a minha mãe, eles vão procurar falar com ela perguntando se mudei ou como está meu proceder??

    Obrigado !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreva o que vier do coração. Quanto menos formal for sua carta, melhor. Só uma dica: escreva à mão. Muitos anciãos são idosos, velhos e antigos e não estão acostumados com a modernidade.

      Se sua mãe for cristã, possivelmente; se não for, eles não vão procurar. Mas isso não faz diferença, né? Afinal sua conduta e mudanças pra voltar a servir a Jeová é independente disso. ;)

      Excluir
  27. Olá meu chamo Alessandro Lemos. Fui dissociado no ano de 2000 pelo motivo que eu estava me envolvendo com uma mulher que eraramente testemunha de Jeová. E hoje graças a Jeová eu tenho uma família com essa pessoa ela é nossos filhos estudam a Bíblia é ja estou com aproxinadamente 3 meses participando das reunioes com frequencia. Minhas dúvidas são : POR QUER DURANTE TODO ESSE TEMPO NUNCA TIVE UMA VISITA DOS ANCIOES DE MINHA CIDADE? E QUAIS OS PROCEDIMENTOS QUE DEVO FAZER PARA SER READMITIDO?

    ResponderExcluir
  28. Estou disassociado a 3 anos, nesses 3 anos nao frequentava a reunião. Mais agora em outubro tive coragem pra voltar para casa de Jeová. Estou muito arrependido, sei que nao vou ser readmitido agora mais a minha pergunta e o que estou precisando de ajuda é que eu trabalho a noite um dia SS um dia nn ai eu reveso os dias que eu vou por exemplo quando eu trabalho terça eu vou quarta e quando vou folgar na terça ai eu vou na terça sera q assim eu consigo voltar? Me ajude pf


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os anciãos de sua congregação precisam saber dessa particularidade. Após a reunião, converse com eles.

      Excluir
  29. Olá a todos,fui desassociada por imoralidade, mas confessei meu erro e frequento as reuniões, faz 8 meses que fui desassociada.Queria mandar a carta mas estou com medo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliana, espera mais um pouco. Continue firme. Quando fizerem 12 meses, mande sua primeira carta. Se precisar de ajuda pra redigí-la, me procure.

      Excluir
  30. Boa noite Andre e parabéns pelo seu blog.
    Bem, amanhã quinta feira, será dado o anúncio de minha desassociação. Não questionei ela,pra falar a verdade, me sinto melhor agora, pois, o que adianta estar dentro da congregação, e se sentir mal consigo mesmo, sabendo que
    tudo o vc faz, não é aceitável a Jeová? Infelizmente me envolvi tanto com o mal uso da internet, que infelizmente me viciei na pornografia e na frequencia em salas de bate papo de conotação sexual, de todo tipo.
    Fui amorosamente ajudado pelos anciãos por quase 3 anos. No início, tudo ia bem, mas infelizmente tinha recaídas, até que por fim, acharam necessário me desassociar, mas me incentivaram muito a retornar o quanto antes.
    Amanhã darão o anúncio. Com certeza estarei na reunião, mas não vou ter coragem de ficar até o final, por motivos óbvios.
    Mas, o que mais me apavora, é ter que encarar a congregação depois, já que é do meu mais profundo desejo, não perder nenhuma reunião sequer.
    Pra mim é apavorante saber como os irmãos vão me ver, como vão me encarar. Mas, como não devo nada pra ninguem, exceto pra Jeová, meu desejo sincero é continuar indo às reuniões, encarando esta desagradável situação.
    Espero muito em Jeová ter forças suficientes para não ter recaídas, e sim, fazer todo empenho pra retornar o quanto antes.
    O mesmo desejo a todos aki, nesta mesma situação. Será que no meu caso terei que esperar muito tempo, até anos, pra poder voltar, ou se depender de mim, até o final deste ano, poderei ter esta oportunidade?

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José, quanto aos irmãos te encarar, esqueça, eles não vão te encarar. E sinceramente essa vai ser a parte mais dolorosa, você estará sozinho. Os irmãos fingirão que você não existe, e isso pode fazer surgir em você um sentimento de rejeição. Lute contra isso!

      Não perca reuniões e evite criar intimidade com pessoas do mundo; essas duas coisas são cruciais para para te desanimar.

      Bem, antigamente algumas pessoas conseguiam voltar com até 7 meses, mas uma nova orientação do Escravo orienta os irmãos a estender esse prazo. Uma dica? Quando fizer 9 meses, mande sua primeira carta. Possivelmente será recusada, mas demonstra seu desejo de voltar. Quando fizer exatos 12 meses, mande a segunda. E o que precisar, estamos aqui.

      Excluir
    2. José
      Nem todos os irmãos irão te tratar como uma doença contagiosa, mas se acontecer tente pensar q a consciência dele é muito sensível e q a intenção dele é não desagradar a Jeová, nada pessoal com vc!! Aconteceu comigo de alguns irmãos correr qnd nos encontra na rua kkk
      Mas tbm teve irmãos q ao passar por mim vir nos olhos deles lágrimas contidas!!
      Focar q o Salão, as publicações é a verdade sobre Jeová,vai ajudar. Tbm ajuda pensar q muito irmãos estão ansiosos pra te ter de volta em recreações. É o principal Jeová está esperando você voltar!!
      Qnd vou ao Salão imagino q recebi o convite de Jeová pra está lá!! Ele me espera!! Sou mãe e não deixamos de amar nossos filhos pq ele fez algo de errado, ficamos magoados, mas prontos pra confiar novamente!! E olha q sou IMPERFEITA rsrs

      Excluir
  31. se eu entregar direto na congregação que fui desassociada sera que a resposta e rapida ou demora tbem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Unknown, se você estiver frequentando outra congregação, melhor entregar para os anciãos desta; porque um dos requisitos para retornar é frequentar regularmente, fato que os anciãos antigos não poderão atestar. Além disso, o acompanhamento de uma "segunda opinião" é sempre importante, para o caso de detectar, digamos, um pouco de má vontade dos anciãos de sua antiga congregação.

