quarta-feira, 10 de junho de 2015

A BÍBLIA GAY


"Não tenha relações sexuais com um homem, 
assim como se costuma ter com uma mulher,
É um ato detestável" - Lev. 18:22




Segundo a Revista Veja, esse ano deve chegar ao Brasil a edição da primeira bíblia gay. Mas calma que ainda não é o fim do mundo. Não por isso. 

Trata-se de uma tradução da versão americana chamada de "Bíblia Rainha Jaime" numa alusão provocativa a versão Rei Jaime, muito comum nas igrejas protestantes nos Estados Unidos (uma espécie de versão Almeida da língua inglesa) e está sendo produzida pelo 'pastor' Marvel Souza, que é gay e lidera a igreja “Cidade de Refúgio” aqui em Brasilia, chamada de igreja inclusiva, por defender a prática homossexual. A igreja tem como principal precursora a missionária Lanna Holder, famosa por pregar em várias igrejas do Brasil sobre sua libertação do lesbianismo, mas que acabou se apaixonando por uma cantora gospel de sua igreja, a fez se divorciar do marido e “casando-se” com ela em seguida. 

Segundo o grupo responsável pela sua edição, "a Bíblia Rainha James resolve quaisquer interpretações homofóbicas da Bíblia" alterando termos e textos circunstanciais das escrituras com o objetivo de mostrar que a palavra de Deus não condena o homossexualismo. "Não há Bíblia perfeita. Esta também não é. Nós queríamos fazer um livro cheio da palavra de Deus, que ninguém poderia usar para condenar incorretamente os filhos de Deus que nasceram LGBT, e conseguimos”, teria declarado o pastor à revista. 

A ideia é absurda, claro, mas pode ser objeto de estudo pessoal se você é do tipo de pessoa, que como eu, que gosta de ver – ou ler – pra crê. 

Eu tive a oportunidade de verificar algumas das justificativas, e por exemplo, uma das criticas é sobre o texto de Levítico 18:22. Eles dizem que ela é contextual ao versículo anterior, que menciona sobre a prática de oferecer sacrifícios no templo de Moloque, ou seja, Deus não estava estabelecendo que era ilícito o homossexualismo, desde que não fosse no templo de Moloque. Por isso a bíblia gay traduz o texto da seguinte forma: 

"Não te deitarás com outro homem como se fosse mulher no templo de Moloch

O pastor da Igreja Cidade de Refúgio diz que os textos não pode ser lidos separados, isoladamente, mas que devem ser olhado à luz do contexto. E neste caso concordo com ele. Vamos ver o contexto?

Levítico 18 começa com as seguintes palavras: “Diga aos israelitas: ‘Eu sou Jeová, seu Deus. Não se comportem como o povo da terra do Egito, onde vocês moravam, e não façam o que as pessoas fazem na terra de Canaã, a terra para a qual os estou levando. Não andem nos decretos deles.” Pra começar Jeová alertava aos israelitas quanto a não se deixar levar pelo modo de vida dos egípcios e dos cananeus, que eram dois povos com culturas e práticas totalmente diferentes, mas detestáveis. Em seguida, Jeová relaciona as práticas sexuais condenadas por ele, sem citar especificamente nenhum dos dois povos, ou seus deuses. Do versículo 6 ao 20 os israelitas são alertados contra o incesto em todas as suas formas, contra manter relação sexual com uma mulher menstruada e contra o adultério. No versículo 21, por fim, Jeová proíbe – especificamente, vale frisar – que não se ofereçam os filhos como sacrifício no templo de Moloque, em seguida, nos versículos 22 e 23, Jeová fala do homossexualismo e da zoofilia.

Se você ler todo o capítulo 18 vai observar que todas se referem a exortações contínuas, ou seja, não se abre um parêntese, pra vincular o homossexualismo apenas a uma das práticas do templo de Moloque. Jeová estabelece práticas que consideram detestáveis e as listam: o incesto, o adultério, o sacrifício de crianças a Moloque, o homossexualismo e a zoofilia. 

