quinta-feira, 4 de agosto de 2011

CONVEXO E RECONVEXO

Ando escrevendo pouco, é verdade. Admito que parte é por preguiça e outra por falta de assunto. Uma amiga reclamou no MSN: "André, gostava mais de suas postagens quando não era desassociado. Eram mais polêmicos, mais ácidos. Agora você anda muito 'cristão'." E de fato é verdade. Antes eu era apenas mais um irmão rebelde falando coisas que alguns pensam, mas não tem coragem de dizer, para não parecerem rebeldes. Hoje, estou desassociado, e qualquer coisa que eu fale vai parecer apostasia.

Além disso, conheci alguns desassociados que estão bastante fragilizados e temo escrever algo que possa abalar ainda mais a condição espiritual de cada um e acabe me tornando uma pedra de tropeço. É uma posição complicada que acaba por me trazer uma responsabilidade grande.

O problema é que meu instrutor sempre me deu liberdade para fazer minhas escolhas. Ele dizia que devemos aprender a amar a Jeová pela razão e não pela emoção. Inteligente que é - hoje é coordenador de uma congregação, e teve inclusive, o desprazer de conduzir a Comissão Judicativa que me desassociou - me ensinou o prazer de ler e pesquisar. Ler, pesquisar te faz raciocinar, e justamente por isso, nunca me permitir ser "irmão largatixa", aquele que balança a cabeça para tudo que te dizem.

Detesto paradigmas e clichês. Se o próprio Deus todo poderoso Jeová se permitiu ser questionado por um  de seus servos, porque não posso questionar aquilo que eu não concordo nas publicações? (Compare com Gênesis 18:20-32) Devo ser conhecido em Betel pelas dezenas de cartas que envio respeitosamente mostrando minha opinião sobre as coisas, e pacientemente respondido e  rechaçado, na maioria das vezes, por argumentos convincentes.

É assim, simples assim, leiam,  pesquisem, duvidem, e permita que o espírito santo de Jeová entre nas suas mentes dando-lhe conhecimento exato e que vocês possam caminhar com as próprias pernas.   Mas os néscios, os medianos, aqueles que não se esforçam de pegar uma Bíblia, para ler e tentar entender as questões espirituais, costumam me chamar de rebelde.

Como sempre ocorre, na falta de argumentos, me chamam de Apóstata! E agora, como desassociado, é mais fácil ainda, e acreditem, isso me magoa muito. Por outro lado, claro que sei ter conhecimento pode enfunar, ter por ter, de nada vale. Judas Iscariotes "conhecia" Jesus Cristo e de nada adiantou. Não é o principal, mas é primordial. - João 17:3; 1 Cor. 8:1-3;

Por fim, recebi um comentário de que estou formando uma religião de desassociados! (sic).  Quem escreveu deve ser um dos "Superfinos Apóstolos" no altar de sua arrogância espiritualista. Não sabe o que é ser desprovido do convívio dos amigos, de pessoas que amam, de às vezes procurar alguém apenas para poder comentar sobre um discurso que ouviu ou como um cântico é lindo e toca seu coração. Não sabe o que é se sentir sozinho no mundo. Sinto pena de quem escreveu isso, porque no fundo, lá no fundo, ele não percebeu a grandiosidade de um dos frutos do espírito de Deus - o amor - e não sabe o que é humildade. Mas por outro lado, oro a Jeová para que nunca passe pela situação que nos encontramos.

JEOVÁ, NOS ABENÇOE E TENHA MISERICÓRDIA DE TODOS NÓS!

6 comentários:

  1. André. Desejo que alguns desses que reclamam de nós nunca façam nada errado, pois um dos testes dos verdadeiros adoradores é a hulmidade, e sem querer menosprezar poucos fariam o que nós estamos fazendo procurando reverter as nossas falhas. Poucos e bem poucos seriam humildes para suportar o gelo, alguns irmãos maus educados, pensando que somos demônios, quando estamos no salão cantam bem alta perto da agente, eu particularmente fico com medo, por duas vezes isto aconteceu comigo no salão do reino, pobre desses, eles não sabem que não estamos lá por causa deles mas exclusivamente por causa do nosso verdadeiro Deus.
    A dessassociação por si só já dói bastante na gente, isto envolve praticamente toda a nossa vida, e ter que suportar alguns que não gostam da gente mesmos na condição de dessassociado é de lascar. Mas eu espero unicamente em Jeová não nestes de carne humana, fico feliz com os que demonstram amor e respeito por nós e vejo que nem tudo está perdido. Agradeço a Deus por tudo, pois somente Jeová é merecedor deste ato que estamos fazendo, ou seja, buscá-lo mesmos dessassociados. Quantos não escondem suas condutas e tem medos de relatá-las?, eu confessei mesmo sabendo das consequências, estou com a consciência tranquila, fico feliz só em estar adorando o verdadeiro Deus, se eu passar com vida será um dádiva sem tamanho,se não, fico feliz pelo tempo que estive lhe procurando e adorando-O. Espero que alguns irmãos com atitudes impensadas não nos afaste do verdadeiro Deus, pois certamente Jeová cobrará deles, basta cumprir a orientação biblica de não falar com agente já está de bom tamanho, não demonstrem menosprezo pela gente, pois não estamos no salão para lhes agradarem, mas unicamente a Jeová, se fosse por tais irmãos já mais sairia de minha casa para suportar tal condição.