      Excluir
  32. Não caiam nas Armadilhas do Diabo
    Caros amigos e irmãos sinceros e de coração puro. Por favor, não caiam nas armadilhas de satanás a ponto de serem desassociados. Depois do mal estar feito, o peso de um coração contristado e o preço a pagar pelas consequências pode ser caro demais e as vezes insuportável.
    Batizei-me com TJ em 1998. Na ocasião conhecia uma moça que era pioneira regular e eu, novo na fé, logo decidimos namorar e casar. Com pouco mais de cinco meses de namoro estava casado e acreditando ter acertado no prêmio da mega da virada, pois, tinha encontrado a verdade, conhecido uma jovem linda e fiel e com ela teria uma Família Feliz, que por sinal era o livro que estudamos quando éramos noivos e casados.
    Ora, só que as coisas não aconteceram como eu imaginava que poderia, pois aprendi que o fato da pessoa ser pioneira regular, amar a Jeová e ter várias qualidades, ainda assim era humana e imperfeita. Logo nas primeiras semanas, problemas de personalidade surgiram e se juntaram aos meus e aquilo que aprendemos nas reuniões, de fato, nunca foi aplicado em nosso casamento.
    Com a chegada da internet, sempre que estava brigado com minha esposa, me refugiava vendo pornografia no computador e a cada nova briga, afundávamos mais e mais no orgulho.
    Frequentava as reuniões e me sentia culpado, quando por volta de 2002 relatei aos anciãos o que ocorria e minha terrível luta para vencer minhas fraquezas e ainda lidar com uma esposa extremamente orgulhosa e não disposta a acordos (2Tim 3:3)
    Aconteceu que esfriamos eu e ela e paramos de ir as reuniões em 2003. Continuávamos juntos tendo breves momentos de paz e muitos de desentendimentos, quando em 2005 voltamos a frequentar as reuniões.
    Eu tentava me manter forte, mas sempre que tinha problemas em casa, me refugiava baixando arquivos pornográficos de tudo quanto tipo de porcaria as escondidas.
    Como voltamos, qual não foi minha surpresa nessa ocasião, quando minha querida esposa, teve que confessar aos anciãos e depois a mim que havia se envolvido com outra pessoa no período em que se afastou de Jeová.
    Fiquei arrasado, chorei muito e sem forças. Ela me pediu perdão e naquele momento, entendi que parte da culpa pela queda dela se devia a minha conduta e por não ter cuidado das necessidades espirituais da minha família e sendo assim, me humilhei perante Jeová, assumi essa culpa e decidi perdoar. Eu não poderia julgá-la e condená-la sendo tão pecador quanto.
    Depois disso, nossa vida ficou melhor por um breve período, mas depois, voltou tudo a acontecer, pois eu não mudava e ela apesar de desde então ter pegado firme e não vacilado mais nas reuniões, continuava com arrogância e orgulho acima do normal e nada do que eu fazia era o suficiente pra ela, chegando ao ponto de em 2008 ela durante o discurso publico, dizer que eu não precisava ir mais as reuniões por causa dela. Resultado: me levantei e fui embora na mesma hora e nunca mais fui as reuniões regulares.
    Nesse período, por várias vezes fiquei flertando com o adultério e sabia que era questão de tempo. Ela não se importava mais se eu saia sozinho, o que estava fazendo ou com quem estava e um dia acabei saindo com uma mulher.
    Senti-me muito mal, pois sabia que não era o que eu queria, pois apesar de tudo, amava minha esposa.
    A nossa situação foi piorando cada vez mais, até que no início de 2015, tendo uma filhinha de três anos, decidimos nos separar, fato que ocorreu no mês de junho, faltando um dia pra completar 18 anos de casados.
    Depois de um mês, conversei com ela e disse que voltaria a frequentar as reuniões e que eu estava arrependido e iria servir a Jeová junto com ela e minha filha. Ela aceitou e voltou pra casa.
    Ora, mas eu tinha muitas questões pendentes com Jeová e apesar de ir as reuniões, não me sentia a vontade nem mesmo para orar. Os meus pecados queimavam como brasas sobre minha cabeça.

    ResponderExcluir
  33. ...Nesse período, fiz o possível para reconquistar a confiança e o amor da minha esposa, mas infelizmente, ela continuou distante e desmotivada com o casamento e eu novamente parei de ir as reuniões.
    Quando chegou novembro, uma noite acabei conhecendo uma jovem e decidido a por um ponto final nessa situação, joguei tudo pro alto e me envolvi com ela.
    Logo, confessei pra minha esposa, que eu tinha outra pessoa e que agora iriamos nos separar de vez.
    Fiquei por uns 40 dias me encontrando com essa moça e já fazendo planos de construir outra família com ela sem importar com mais nada. E achava que estava bem, com uma mulher atenciosa, amorosa e alegre, totalmente diferente da minha esposa Cristã.
    Ora, mas quem aprende as verdades bíblicas sobre Jeová, ainda que tropece mil vezes sentirá o peso da consciência atrás de si. Era o que estava acontecendo comigo e logo procurei os anciãos para relatar o fato e dizer que eu queria ser DISSOCIADO, visto que nada mais poderia ser feito pra mudar minha situação.
    Depois de alguns dias, dois anciãos me procuraram e explicaram que eu não deveria ser dissociado, pois envolveria virar as costas para organização e tudo se tornaria mais difícil. Eles perguntaram se eu não queria um prazo para repensar, o que prontamente aceitei.
    Bom, acabei passando pela comissão e fui desassociado em meados de dezembro. Nesta hora, o peso e a dor caíram como uma pedra gigantesca sobre meus ombros, pois todas as pessoas, todas, que tinham amizade comigo se afastaram.
    Senti-me sozinho e abandonado, pois sabia que nem com minha esposa, que agora estava revoltada eu poderia contar.

