terça-feira, 29 de setembro de 2015

A LUA DE SANGUE E A BÍBLIA



"O sol será transformado 
em escuridão e a lua em sangue, 
 antes de vir o grande 
e glorioso dia de Jeová." 
- Atos 2:20




Ontem a criação de Jeová, o universo e seus planetas, nos deu uma de seus mais fantásticos espetáculos. Se não bastasse a Superlua - quando a lua se aproxima cerca de 10% a mais da terra e refletindo integralmente a luz solar dá uma impressão de maior e mais cheia - tivemos também a Lua de Sangue - quando a terra encobre a luz do sol deixando pouquíssima iluminação dando-lhe uma cor avermelhada. 

Não precisa dizer que eventos como esses aumenta a imaginação de muita gente mística e também de muitos evangélicos, especialmente pastores oportunistas buscando holofotes ou apenas dinheiro com vendas de livros, criando teorias burlescas usando a bíblia como fonte.

Ano passado, um pastor americano lançou um livro chamado Quatro Luas de Sangue: alguma coisa esta mudando chamando a atenção para o que os cientistas chamam de Tétrade Lunar, quando há quatro eclipses totais em sequência num prazo de até seis meses. A primeira ocorreu em 24 de abril de 2014; a segunda no dia 08 de outubro de 2014; a terceira no dia 04 de abril de 2015 e a terceira, como todo mundo sabe, ontem, que só foi relevante porque foi combinada com o fenômeno da Superlua.

Bastou o livro ser lançado para muitos blogs evangélicos repercutir que estamos diante dos últimos dias e o fim do mundo!

Sabemos que estamos vivendo nos últimos dias e o próprio Jesus e seus apóstolos nos deu sinais de que reconheceríamos esse período, mas nada tem a ver com o evento da Lua de Sangue. - Mat. 24:7-14; 2 Tim. 3:1-5.

A Lua de Sangue é um fenômeno natural.

Como todo fenômeno natural a lua de sangue sempre ocorreu, e nos séculos primitivos, quando os homens não sabiam como explicar cientificamente, criaram-se vários mitos sobre ela. Contudo esse fenômeno embora raro, como a tétrade, já ocorreu muitas vezes e continuarão a ocorrer no futuro pois faz parte de um calendário lunar estabelecido, da mesma forma que haverão eclipses do sol, a visita de cometas como o Halley que passa a cada 76 anos perto da Terra, e assim por diante, e não significam nada. 

Além disso, vale frisar, que as profecias indicam que quando ocorrem, todo o povo de Deus na Terra, assim como seus inimigos, vejam em conformidade. Na grande maioria das vezes em que os eclipses só podem ser vistos em partes da Terra, no máximo, em um hemisfério.

Judaísmo

O pastor cita no livro que essa seria a última Tétrade e que as duas últimas cairiam exatamente na festividade de Sukkot (uma versão atual do Pentecoste que nada lembra do evento instituído por Jeová no passado)  e do Pessach (a páscoa judaica, também modificada durantes os séculos) significando que depois disso viria o fim. 

Pois bem. É engraçado que mesmo depois de Jesus Cristo ter vindo à Terra, ser rejeitado pelos judeus, haver indicação de que Israel como nação não era mais o povo de Deus e que fora substituído por um Israel espiritual, os profetóides evangélicos continuam associar a república de Israel com profecias bíblicas. - Mat. 21:43; Gal. 6:15,16.

