domingo, 14 de agosto de 2011

PARA ONDE IREI?




"Senhor, para quem havemos de ir? 
Tu tens declarações de vida eterna."
- João 6:68


Todo mundo em sua vida espiritual, seja ele católico, evangélico, judeu, muçulmano, passará por uma crise de fé. Os que são Testemunhas de Jeová também passarão. O apóstolo Pedro tinha crises de fé mesmo ao lado de Cristo Jesus que só foi fortalecida em sua plenitude após a ressurreição deste. A crise de fé não consiste deixar de acreditar em Jeová. Mas imaginar se as coisas são realmente como estão acontecendo. Nunca deixamos de acreditar em Deus, mas às vezes, deixamos de acreditar nas suas promessas, ou se realmente as coisas acontecerão como planejadas.

Durante meus 22 anos como Testemunha de Jeová já cheguei a duvidar se esta era mesmo a Organização de Jeová na terra? Sim, algumas vezes! Em parte pela minha intolerância a paradigmas, outra por gostar muito de ler e não aceitar coisas mastigadas colocadas em sua boca. Mas sabe o que me fortalecia a voltar a crer nas Testemunhas de Jeová? Essa passagem interessante registrada por João.

Imagina só! Muitos discípulos de Jesus após andar com ele, ver seus milagres e várias obras maravilhosas, decidiu abandoná-lo por causa de crises de fé ou levados pela tradicional religião dos judeus ou pela mitologia greca-romana. Jesus então perguntou aos demais discípulos que ficaram se também não queriam ir.  Pedro, que possivelmente naquela altura tinha dúvidas ou questões não explicadas sobre sua fé, disse a frase que explica qualquer desejo meu de continuar servindo a Deus nesta Organização. "Para onde havemos de ir?" Em resumo simples, Pedro talvez não entendesse tudo que ainda estava por vir, talvez não entendesse plenamente qual era a missão de Jesus na terra, mas ainda assim, em comparação à religião vigente ou às fantasias da mitologia grega ou romana, o que Jesus dizia tinha mais lógica, soava mais verdadeiro.

Esta, talvez seja a pergunta mais importante que muitos apóstatas - eu falo apóstatas mesmo, porque muitos de nossos acusadores na verdade são católicos ou evangélicos que pegam carona nas baboseiras que apóstatas falam. - não conseguem responder. Quando a imperfeição de alguém me magoava ou me deixava desapontado, eu orava a Jeová e questionava se este era realmente o grupo que ele escolheu para representá-lo na terra. Então na mesma hora eu me perguntava, "se não for, aonde haverei de ir?"

No fanatismo hipócrita dos evangélicos com sua inúmera gama de facções tradicionais, renovadas, pentencostais, neo-pentencostais, independentes, nacionais...? Ou na burocracia equivocada dos católicos com todos os seus envolvimentos com guerras, morte de inocentes, cruzadas, santas inquisições, injustiças, ditadores, riquezas ilícitas, papas charlatões e afins? Ou deveria me juntar aos muçulmanos e tentar explodir o Capitólio para morrer e deitar com 70 virgens no céu? Ou me juntar às profetadas sem nexo de Joseph Smith e Ellen White que são seguidas mundialmente por mórmons e adventistas? Talvez eu devesse virar uma pessoa zen e acreditar na paz da natureza, em buda, no deus-sol, deus-lua e mais qualquer outra coisa que fumar um orégano pudesse me satisfazer?