Continuando a ler o contexto isso fica mais claro nos versículos subsequentes. “Mas vocês, quer o israelita, quer o estrangeiro que mora entre vocês, guardem os meus decretos e as minhas decisões judiciais, e não façam nenhuma dessas coisas detestáveis. Pois todas essas coisas detestáveis foram feitas pelos homens que viveram nessa TERRA antes de vocês, de modo que a TERRA agora é impura”. Observem que Jeová se refere a toda terra impura dos cananeus, não apenas ao templo de Moloque, o que é razoável, já que Moloque era um Deus adorado apenas pelos Amonitas, uma das várias etnias dos povos da região de Canaã.

Além disso, se formos na via de regra do argumento da bíblia gay, significa então que o sexo com animais também era permitido por Deus, desde que não fosse no tempo de Moloque?

A comunidade gay que costuma atacar símbolos cristãos
agora quer uma Bíblia só pra eles. 

A tal bíblia gay só tem como objetivo ridicularizar símbolos cristãos numa clara tentativa de confrontar os evangélicos que tem sido bastante radicais no discurso contra o homossexualismo. Se a moda pegar teremos em breve a “bíblia dos adúlteros” dizendo que não é bem assim que Deus proíbe o sexo fora do casamento, ou a “bíblia sexual” que diz que não é bem assim que Deus proíbe a fornicação. E todas elas deturpando textos convenientemente às suas vontades.

Enfim é isso. Existem outros argumentos utilizados por eles para justificar ou questionar outras passagens das Escrituras que citam a relação homossexual. Eu achei interessante pesquisar e pode ser uma ótima sugestão de estudo pessoal da Bíblia pra vocês. Pesquisar e saber confrontar as críticas com argumentos convincentes é algo que toda Testemunha de Jeová deve saber fazer!

10 comentários:

  1. Era só o que faltava hein, André? Agora, além de traduzirem "estaca" por "cruz", "beijo" por "abraço terno", o nome de Deus por "SENHOR", "sepultura" por "inferno", ainda querem retirar totalmente os textos de lugar, fazendo uma "Bíblia de Babel".
    Enquanto estamos com uma Bíblia Almeida, NVI, Bíblia na Linguagem de hoje ou qualquer edição católica, conseguimos mostrar a verdade de modo exato, mesmo com esses pequenos erros nas traduções. Agora, com essa onda de "Bíblias Modernas", eles estão não apenas substituindo palavras, mas alterando drasticamente o sentido delas. E não precisamos esperar essa tal Bíblia Rainha chegar no Brasil não, meu caro. Procure na internet por um PDF da tradução "A Mensagem", e veja que estrago eles fizeram. Vou citar apenas dois exemplos:
    1ª Coríntios 6:9,10, note como a tradução foi deturpada: "Não percebem que esse não é o caminho de se viver? Os injustos, que não se preocupam com Deus, não farão parte de seu Reino. Quem usa e abusa das pessoas, do sexo, da terra e de tudo que nela existe não se qualifica como cidadão do Reino de Deus. Estou falando de libertinagem heterossexual, devassidão homossexual, idolatria, ganância e vícios destruidores. Alguns de vocês, por experiência, sabem do que estou falando, pois, não faz muito tempo, vocês estavam nessa lista. Mas foram purificados e tiveram uma nova chance, oferecida por Jesus, nosso Senhor e Messias, e pelo Deus presente em nós, o Espírito."
    Veja também Gálatas 5:19,20, que retira palavras não sei de onde, para expressar ideias não sei de quem: "Todos conhecem o tipo de vida de uma pessoa que quer fazer o que bem entende sexo barato e frequente, mas sem nenhum amor; vida emocional e mental detonada; busca frenética por felicidade, sem satisfação; deuses que não passam de peças decorativas; religião de espetáculo; solidão paranóica; competição selvagem; consumismo insaciável; temperamento descontrolado; incapacidade de amar e de ser amado; lares e vidas divididos; coração egoísta e insatisfação constante; costume de desprezar o próximo, vendo todos como rivais; vícios incontroláveis; tristes paródias de vida em comunidade. E, se eu fosse continuar, a lista seria enorme. Essa não é a primeira vez que venho advertir vocês se usarem a liberdade desse modo, não herdarão o Reino de Deus."
    Também, André, uma coisa que eu acho muito errada é essa "cruzada medieval", que os evangélicos vem fazendo contra os homossexuais. Só me falta agora acenderem fogueiras em praça pública, por favor né.
    Esses religiosos (que estão na política, veja você) não conhecem nada da Bíblia, nada do Deus que afirmam servir, e pior ainda, tentam impor suas crenças à outros.
    Nesse caso, prefiro ter a mesma opinião expressa no livro Os Jovens Perguntam, de odiar o homossexualismo como prática, mas nunca, de forma nenhuma, odiar um homossexual. Afinal, Jesus disse que devemos amar as pessoas, sejam elas quem forem, mesmo que não sigam o que acreditamos ser corretos.
    E, sabe que a atitude desses líderes me lembra muito os fariseus, que se preocupavam mais com mostrar santidade, do que "ser santos".
    Outro dia estava lendo na internet um artigo de um pastor com o título "por que você não deve ler a Bíblia todo dia", veja só. Como levar um pessoal assim a sério?
    Depois ainda dizem que a Torre tem graaaandes pecados, desconsiderando totalmente todas as coisas excelentes que vem dessa organização.
    Falou, André!