    Quando fui caindo na real do que estava fazendo, bateu forte a angústia, amargura, vergonha e depressão.
    Senti-me totalmente sem forças e chorei muito. Nos dias que se seguiram, não consegui fazer nada a não ser ficar em casa amuado, tristonho e chorando arrependido.
    Mas de toda experiência ruim, os sinceros de coração podem tirar forças para seguir adiante e entender que depois de uma forte tempestade, haverá de vir um dia de sol, num momento de breve lucidez, vi que precisava fazer algo pra mudar isso.
    Eu não poderia abandonar a única tabua de salvação que me restava: o pouco do amor que restara a Jeová nosso Deus. Não poderia prosseguir no erro.
    Nessa hora, imediatamente, comecei a tomar medidas para restabelecer minha fé e se possível salvar minha alma.
    Naquela semana, me arrumei e fui pra reunião e outra congregação . Na semana seguinte, cortei totalmente a relação com a moça que conhecera e que era opositora, explicando que ...

    ResponderExcluir
  34. ...não queria aquilo pra mim e que até eu resolver minha situação, eu ficaria sozinho e que nem mesmo minha esposa seria boa companhia até eu estar na fé de novo.
    A noite, ajoelhei e derramei meu coração a Jeová. O arrependimento e a enorme vergonha por todos os anos de pecados me fizeram sentir um traste sem valor. Naquela hora, vi quanto orgulho eu mesmo tinha acumulado em meu coração. Quanta arrogância morava em mim. A autoconfiança, pois achava que quando eu quisesse eu consertaria tudo e voltaria pra Jeová. Entendi que tudo isso levaram a minha ruina e o pior, ao fim do meu casamento com uma mulher que apesar de tudo ainda amava. Agora, estava entregando ela de mão beijada pra ter o direito de procurar outro.
    Amigos, tem sido uma luta no ultimo mês que se passou.
    Chamei minha esposa e expliquei longamente o meu arrependimento e o desejo de ser perdoado e tê-la de volta. Claro, que ela não aceitou, mas disse que estava agora em dúvida sobre os sentimentos dela e que precisaria de tempo pra pensar.
    Desde então, frequento todas as reuniões regularmente e tenho orado muito pelo perdão de Jeová para tantos erros.
    Estou profundamente amargurado com o caminho que deixei as coisas seguirem e tenho certeza que se tivesse corrigido no inicio, não estaríamos com uma família e um casamento esfacelado e marcado pela dor e sofrimento.
    Agora, só me resta pagar o preço pelo meu grave erro e esperar que no tempo certo, nosso bondoso Deus, possa me aceitar de volta e se for da vontade Dele, também retirar o orgulho do coração da minha esposa amada e quem sabe restaurar nosso casamento.
    Por isso, irmãos, corrijam o proceder enquanto há tempo, pois a dor e o preço a ser pago é muito alto.
    Procure um ancião maduro, confesse seus pecados, peça ajuda e jamais deixe que o orgulho te leve à ruina.
    Oro a Jeová rogando por proteção e entendimento todos os dias e a todo o momento desde então. Abandonei totalmente tudo que me fez tropeça e cair tão gravemente.
    Agora, no momento em que escrevo essas palavras, me sinto bem, mas ainda passo por momentos de extrema angústia e apreensão diante do que pode ocorrer e espero em Deus ter todas as forças necessárias para superar esse momento tão difícil, pois tudo que quero e retomar minhas atividades teocráticas e obter a misericórdia e o perdão do nosso Deus.
    Que Jeová abençoe a todos e em especial aos que precisam de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Estou a passar praticamente pelo mesmo. A minha história é quase igual à tua... de facto é muito difícil.

      Excluir
    2. O cara trai a esposa e ainda diz q está orando pra tirar o orgulho do coração dá esposa?? Sério??? Ele tah mesmo precisando de Jeová pra entender q ele foi o adúltero é q um casamento não termina por causa de um único motivo. Temos livre arbítrio mas muitas vezes fazemos péssimas escolhas e temos de arcar as consequências delas!!

      Excluir
    3. Prezado Arriefel:

      Tudo bem? Sei o que está passando. No meu caso, embora eu não tenha me envolvido, pelo menos, fisicamente com outra mulher, mas infelizmente fiz isso por várias vezes virtualmente, sendo um frequentador assíduo de salas de bate-papo de conotação sexual. Frequentava salas de todo tipo inimaginável, gays, bissexuais, lésbicas, e acabei mantendo contato com diversas mulheres nestas salas, e cheguei a adicionar várias delas no meu whatzapp.
      Fiquei de fato, viciado neste procedimento. Bem, sou batizado há 37 anos, mas desde aquela época, infelizmente, desenvolvi apreço pela pornografia, e tudo piorou quando no meu ambiente de trabalho naquela época, era infestado por revistas pornograficas, o que piorou minha situação.
      Pasando mais de três décadas, depois de lutar tanto contra este problema, só tive recaídas, mas nunca deixei que isso me levasse a abandonar a Organização.
      Para piorar, de uns 5 anos para cá, este meu vício pela pornografia me levou a frequentar os chats de sexo, o que piorou minha situação. Claro que minha esposa ficou sabendo do meu problema, e mesmo assim, ela amorosamente me perdou, não foi uma, nem duas vezes, mas foi mais.
      Depois de tanto empenho dos anciãos de me ajudarem nos últimos 3 ou 4 anos, mas sem que eu tivesse tido um progresso na minha luta, mas apenas recaídas, acabei por ser desassociado em janeiro deste ano, aliás, minha segunda desassociação, pois a primeira foi em 1999, quando eu servia como ancião.
      Sei o que voce está passando. Sinto as mesmas coisas que voce, um sentimento de desprezo, amargura, frustração, vontade de jogar tudo pro alto e sumir também.
      É muito triste quando vejo anteriores irmão que conheço há anos, progredirem na Organização, inclusive alguns de meus ex-estudantes serem hoje anciãos. Digo que é triste, embora eu fique contente comisso, porque me vejo como, conforme Jesus usou o termo em Lucas 17:10, como algo imprestável na Organização.Há, tem mais um detalhe: este meu problema em relação aos desejos imorais, me levou inclusive a me envolver com uma irmã de outra cidade, chegando a vergonhosamente, usar a webcam para me expor sem roupas para ela, chegando até a me masturbar para ela, assim como fiz com várias outras mulheres nos chats sexuais.
      Claro que este problema eu confessei para os anciãos, o que me levou à minha desassociação. Confesso amigo, que, embora eu esteja desassociado, e frequentando as reuniões desde então, inclusive fui na assembléia em Fevereiro, ainda assim luto contra este vício infeliz. Cheguei a ter recaídas mesmo depois da minha desassociação, o que me levou à profunda tristeza.
      Minha esposa continua comigo, e apesar do que aconteceu, ela se mostrou desejosa de me ajudar. Aliás, este ano, vamos fazer 30 anos de casados.
      Sei que não é fácil mano, minha luta é muito difícil como a sua. Mas sei que Jeová pode ver algo de bom em nós desassociados, que desejam voltar a serví-lo.
      Espero que todos nós possamos nos esforçar neste sentido.