Queria dizer que não critico a fé das pessoas. Fui evangélico por toda minha infância até conhecer a verdade aos 12 anos. Ainda assim vivi uma vida dupla, frequentando os cultos da minha igreja e estudando a Bíblia por quase três anos. Não fui um membro marginal, eu fui professor da escola dominical com apenas 11 anos da Igreja Batista Sião. Aos 13 anos mudei para a Igreja Renascer em Cristo, fui líder do Projeto Amar. E realmente, o que pude observar, é que as pessoas tem vontade de conhecer a Deus. São pessoas que querem servir a Deus, mas lamentavelmente são enganadas por seus líderes religiosos, "empurradas de um lado para outro como ovelhas sem pastor". (Mateus 9:36)

Como colaborador da Rádio Manchete de Salvador, pertencente a Igreja Renascer em Cristo, pude conhecer a faceta hipócrita de muitos pastores, vários ministérios, várias igrejas, e perceber o quanto eles estão perdidos involuntariamente, ou deliberadamente. Se prendem a emoção, por meio de discursos sentimentais, induzidos subliminarmente e aceitar Jesus como seu salvador, são capaz de acatar qualquer bobagem que lhes digam, desde que o nome de Jesus esteja no meio. O envolvimento dessas igrejas com a política chega a ser nojento. Recentemente, um pastor evangélico que chegou a disputar o cargo de governador do DF, foi acusado de vários crimes junto com a bandidagem do governo anterior.

Já os Católicos estavam tão perdidos, que foram obrigados a criar uma vertente "evangélica" chamada hoje de Renovação Carismática, mas estes, coitados, ainda não conseguem explicar porque ainda são obrigados a adorar Maria ou utilizar imagens na adoração.

Conhecendo toda a podreira das religiões por aí, você acaba olhando para a sua própria casa e chega a apenas uma conclusão. Se você não estiver na religião verdadeira, então, lascou, não existe religião, se junte aos agnósticos porque essa é a melhor saída. Se a verdade não estiver entre as Testemunhas de Jeová, melhor virar ateu.

Assim, sou obrigado a repetir as palavras de Pedro, "para onde havemos de ir Jeová? Só tu é  único Deus verdadeiro, e somente a sua Organização na terra, faz tua vontade."

-------------------------------------------

Hoje pela manhã fiz um novo reconhecimento da área. Caramba, não achei o Salão do Reino e não achei um irmão pregando nas ruas. Será que estão em Congresso? Enfim, quando der umas 18 horas, me arrumo e fico na rua, quando eu ver alguém de pastinha na mão, seguirei até achar o Salão do Reino.

Fico imaginando como será neste novo Salão. Chega a dar um frio na barriga. Acho que agora entendo o sentimento que alguns me relataram aqui ao retornar pro Salão depois de muito tempo. Percebi que todas as vezes eu estava acompanhado de minha mãe, agora não, estarei sozinho. Será que consigo?

Se não, acho que vou lá no de Taguatinga, aonde conheço um monte de gente, alguns que possivelmente nem sabe que estou desassociado, e passarei por aquele constrangimento de explicar a minha situação. Porém é mais fácil. Sei que tem pessoas que gostam de mim lá, e mesmo que no silêncio do olhar, saberei que tenho o amor, o carinho e a torcida deles.

Vamos ver... vamos ver...

BOM DOMINGO A TODOS.


-------------------------------------------

E não é que eu tinha razão. Vou eu todo bonitinho, arrumadinho pra esquina. Espero passar alguém com pastinha na mão, e de repente, passa um ônibus deixando numa parada um monte de irmãos.

Hoje foi dia de congresso.

-------------------------------------------

Graças a um amigo distante, descobri que o Salão do Reino fica praticamente dentro da minha quadra. \o/

6 comentários:

  1. Texto simplesmente fantástico! Tenho certeza de que muitos desassociados já se perguntaram se estavam na verdade. Na condição de desassociado temos muitos sentimentos conflitantes, e assumo que como fui criado na verdade, passei por momentos de dúvidas.

    Cheguei a dar ouvidos a apóstatas para ver como reagiria. Mas notei que eles atacam as falhas de homens, mas não conseguem derrubar a verdade ensinada pela organização. Os argumentos deles são contra as falhas de pessoas imperfeitas, mas jamais me convenceram de que esta não é a verdade.

    Até hoje certas atitudes que vejo em alguns da dianteira me causam repulsa, mas me lembro de que são homens e que se não agem totalmente correto não é por culpa da associação. Antes é por que não seguem as orientações fornecidas.