    ResponderExcluir
  2. Você falou tudo! Não existem inocentes nessa história, o problema é que por causa desses pastores celebridades, vendilhões da fé, iniciou-se uma guerra santa entre gays e evangélicos/católicos que só levará a mais ódio.

    Gosto de citar uma frase meio clichê, mas que resume o que eu acho: "Deus odeia o pecado, não o pecador"

    ResponderExcluir
  3. e preparem-se todos, porque estaremos vendo coisas absurdamente piores para os próximos anos, antes do harmagedon.

    ResponderExcluir
  4. Você dizer publicamente que a Bíblia está errada em relação ao ponto de vista de Deus para com os gays é demais. Nunca pensei que uma TJ diria que a homossexualidade é aprovada por Deus. O mundo está perdido mesmo. Eu dava tanto valor as TJ... que decepção!!!

    ResponderExcluir
  5. Em que momento eu disse que "Bíblia está errada em relação ao ponto de vista de Deus para com os gays"?

    ResponderExcluir
  6. Todo mundo diz que você gay, então eu fui na onda...

    ResponderExcluir
  7. Se hoje em dia é difícil pregar a verdade da Bíblia as pessoas, usando as traduções que elas possuem por causa das varias alterações e substituições de palavras feitas por tradutores influenciados por seus conceitos, imagina o quão difícil pregar a alguém usando uma Bíblia adulterada assim? Eles dirão: Nao, Deus nao condena a homossexualidade. (pois a versão da Bíblia dela da a entender isso) A minha Bíblia esta certa. A sua esta errada.
    Pelo que vejo esta mais perto do que nunca o tempo em que Jeová dificilmente poderá ser achado.

    ResponderExcluir
  8. O Observador...
    Afinal,o cristão fiél que é fiél a Deus e não a uma denominação religiosa, ele tem como base para suas questões A BIBLIA.
    Me perdoe se crítico estou sendo ao que li em vários comentários e questões que vcs discutem por defender o seu lado religioso, mais pelo que pude observar,vcs puxão a brasinha em defeza de sua propria denominação do que para a verdadeira fonte do conhecimento(A bíblia como sendo a palavra de Deus).

    ResponderExcluir
  9. Anônimo 1 disse "Todo mundo diz que você gay, então eu fui na onda", ou seja, você é uma Maria vai com as outras.

    Anônimo 2: Eu acredito que essa tal Bíblia Gay seja um fracasso de vendas. A maioria dos homossexuais não estão preocupados com isso. É apenas coisas de pseudos pastores querendo ganhar uma graninha montando uma seita.

    Anônimo 3: Não vi em nenhum dos comentários uma defesa de alguma organização ou de alguma igreja. Isso existe mesmo, não estou negando, mas não vi base nos comentários para essa afirmação.

    ResponderExcluir
  10. Nao existe Bíblia gay... vcs que sao adeptos ao movimento LBGT precisam acordar que a Bíblia condena o homossexualismo. Esse blogueiro André fica insistindo em defender o homossexualismo... o que vc entende por "homens que se deitam com homens nao herdarão o reino dos céus"? É uma interpretação franca e direta.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.