      Um grande abraço, e desejo que voce e os demais tenham êxito nesta luta difícil para voltar a Jeová.

      Excluir
    4. Anonimo, como é fácil julgar alguém não é mesmo? Fiz um breve resumo da minha história de vida. UM CASAMENTO, NÃO TERMINA POR UM ÚNICO MOTIVO - São vários, pequenos motivos que vão minando a relação até a casa desabar totalmente. VOCÊ NÃO ME CONHECE E NEM CONHECE A FERA, portanto, não tem idéia do que estou falando. Errei e muito sim...e peço perdão a Jeová todos os dias. Não a julgo, e hoje, passado 4 meses do ocorrido, sei que a separação não se deu por causa da traição, mas sim por total falta de amor dela por mim e por Deus (fala que tem zelo de Deus, mas as atitudes são hipócritas). Eu e Jeová sabemos que ela tem motivos de sobra para perdoar, porém não teve o mesmo amor que eu tive no passado. MUitos cristão agem como o escravo que devia 10.000 talentos e foi perdoado, mas não foi capaz de perdoar 100 denários de seu co-escravo. Poi é...estou passando por essa triste situação. Mas já entreguei nas mão de Jah e estou me sentindo muito bem, pois o pior já passou. Vou a todas as reuniões e parei totalmente com tudo quanto é tipo de porcaria que me prejudicava e tenho fé que em breve serei readmitido.

      Excluir
  35. Gostei muito do blog não e fácil passar pela desassociaçao.😓

    ResponderExcluir
  36. Olá boa tarde, já enviei minha carta e já tenho reunião marcada com eles, estou nervoso e ao mesmo tempo muito feliz mas gostaria de saber o que geralmente é abordado numa reunião com desassiado que quer voltar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles querem saber como estar sua vida principalmente no quesito espiritual, se estar lendo a bíblia, as revistas se marca as reuniões se envolveu em algum pecado grave e principalmente se você realmente estar reconhecendo que sua atitude trouxe vitupério a Jeová e que você lamenta muito por isso.

      Excluir
  37. Boa tarde!
    Fui desassociado em outubro do ano passado. Realmente foi uma dor insuportável. Mas com a ajuda de Jeová continuo indo as reuniões. Não deixei de ir a nenhuma reunião desde que fui desassociado. Tenho lutado muito mas tive recaídas, e sempre levantar de uma recaída é o mais difícil. Mas continuo fazendo estudo pessoal, lendo a bíblia e fazendo pesquisas.
    O que eu digo pra quem se encontra na mesma situação que eu. Nunca desistam de fazer a vontade de Jeová. Tudo no mundo parece atrativo é bom demais. Mas no final das contas satanás vai te usar, fazer você perder tudo e te jogar fora.
    Um texto que me ajudou muito e tem me ajudado é o texto de Apocalipse 2:5 “‘Portanto, pense no quanto você caiu, arrependa-se e pratique as ações que praticava no início. Senão, virei a você e removerei o seu candelabro do lugar dele, a menos que se arrependa"

    Então pensem em quanto nós caímos. Pense e se arrependa. Eu sempre analiso que hoje eu sou muito mais infeliz do que quando eu servia a Jeová. Às vezes caimos no pecado achando que aquilo é o mais importante na vida mas depois que se dá conta nada disso era tão importante.
    Amigos vamos lutar juntos e não desistam! Porque Jeová jamais desistirá de nós.

    ResponderExcluir
  38. Olá André.
    Fui desassociado em dezembro passado e lá se foram dois meses. Os motivos; infelizmente o da maioria dos irmãos: um casamento fracassado por desunião e falta de diálogo que levava a pornografia e depois o adultério.
    O bom disso tudo é que como já relatei acima, é que após a aseparação e desassociação, me sinto bem melhor sem o peso de ter que obter a aprovação dela pois em um casamento ruim, fui me afastando e não conseguia assistir as reuniões com minha esposa. Era muito tenso e sofrido.
    Mas dessa provação, surgiu um novo homem e percebi o quanto amava a Jah. Já no dia seguinte ao meu desligamento, levantei a cabeça e disse a mim mesmo que satanás não iria me derrotar. Procurei uma outra congregação e voltei a frequentar assiduamente as reuniões.
    Hoje, sem o peso de carregar a mulher nas costas (e ela queria minha derrota), me sinto muuuito bem. Consigo orar todos os dias e ter uma rotina espiritual que está me fortalecendo dia após dia.
    Nos primeiros dias, foi terrível. Medo, ansiedade, insegurança e uma terrível solidão. Mas assim como Davi, tenho certeza que essa tempestade vai passar.
    Seu blog tem sido uma tábua de salvação. Aqui encontramos pessoas na mesma situação, com quem podemos partilhar a dor e sofrimento e isso tem sido muito importante pra me suster. Imprimi os 9 conselhos e colei na parede com um mantra a ser seguido.
    Um ponto importante é que na minha nova congregação, chego sempre uns 5 minutos antes da reunião começar e só saio após a oração final.
    Entro e saio respeitosamente de cabeça erguida e qd alguém vem me cumprimentar, educadamente explico que não posso. Sei que todos querem me ver de volta logo.
    Mes que vem vou fazer uma viagem ao Chile e escreverei uma carta ao ancião presidente informando o motivo da minha ausência para que não haja mal entendido, inclusive já peguei endereço das congregações locais e se possível assistirei a reunião semanal lá, pois quero ser readmitido logo. Preciso dar uma resposta ao iniquo.
    Felicidades, força e perseverança a todos que estão nessa luta. Não desistam. Levantem a cabeça e afastem-se do mal. Humilhem-se, humilhem-se...pois a recompensa será gratificante. Tenhamos fé nisso!