Além disso aprendemos também que nosso senhor Jesus Cristo ao morrer por nós como sacrifício permanente em 14 de nisã, substituiu a páscoa judaica tornando-a nula, ou seja, a páscoa que é comemorada ate hoje pelo judaísmo é sem sentido para Jeová, pois Cristo é nosso sacrifício propiciatório. - 1 Cor.5:7; Heb. 10:1; 1 João 2:2

Assim, já que Israel como nação não representa mais nada para Jeová, e levando em consideração que a páscoa judaica também não tem mais nenhum significado espiritual, porque um evento importante da parte de Deus se realizaria justamente nestas datas? - Romanos 10:12, 13


Escuridão do sol

É bastante comum nas profetadas feitas pelos evangélicos se apegar apenas a um ponto e esquecer o contexto. Ora, o profeta Joel menciona que o evento seria dúbio, ou seja, além da lua de sangue haveria também o escurecimento do sol. Em nenhuma das eclipses da Lua foram seguidos por eclipses do sol em sequencia.

Aliás, hoje, o conhecimento, óbvio, comprova que para haver a eclipse da lua é necessário que o sol esteja firme e brilhante, iluminando o outro lado do planeta. Além disso a Tétrade ocorre apenas com a Lua; não há relatos de eclipses sequenciais do sol.   

E por fim, chegamos ao argumento mais óbvio, nem Joel, como Pedro séculos depois, menciona que o fenômeno ocorreria quatro vezes seguidas. Tudo isso partiu da mente inventiva do pastor e de seus seguidores. 


Cumprimento de profecias

A Bíblia usa a expressão lua de sangue sempre associada a escuridão do sol várias vezes em contextos diferentes. Encontramos ela também mencionada pelos evangelistas Mateus 24:29 e Marcos 13:24, como pelo apóstolo João ao mencionar sobre a abertura do sexto selo em Apocalipse 6:12 de modo que entendemos plenamente que seu cumprimento é simbólico. 

Ceus e Terra muitas vezes são utilizados para fazer referencia a sociedade celestial e terrestres respectivamente (2 Ped. 3:13). É interessante notar que Jesus Cristo é citado como sendo a estrela da manha ou o sol da justiça (Mal 4:2)

Observe que Pedro menciona a profecia de Joel às pessoas que estavam assombradas com o evento que ocorreu em Pentecostes quando ungiu cristãos os tornando portadores de luz. Desta forma a referencia a escuridão do sol e a lua de sangue pode referir a uma espécie de declínio da luz satânica em antagonismo a luz celestial. 

Isso coincide com o objetivo das profecias de Joel destinadas ao povo de Israel que havia se afastado da luz de Jeová por seguir o apóstata rei Uzias. Não se tem relatos de ter havido alguma espécie de eclipse lunar ou solar àquela época, mas apenas a vingança de Jeová com a destruição e morte dos israelitas infiéis.

Conclusão  

Como disse lá em cima, sabemos que estamos nos últimos dias e que o Dia de Jeová pode chegar a qualquer momento. Contudo estabelecer eventos literais para alarmar o povo utilizando elementos bíblicos é uma mentira e uma forma de desviar a atenção do Reino de Deus e seus propósitos. Isso só faz amendrontar o povo e criar expectativas frustradas, pois sobre o dia de Jeová, a Bíblia fala que nem Jesus Cristo, o filho de Deus sabe a hora que irá acontecer. Cabe a nós nos apegarmos a Ele e continuar em oração e fé se preparando para esse dia e pedir muita misericórdia, para que caso esse dia chegue e ainda estivermos desassociados, que tenhamos um pouco de esperança. - Ecl. 9:12; 1 Sam. 16:7

"A respeito daquele dia e daquela hora ninguém sabe, 
nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas somente o Pai" 
(Mateus 24:36)


13 comentários:

  1. Esqueceu de falar das tantas datas especuladas pela Torre de Vigia e que se mostraram falhas. Não é só pastores evangélicos que caíram nessa tentação não! rs

    ResponderExcluir
  2. Verdade Pascoal, numa época de obscuratismo onde a congregação ainda engatinhava, Charles Russel deu umas gafes dessas, corajosamente relatados no livro Proclamadores do Reino. Mas à medida que a luz clereou a luz foi brilhando mais e mais.