    Em resumo: Não há para onde ir, pois a verdade é única e está entre o povo que serve o único Deus verdadeiro.

    Abraço André e boa semana!

    ResponderExcluir
  2. que Jeová te abençoe no seu retorno.

    ResponderExcluir
  3. ás vezes faço as mesma perguntas. Quando estou desanimado fico me perguntando se vale apena todo este sofrimento, fico confuso, mas termino por auto me disciplinar, se não estiver a verdade com as Testemunhas de Jeová com quem estará ?. A única coisa que eu nunca gostei foi da desassociação, achava que era cruel demais, mais pesquisando na net nos sites não apóstatas, procuro me convencer que este procedimento é realmente bíblico, mesmo assim, não entra na minha cabeça, que dessassociar e passar um bom tempo no gelo é uma forma de amor. Mas espero que Jeová revele isso no tempo certo, pois dói e dói, dói, dói, muito, eu também estou sozinho passando por isso e longe dos meus familiares, cai no laço do diabo, e não deu outra fui expulso da organização pelo qual passei a minha vida inteira. Ás vezes me pergunto se devido apenas um pecado seremos ferrados como um animal para sempre. Espero que os irmãos tenha um pouco de piedade em relação a nós. o rei Davi matou e adulterou, quantos de nós não fomos expulso por coisas tão pequenas. Só espero em Jeová e não mais em ninguém, peço a Ele que nos perdoe e que nos conduza até a sua casa. André a dor, a solidão realmente nos deixa confuso, mas continuo na corrida de olhos fechados e contra a minha mente, não a deixo raciocinar, sigo somente o instinto de estar na casa do VERDADEIRO DEUS JEOVÁ. VAMOS VOLTAR VOÇÊ VAI VER, SE NÃO VOLTARMOS FICAREI APAIXONADO POR JEOVÁ ATÉ A MINHA DESTRUIÇÃO.

    ResponderExcluir
  4. Vamos voltar sim Silva! A desasociação dói mesmo. Só sabe isso quem passa, e infelizmente muitas vezes os que julgam não se esforçam em aplicar a misericórdia sempre que possível, antes aplicam apenas a justiça.
    Porém, me convenci que mesmo quando erram, os anciãos estão tentando proteger o rebanho e como são homens podem errar mesmo.

    Se olharmos a história dos servos de Jeová veremos que profetas, apóstolos e outros fiéis cometeram enganos e erros, assim não podemos permitir que fiquemos chateados demais ao ponto de desistir por causa da atitude de outros.

    Ah! E tenha certeza que Jeová perdoa sim! Se estivermos arrependidos e dermos passos para voltar e lógico abandonarmos o erro, teremos o perdão de Jeová.

    Lembre-se das palavras consoladoras do Salmo.105:8-14:Jeová é misericordioso e clemente,
    Vagaroso em irar-se e abundante em benevolência.
    Não ralhará para sempre,
    Nem ficará ressentido por tempo indefinido.
    Ele nem mesmo fez a nós segundo os nossos pecados;
    Nem trouxe sobre nós o que merecemos segundo os nossos erros.
    Pois assim como os céus são mais altos do que a terra,
    Sua benevolência é superior para com os que o temem.
    Tão longe como o nascente é do poente,
    Tão longe pôs de nós as nossas transgressões.
    Assim como o pai é misericordioso para com os seus filhos,
    Jeová tem sido misericordioso para com os que o temem.
    Porque ele mesmo conhece bem a nossa formação,
    Lembra-se de que somos pó.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite André!

    Faziam dias que estava querendo vir deixar um comentário nesse POST, mas pelo que tinha notado, tudo que eu poderia dizer, outros já disseram.