    ResponderExcluir
  39. Tbm fui desassociada em Dez 2016
    Depois de me relacionar com um homem q eu achei q seria minha " ajuda espiritual" ele pioneiro, servo, viúvo, casamos daí fui ver q ele não tinha nada de espiritual.
    Sério mesmo!! Nunca pensei q encontraria algum homem com privilégios na Congregação é q fosse mentiroso, mesquinho, extorsor, sem responsabilidades com a família, pq até a preparação dá Reunião das filhas dele q são crianças ele queria q eu fizesse com elas, sem ele!! É qnd eu dizia q aquilo não estava certo ele dizia q eu não estava sendo " submissa" a ele.
    Sempre foi a frase q ele usou qnd eu perguntava do dinheiro pra pagar as contas ele dizia q eu pagasse sem reclamar do meu bolso, pq ele era o cabeça e eu tinha de fazer como ele mandava!! Nada o agradava, nada!! Eu trabalho 40 HS por semana, tenho q chegar em casa cuidar de 2 criancas e 1 adolescente e ainda suportar um marido q nunca estava satisfeito com nada.
    Se eu chegava e já fosse arrumar a casa e comida, ele reclamava q eu não estava dando atenção a ele é as meninas. Se eu fosse dar atenção as meninas perguntar como foi o dia delas ele reclamava q estava com fome.
    Em nossa lua de mel ele me tratou como objeto,nosso primeiro dia de casados ele se agarrou com o controle remoto dá TV, dormimos, apenas isso!! No segundo dia ele falou q eu poderia ir embora se estivesse arrependida!! No terceiro dia ele fez um show pq eu fui assistir TV e preparei um pão com queijo pra comer e não perguntei se ele queria tbm ( ele é naturalista e evita leites e seus derivados) usando sempre a frase q uma esposa submissa deve comer apenas qnd seu marido estiver comendo!É nem vou mencionar os outros dias!! Nosso convívio durou apenas 3 meses contando q toda semana ou eu ou ele saia de casa e passava 2,3 dias fora de casa depois das discussões q ele fazia questão q os vizinhos ouvissem!! Boom começamos nossas discussões desde o noivado qnd fornicamos e ele não concordava comigo em confessar aos anciãos alegando q ele iria perder todos privilégios e q eu fui a pior coisa dá vida dele é estava querendo destruir ele, infelizmente cedida e não contei nada aos anciãos, ele falava q logo a gente casaria e a gente não estaria mais fornicamos e Jeová entenderia tudo!! Fui muito idiota!! Depois começamos a discutir pq ele queria casar no Salão e eu não aceitava pq minha consciência não permitia. Ele quase enlouquece dizendo q os anciãos iriam desconfiar!! Até q decidir contar tudo aos anciãos de nossa fornicação. Ele terminou o noivado comigo e disse q iria negar tudo!! Fiquei apavorada!!! Depois ele ligou pedindo desculpas e disse q a gente iria confessar, mas era melhor se a gente dissesse q ele teve a ideia por causa dos privilégios dele!! Eu era apenas publicadora!! Concordei. Depois ele ligou me dizendo q tinha falado com o ancião dá Congregação dele, mas q tinha dito q só foi 1 única vez!! Outra mentira q infelizmente acabei concordando pois ele sempre alegava q ele tinha mais a perder do q eu!! Pois as filhas dele era criança e ficaria sem a presença espiritual do pai por minha causa!!
    Acredita q ainda casei com esse homem q só me estimulava a mentir, fingir e fornicar?? Pois é nosso casamento foi um fracasso total, casamos em 30 de Set e fomos desassociados em Dez.
    Igual esse ANÔNIMO aí a cima
    Tou achando até q é ele está
    Pois aproveitando q estamos separados a mais de 60 dias pedir o divórcio pq nossa convivência estava insuportável mas ele insistia q a gente fossemos amantes ( qnd ele quisesse dormir comigo eu deveria aceitar, pq ele ainda era meu marido), não aceitei pq na vdd ele não queria ter responsabilidades de marido e nem com despesas, até as filhas dele qnd casamos ele não quis q elas morassem com a gente pra ele não ter despesas pq morando com a avó paterna ele não precisaria se preocupar com a espiritualidade delas é nem com despesas!! Pois desde a viuvez dele sempre foi a avó e a tia quem sustentava totalmente as filhas dele,levava elas ao campo, ele não sabia nem q horário elas estudavam!! Ele é totalmente egocêntrico!!



    ResponderExcluir
  40. Minha maior dúvida hj é: será q vai ficar mais difícil pra eu ser readimitida como TJ pq pedi o divórcio sem provas de adultério??
    Não cumprir meu pacto de Amar a Jeová sobre todas as coisas!! Forniquei co meu noivo e achei q casando ficaria com a consciência mais leve, onde na vdd foi qnd começou o pesadelo.
    Eu deveria ter confessado tudo, não ter aceito mentir, ser desassociada e talvez nem teríamos casados!! Eu deveria ter deixado meus desejos em segundo plano, pq em primeiro deveria ser agradar a Jeová
    Agora estou afastada de Jeová
    Sem minha família espiritual
    Sem ir ao campo com minha filha
    Com medo q ela se desvie de Jeová
    Sem marido...
    Carente, insegura, frustada de o segundo casamento não ter dado certo, o primeiro eu ainda não conhecia a vdd é foi um namorico...