    ResponderExcluir
  3. Para mim Russel foi o mais sincero e mais apaixonado pelo que fez, tanto que depois de sua morte, Rutheford se apropriou do que ele criou.
    Mas, vale salientar que as previsões erradas não se resumiram a essa época. A Torre de Vigia em pleno século XX também marcava suas datas de final de mundo.

    ResponderExcluir
  4. Entrei aqui para matar a curiosidade, mas vi que não tem nada substancial. Então adeus!

    ResponderExcluir
  5. Pascoal, Russell presidiu até o século XX. Agora me diz uma "profetada" dita no período de Rutherford em diante? Ter expectativa ou esperar por algo é diferente de profetizar que algo vai acontecer.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo, eu gosto assim. Quando a pessoa não gosta, vai embora e não enche mais o saco. Fiquem e comentem apenas os que gostam ou quem não gosta mas tem algo interessante ou inteligente pra falar.

    Jah bless you! :)

    ResponderExcluir
  7. E a carta que foi lida hoje em todas as congregaçoes? Quero ouvir seus comentários sobre esta carta.

    ResponderExcluir
  8. André, faz um post falando das mudanças nas reuniões.

    ResponderExcluir
  9. Por que? Na verdade, ainda diluindo as informações. :)

    ResponderExcluir
  10. Soube agora que as congregações que se reúnem no sábado, só terão a carta lida na reunião de serviço. Então deixarei minhas opiniões para sexta. :)

    ResponderExcluir
  11. O que tem de irmãos apologistas do fim fazendo estardalhaço por causa das mudanças descritas na carta não está no gibi...
    Não estamos mais próximos ou menos próximos do fim por causa dessas mudanças. Estamos exatamente no mesmo ponto de proximidade e a cada dia nos aproximando mais. Mas as mudanças não querem dizer nada mais do que realmente são. Um corte de despesas em vista da crise (econômica) que tem afetado não apenas o Brasil, mas tambem a crise (de refugiados) que tem desestabilizado toda a Europa. Com um mundo globalizado como o que vivemos, qualquer crise em qualquer lugar tem reflexos no mundo todo.
    O Corpo Governante, sempre atento, percebeu que era o momento de fazer um corte de gastos até que a situação se normalize.
    Quanto a relação entre as ações do Corpo Governante e a proximidade do fim, tenho apenas algumas considerações:
    Jeová não apressará ou retardará a Grande Tribulação e o Armagedon por causa das ações de seus servos (mesmo que seja o Corpo Governante). A data já está estabelecida e não mudará.
    As ações do Corpo Governante não devem ser interpretadas como um sinal do fim, visto que Jeová em hipótese alguma revelará de algum modo especial informações privilegiadas aos membros do Corpo Governante.
    Devemos ter sempre em mente que a cada dia que passa vivemos mais perto do que será o ÚLTIMO DIA dos ÚLTIMOS DIAS.
    Sendo assim, não vamos nos preocupar excessivamente com a DATA do fim, ou com SINAIS que indicam ou alardeiam a proximidade. Os sinais já estão descritos na Bíblia e estão se cumprindo.
    Antes, mantenhamos o senso de urgência e a preocupação em nos manter aprovados para quando este dia chegar.

    Obs.: André,
    desculpe me antecipar a seus comentários, mas eu precisava escrever sobre isso pois recebi varias mensagens de irmãos "aterrorizados com a proximidade do fim" já que "o Corpo Governante está suspendendo as construções no mundo todo"...
    Gostaria apenas de lembrar que na época dos atentados de 11/09 muitos irmãos disseram que era o princípio do fim. O mesmo ocorreu em outras ocasiões.
    Apenas tenhamos cuidado para não alardearmos algo que não sabemos ao certo onde ou como terminará.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. André, o engraçado é "São Pascoal Naib" me excluiu do fórum dele porque eu expus a falta de ética dele de ler Mensagens Privadas dos usuários. Depois ele fala em liberdade, etc.... Desculpe-me, mas é um CACHORRO mesmo!

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.