    Mas, hoje, aproveitando esse tema “PARA ONDE IREI” quero deixar aqui para você, para o Washington e outros sinceros que lêem esse blog procurando certa forma de apoio e que continuam confiando em Jeová e na sua organização que:

    Hoje termina a minha disciplina. Com a ajuda de Jeová e muito esforço nesse período todo ACABOU! Chegou ao fim ENFIM!!! E com a ajuda de Jeová espero NUNCA mais passar por essa situação novamente na vida. Hoje à noite será dado o anúncio da minha readmissão. Não fazem idéia como estou feliz e ao mesmo tempo nervoso. Saudades dos amigos, da minha própria família, de ir ao campo, de dirigir estudos, de ter onde ir no final de semana, de acordar cedo para ir ‘começar mais cedo’ com os irmãos, estar no campo, revisitas, dirigir estudos! Enfim...não vou mais precisar sair do Salão logo após o final da reunião. São tantas coisas boas que não dá para mencionar tudo!!! Eu estava com muito medo que não fosse agora e tivesse que esperar mais. Mas Jeová mostrou-se como sempre um Deus observador e amoroso que sabe quando seus servos agüentam ou não. Ele sabia que eu não estava agüentando mais. Vinha a algum tempo perdendo a alegria, ia para as reuniões com mais pesar do que alegria. Mas em momento algum pensei em desistir.

    Reconheço que isso que está acontecendo agora é graças a misericórdia de Jeová e ao sacrifício de Jesus. Agradeço muito a Jeová por me aceitar e me acolher novamente.

    Vim escrever aqui antes de chegar a noite não para deixá-los triste, mas para se possível, animá-los. Ficarei feliz de saber quando chegar a ocasião de vocês!!!

    QUE JEOVÁ OS ABENÇÕE DIA APÓS DIA. Não desanimem e não permitam que a tristeza e pensamentos negativos os façam desistir. Se já chegamos até aqui o melhor SEMPRE é continuar. Jeová há de recompensar!!!

    Grande abraço, grande mesmo com terno amor cristão para que fiquem bem e logo informem que oficialmente retornaram para a organização do único Deus verdadeiro, Jeová.

    Caso não venhamos a nos conhecer pessoalmente nesse velho sistema estou certo que quando o Paraíso estiver estabelecido teremos a oportunidade de nos vermos e dizer: VALEU A PENA PERSEVERAR!!!!

    ResponderExcluir
  6. Sou igualzinho, quando surge alguma dúvida e fico refletindo sempre lembro desse texto... Mais pura realidade, pois se olhar ao redor não vê nada que preste. Primeiro que 99% das religiões que se dizem cristãs adoram a trindade, então isso automáticamente já as desclassifica como opções, pois é melhor ficar sozinho do que se envolver voluntáriamente numa violação ao 1º mandamento. Depois é só ver a bagunça de doutrinas que existe... Milhares de seitas protestantes, dando a luz a mais seitas todo santo dia. A igreja adventista apesar de ter bons acertos doutrinários em relação as protestantes, ainda se dividiu em 3 facções, e tem uma visão extra-bíblica, a da profetisa. Igreja católica dispensa comentários... Aí tirando mais algumas absurdas visões da bíblia só restam outras religiões, e essas eu dispenso de vez mesmo.

    Quando olho pra tudo o que tenho na organização, examino sinceramente e vejo que por trás de tudo, entre erros e acertos da organização, realmente há evidência sólida de que tudo é feito com sinceridade e busca da verdade e entendimento correto das escrituras, me sinto imensamente grato a Jeová por ter me atraído.

    Se eu saísse certamente passaria o resto da vida me perguntando se fiz a coisa certa, imagino que esse aspecto é uma das motivações que permeiam a mente de muitos apóstatas incansáveis que perseguem as Tjs. Com certeza muitos deles ficam pensando nisso, e daí um motivo para viverem atazanando as Tjs e tentando provar que estão erradas, pois se as Tjs estiverem (E acredito piamente que estão) certas eles provávelmente (Não sabemos, quem sabe é Jeová, mas tudo indica que sim) estão ferrados!

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.