    Por favor
    Alguém seja sincero em dizer se minhas chances diminuem pq pedir o divórcio!!! Pq eu e ele fomos desassociados depois de casados qnd confessamos q na primeira confissão mentimos em ter sido só uma vez é q mesmos depois dá primeira comissão ter tirado todos os privilégios dele do meu de comentar continuamos a fornicar.
    Engraçado q depois de casados a gente quase não fazia sexo!! Pq meu marido só me humilhava e dizia q a culpa dele ter perdido os privilégios eram meus!! Embora eu ter desistido várias vezes do casamento e ele a dizer q o melhor q a gente podia fazer pra Jeová depois dá imoralidade seria casar!! Burra, burra, burra, isso q eu fui!!

    ResponderExcluir
  41. Depois de resistir a tantas tentações no trabalho, deslizei na Congregação pq baixei meus princípios de moral acreditando q todos na Congregação com privilégios estariam aptos a um bom casamento.

    ResponderExcluir
  42. A desassociação é uma desgraça a mais em nossas vidas!!
    Mas ainda digo q há algo pior: saber q sua desassociação tbm vai ser motivo pra algumas pessoas falar de nossa Congregação!!
    No meu trabalho por exemplo,fiz questão de dizer q fui desassociada pq pequei contra Jeová, claro q não falei o motivo, mas falei pra q soubessem q a Organização de Jeová exige santidade e os q não cumprem princípios são desassociados!!
    Dias depois eu soube q meus colegas de trabalho estavam comentando entre eles q os TJ não participam de festas do mundo, não se envolvem com mentiras, usam roupas descentes, mas no final são iguais a todas as outras religiões!! Fiquei arrasada!! Queria q eles tivessem falado de mim e não de todos os membros de minha religião!! Eu trouxe viturperio ao nome de Jeová, fiquei mal por uns dias!!
    Depois me esforcei apenas em pensar q Jeová sabe o qnt estou arrependida!!

    ResponderExcluir
  43. Andre, tudo bem?
    Poderia me tirar um grande dúvida?
    Para alguém que está desassociado há quase um ano, que é o meu caso, e que logo vai conversar com a comissão, mas que há dez meses atrás, tive recaídas nos mesmos pecados que me levaram a ser desassociado, que foram a pornografia e os chats de sexo, existe a possibilidade de eu não ser readmitido? Ou não precisarei necessariamente confessar que tive recaídas a dez meses atrás? Posso omitir isso, e simplesmente dizer que superei meu problema nestes últimos dez meses, o que de fato aconteceu? Pois acredito que vão me questionar se tive recaídas, aí ficarei muito preocupado.

    Mais uma dúvida André. Caso não mencione as recaídas que eu tive, e soponha que eu seja readimitido, pra Jeová terá validade minha readimissão? Ele vai aceitar ela, ou será que ele vai lembrar dos meus pecados durante a desassociação, como se Ele estivesse cobrando de mim o que aconteceu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio, você deve satisfação a homens ou a Jeová? Minha opinião? Coloque seus pecados apenas em oração. Confesse apenas a Jeová. Omita qualquer coisa pra homens.

      Excluir
    2. André, não concordo com sua opinião. Apesar de saber que ha coisas que são normas e mandados de homens. Penso que nosso nobre irmão deve sim, relatar as recaídas aos ancião também, para que possa ser ajudado pelos mesmos e principalmente ter uma consciência tranquila também perante os homens. Digo isso, pois é muito ruim olhar para a cara de um irmão e saber que você não foi totalmente honesto.

      Excluir
    3. Entendo sua perspectiva, e acho louvável. De verdade. O problema são os nossos irmãos imperfeitos, inclusive os anciãos. É complicado depender de homens imperfeitos, e não de Jeová.

      Excluir
  44. Oi André. Faz 1 ano que fui desassociado. Mas só fazem 6 meses que deixei de praticar meu pecado. Existem chances de eu ser readmitido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Mas segundo as novas regras vc precisa ter 1 ano desassociado

      Excluir
    2. Olá andrelago! meu nome é Marcos filipe. parabêns por seu blog!.gostei muito. então esse mes de março que se passou infelizmente completou 2 anos que sou dessasociado. fui dessasociado por causa do pecado da fornicação. mais estou muito arrependido desse meu erro e otimista para começar a dar passos deste então. voltar aos trilhos da verdadeira vida. que é fazer a vontade de jeova acima de tudo e de todos. vou começar a assistir regularmente as reuniões e ter meu estudo pessoal firme. já conclui em minha vida não levar em contar imperfeição de ninguem. pois afinal sei que jeova dar esse privilegio a pessoas comuns imperfeitas a servi-lo e ajudar outras a louvarem o seu nome. somente tenho isso em mente para realizar meu maior sonho o de voltar a levar esse maior titulo que uma pessoa pode ter. o de ser uma testemunha de jeová! gostaria muito de ter uma conversa com os anciões. uma conversa mais pra mim ter forças e não cair no erro mais. quando seria a hora que vocé acha certo pra mim falar com eles em particular pra receber aquela força extra pra continuar na caminha?? agradeço.!!

      Excluir
    3. Irmão, eu gosto de ser bem direto e sem firulas. Vamos lá... Sexo sempre será uma tentação e não tem arrependimento que nos afaste dele. Portanto, dizer que está arrependido, só, não basta. É preciso demonstrar diariamente que é possível fazer a vontade de Jeová, mesmo que fornicar seja a coisa mais fácil e tentadora do mundo.

      Se você já tem 2 anos, passou muito tempo. Procure os anciãos da sua congregação, ou da que vc tem se reunido, fale pra eles o desejo do seu coração e o que você precisa pra voltar: eles serão claros.

      De uma coisa é fato: não basta fingir espiritualidade. É preciso mostrar isso em vida, por meio de oração e assistencia as reuniões. Ore, ore muito. Suplique a Jeová e todas as coisas serão concedidas. Se precisar de ajuda, estarei aqui.

      Excluir
  45. Minha mãe foi desassociada em 2004.. Três anos depois que seu esposo teve um ataque cardíaco e morreu enquanto ela estava numa reunião. Ela começou a sair com minha tia e arrumou um namorado que não era TJ.
    Desde que ela foi expulsa... NINGUÉM, NUNCA veio fazer uma visita se quer pra ela.. Entao essa informação de que uma vez por ano eles verificam como estão os afastados Não é verdade!
    Uma parta da nossa familia é TJ e fala com ela normalmente, outros já não falam... Nem olham na cara dela como se tivesse uma doença contagiosa que pega só de olhar... Outras pessoas assim como eu, não chegaram a se batizar.. Só estudamos e não consegue entender esse julgamento de homens... Penso que só Deus tem o direito de julgar e castigar qualquer pessoa!Numa familia de TJ da pra imaginar o tanto de coisas erradas que vejo... De parentes e amigos que vão a todas as reuniões e parecem exemplos de irmãos... De Deus ninguém consegue esconder nada... Mas acho injusto... Na época, minha mãe se arrependeu e procurou os irmão pra falar... Se tivesse ficado quieta. Estaria como tantos outros e não seria a leprosa pecadora excluída da familia e amigos...
    Ela já chegou a tentar voltar diversas vezes.. Chegava a ir a reuniões por meses e meses e ninguém falava com ela e nem explicava como proceder... Ai ela parava... Não deve ser fácil!
    E eu.. Acho que peguei trauma, e não quero me batizar nunca nessa organização! Mas meu coração fica apertado e triste com essa situação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo sua revolta, mas vale esclarecer algumas coisas: A desassociação é um dos procedimentos bastante conhecidos e difundidos entre as Testemunhas de Jeová. Todo aquele que se batiza, sabe, que ao ser desassociado, ele perderá o contato com os irmãos. Então sua mãe não foi enganada. A desassociação não é um ato de julgar, mas de proteger a congregação e ela faz exatamente o que os apóstolos faziam no primeiro século. (1 Cor.5:6, 11-13 )

      O tentar voltar é que é uma luta árdua. As vezes a pessoa precisa demonstrar que deseja retornar para a Organização e isso requer fé e disciplina. Se sua deseja realmente voltar, peça para que ela assista as reuniões, não perca uma sequer, procure os anciãos para saber o que fazer e aguardar em Jeová. E se precisar de ajuda, estamos aqui.

      Excluir
  46. Estou desassociada há 25 anos. Fiquei grávida aos 15, e me casei e estou casada até hoje. Minha mãe e meu pai são tjs desde sempre, será que posso voltar depois de tanto tempo? Como faço? Os anciões que me desassociada já morreram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, claro minha irmã. Se você mora perto da congregação onde você se reunia, pode voltar a assistir as reuniões nela e manifestar aos anciãos o desejo de voltar. Eles vão te orientar sobre o que deve ser feito que é praticamente assistir as reuniões e orar a Jeová, pedir perdão pelos pecados e não mais repeti-los. Se seus pais ainda são TJ, ficarão felizes em te ajudar e intermediar essas conversas.

      Excluir
  47. Eu tenho 13 que estou afastada e 4 anos de desassociada e estou retornando a 7 meses ,diz a carta e perguntei ao coordenador se posso colocar e ele me disse que é com 12 meses,o que faço

    ResponderExcluir
  48. Eu tenho 13 que estou afastada e 4 anos de desassociada e estou retornando a 7 meses ,diz a carta e perguntei ao coordenador se posso colocar e ele me disse que é com 12 meses,o que faço

    ResponderExcluir
  49. Minha desassociação será anunciada semana que vem. Desejo realmente ter forças para estar firme com Jeová. Embora os anciãos não tenham lido pra mim nenhum texto confirmando que Jeová é misericordioso e está disposto a me perdoar, eu acredito e confio nisso.
    Nunca desejei tanto que 1 ano passasse tão rápido. Lá vamos nós.

    ResponderExcluir
  50. Olá André boa noite! já faz 2 meses que estou desassociado, a princípio eu fiquei muito angustiado, mas eu não rejeitei a disciplina de Jeová. O que eu fiz foi muito errado, eu tive acessos de ira e infelizmente acabei agredindo uma irmã Pioneira da congregação que eu estava. Agora estou em outra congregação. Eu reconheço que o mais importante pra mim agora fortalecer minha fé em Jeová, e continuar indo nas reuniões. Desde que fui desassociado ainda não faltei de reunião. Estou com medo de entregar minha carta de readmissão agora, na sua opinião quando devo entregar? Eu creio que com 4 meses eu já vou escrever a minha. Aguardo a resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 4 meses é muito pouco tempo para uma readimissão. O mais rápido que já vi a pessoa tinha 7 meses, mas normalmente os anciãos seguem o padrão de 1 ano. Sugiro que continue mantendo-se firme. Não existe nada que te impeça de mandar a carta agora, mas esteja preparado para um "não". E não fique triste.

      Excluir
  51. Estou desassociado há 3 anos. Agora que percebi a merda que minha vida virou e estou doente resolvi voltar . O prazo para ser readimitido é 1 ano de desassociado ou frequentar as reuniões por 1 ano.
    Já estou livre do pecado há praticamente todo tempo que estou desassociado, não havia voltado por "orgulho" , pois minha desassociação foi bem questionável .

    ResponderExcluir
  52. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  53. Oie irmão meu anúncio será dado em breve. É já estou muito mau desde o pecado cometido não como nem faço atividades normais, só Jeová para mim dá forças....

    ResponderExcluir
  54. Oie meu irmão meu anúncio será próxima semana... Eu já estou sofrendo desde o pecado concedido, não consigo comer nem fazer atividades normais, choro freguentimente já pensei até mesmo em tirar minha vida... Só Jeová pra me ajudar sim pok sinto sempre eu perto de mim, agora perderei tudo pok todos meus amigos são tjs...Acho que não vou ter forças pra voltar logo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leyla, você vai passar por um tsunami agora. E talvez seja a hora de você demonstrar força e voltar à adorar a Deus como sua testemunha ativa. Não existe nada que te impeça de voltar, salvo, se você permitir que as tentações do mundo e as influencias de Satanás sejam mais fortes na sua vida.

      Excluir
  55. Só queria deixar claro que esse negócio que existe orientação pra voltar só após 1 ano não procede, pq sei de caso recente que a pessoa voltou em menos que isso

    ResponderExcluir
  56. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  57. Oii André, boa noite

    1. Existe relação entre o tempo que foi praticado o pecado e o período de desassociação?

    2. Quantas cartas com retorno negativo um desassociado pode ter? (Sem recorrer ao SC)

    Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. Não entendi bem a questão. Por exemplo, se foi praticado há muito tempo logo a desassociação será mais longa? Se for isso, não necessariamente. O período tem muito mais a ver com a gravidade da sua transgressão.

      2. Se eu mando a primeira, e sou recusado, espero e mando a segunda. A partir daí já recorro ao SC ou à Betel.

      Excluir
    2. Por exemplo, uma pessoa que adulterou durante 2 anos será mantida desassociada por igual ou superior período?

      Um outro item que me intriga: duas pessoas podem ser des associadas por adultério sem a conjunção carnal?

      -

      Ah Andre, antes que me esqueça.
      Inspirada no seu blog, criei um pra relatar minha rotina durante o período de desassociação. Você pode dar uma olhada?

      desassociada.blogspot.com.br


      Abraços

      Excluir
  58. Estou desassociada desde junho de 2015...quanto mais o tempo mais as coisas viram uma bola de neve...quero demais voltar a Jeová... É o meu sonho,o maior deles..
    Graças q Jeová que não vou em festanças do mundo.. Nem levo uma vida suja e promíscua. Mas há muito o que mudar... Quem estiver na organização não saia de jeito nenhum..porque pra voltar é difícil..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamires, mas também há de se fazer uma auto-análise e não ser tão exigente consigo mesmo. Todos nós somos imperfeitos e precisamos mudar alguma coisa. Não deixe que isso impeça de voltar à Jeová.

      Excluir
    2. Mas a minha questão é morar junto sem casar... Eu quero...mas tá difícil...eu isso é sério... É essa a grande questão...

      Excluir
    3. Idem a minha situação, porém ja decidi-me o que é mais importante, e cessei totalmente o contato com a pessoa que moro junto, agora estou aprontando-me para o próximo passo.

      Excluir
    4. Que bom. Que Jeová te abençoe...

      Excluir
  59. Irmãos e Irmãs, nunca é tarde e ajustes sempre serão necessários, portanto, voltem! Sintam a mão poderosa e amorosa de Jeová!!!

    ResponderExcluir
  60. A desassociação não é o fim de tudo mais o inicio de uma relação melhor com o nosso melhor amigo...
    Embora não seja fácil mais se vc colocar Jeová em primeiro lugar vai ter maravilhosas bênçãos eternas....
    estudo profundo e meditar no que estudou vai ajudar muito,é o que me ajuda muito a ter uma boa relação com Jeová e ver que sem ele não sou nada!
    A atuação do espírito de Deus na nossa vida produz belas qualidades que realçam cada aspecto de nosso serviço a Deus. Que dádiva magnífica
    Faz 7 meses que estou desassociada mais eu amo a Jeová sei que a força q tenho pra voltar não é minha mais de Jeová que tem me ajudado a me manter de pé e não repetir os mesmos erros nem qualquer outro que venha colocar a mibha relação com Jeová em risco!
    Jeová quer que nos arrependemos e der a meia volta! COMEÇAR DO ZERO!

    ResponderExcluir
  61. A desassociação não é fácil mais quando colocamos Jeová em primeiro lugar temos forças pra suporta, não estamos na organização mais temos a pessoa mais importande, se for leal lógico!
    as orações e estudo PROFUNDO fortalece cada vez a nossa fé e amor !

    ResponderExcluir
  62. Boa tarde André:

    Poderia me tirar uma dúvida? Se alguém que foi desassociado há uma ano, e está em vias de ser readmitido, no entanto, durante uns 5 meses, esta pessoa ainda continuou cedendo aos pecados que a levaram a desassociação, e os venceu durante os 7 meses seguintes, portanto, não está mais envolvido nestes pecados, e durante a reunião de readmissão, ela resolva não falar aos anciãos que teve estas recaídas, mesmo que eles perguntem sobre isso, e eles resolvam readmitir a pessoa, tal readmissão tem valor pra Jeová, pelo fato dela ter ocultado tal informação? Sinceramente, tenho receio e acho constrangedor falar pros anciãos de minhas recaídas. Poderei ser aceito por Jeová, se eu for readimitido? Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fale. As coisas que você comete quando desassociado, é irrelevante. Se concentre apenas nas coisas boas que você venceu nos últimos 7 meses. Não é necessário mencionar isso na reunião de readimissão, caso seja questionado.

      Excluir
  63. Estou desassociada a 1 ano e 1 mês,mandei pela segunda vez minha carta de readmissão que está sendo analisada pelas 2 congregações(a que eu fui desassociada e a qual eu frequento).Estou mt anciosa pq não sei a resposta...só com mt fé em Jah para suportar essa situação

    ResponderExcluir
  64. Mais uma vez meu pedido de voltar foi negado,sinceramente fiquei mt triste pela segunda vez mandei carta,falei do meu arrependimento e nada
    Tem horas que dá vontade de desistir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente fazer uma autoanalise ver o que vc precisa mudar!
      Nunca desista! lembre-se prov.27:11
      fortaleça sua amizade com Jeová!
      Mesmo que estejamos fora da organização ,mais não longe de Jeová!!!
      A desassociação nos ajuda a colocar sempre Jeová em primeiro lugar!
      Não conseguimos voltar SEM A AJUDA DE JEOVÁ...

      Excluir
  65. Infelizmente, quando alguém é desassociada,tem que reconhecer que errou,pedir perdão e abandonar o pecado. Baixar a cabeça e entender que ficar calado ainda tá erado.
    Nem Jeová nem os anciãos são culpados pelos nossos pecados.
    Quando aceitamos a Disciplina amorosa de Jeová,doe menos.

    ResponderExcluir
  66. e seu fui dessasociado e cometi imoralidade no mundo tenho que confessar ou nao tipo detalhes ou poosso guard isso

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.