    ResponderExcluir
  2. é difícil viver no mundo,e não ter com quem dividir seus problemas,pois quando se está desassociado,a pessoa morreu para a organização de Jeová,então é natural que quando alguém encontra este blog,acabe desabafando seus problemas,pois existem pessoas aqui,quem tem sentimentos bem como os que estão dentro da organização de Jeová.

    ResponderExcluir
  3. Discordo do comentário acima quando diz que "quando se está desassociado, a pessoa morreu para a organização de Jeová". Embora infelizmente haja pessoas que tratem alguém nessa situação de forma questionável, não se dá assim com a maioria. O desejo de Jeová é que o errante possa se restabelecer e voltar ao convívio, e tal desejo é compartilhado por todos aqueles que amam verdadeiramente seus irmãos. Alguém internado num tratamento sério não morreu para seus parentes só porque está afastado deles.

    ResponderExcluir
  4. É fato! A organização e a bíblia são contra a idéia de aceitar tudo que se diz sem ter convicção própria. Somos incentivados a pesquisar e isso certamente fortalece nossa fé. Muitos (as vezes anciãos) querem impor seu ponto de vista aos demais irmãos e as vezes quando discordamos somos mal interpretados. Hoje temos de ter cuidado maior pois como disse o André podemos ser taxados de apóstatas.

    É lamentável, mas muitos irmãos condenam o fato de desassociados terem este tipo de contato que temos aqui. Já mencionei que foi dito da tribuna que os desassociados não podem conversar entre si. Mas continuo batendo um papo encorajador com o irmão aqui desassociado após as reuniões. Temos nos fortalecido.

    Comentários como estes de que está formando uma religião de desassociados soa como alguém chateado por ver que estamos nos esforçando para retornar e ao mesmo tempo nos fortalecendo.

    Vamos voltar todos nós para Jeová, por que Ele nos quer no seu rebanho. Não vamos jamais permitir que qualquer coisa nos faça desistir. E quando estiver desanimado por qualquer motivo venha aqui e se expresse, pois certamente alguém irá ser de ajuda e força.

    Abraço a todos! E obrigado pelo encorajamento.

    ResponderExcluir
  5. Puxa vida!!Nunca fui desassociada, nunca fui repreendida, nunca estive em uma comissão judicativa, fui pioneira durante 16 anos da minha vida, nesse período fui pioneira auxiliar, regular e especial, hj sou uma boa publicadora, mas, nunca consegui entender por que alguns irmãos têm esse pensamento equivocado sobre o assunto. Como pode alguém que está[a dentro da organização de Jeová, passar a impressão pra quem está temporariamente desassociado, que ele não é importante? Ou que é superior a ele por não estar desassociado? Quem de nós pode dizer que nunca vai passar por isso? TODOS NÓS SEM EXCEÇÃO ESTÁ SUJEITO A COMETER UM ERRO QUE PODE NOS LEVAR A SER DESASSOCIADOS.Por que? Por que vivemos em um mundo que cada dia que passa é mais difícil vencer as investidas de Satanás, mas, o importante é que isso não nos afaste de Jeová, é só um tempo pra refletirmos em como está a nossa relação com ele, só pra sermos disciplinados... precisamos disso, senão vira a FARRA DO BOI, como é nas outras religiões. Não somos como os outros, somos o povo de Jeová, somos os únicos que temos a verdade, o que é uma desassociação pra tirar essa convicção de quem ama a Jeová? Tenho a plena certeza que deve ser muito difícil, mas, podemos contar com o amor de Jeová, ele disciplina aquele que ama. E é isso que move aqueles que o amam de verdade a passarem por isso, devemos mesmo sem conversar tentar passar que queremos ele novamente em nosso convívio, pois, reconheceram o erro, aceitaram a correção e por amarem a Jeová, aceitam passar por uma situação que de certa forma é humilhante. Nenhum de nós pode dizer que faríamos o mesmo, só quem já passou ou está passando é que sabe o sentimento que existe dentro do coração quando se está nessa situação. Jeová e os anjos se alegram quando retornam a organização, mas, retornam quando deixaram de estar conosco, e em qual situação aquele que somente foi desassociado, mas, nunca deixou de estar conosco está? De onde ele retorna? De lugar nenhum!! Ele nunca saiu do nosso meio, está apenas esperando o tempo até acabar a disciplina! É só isso.Acho que seja esse o seu caso Andre, aguenta firme que esse dia ja deve estar quase chegando.

    ResponderExcluir
  6. força é o que este blog esta me dando quem dera que aqui em tres marias mg tivesse pessoas que pudessem se reunir para comentar sobre as bençãos de jeova estou dessassociado mas triste de ver outros na mesma situação que leva uma vida de farra e despreZo pelo que aprenderam nas escrituras me entristece e me deixa deprimido COM CERTEZA SE MARAVILHARIA DE VER A BIBLIOTECA DE MEU PAI E DO VASTO CONHECIMENTO DELE HOJE COM SEUS 73 ANOS E FIEL A JEOVA)quando muitos me taxam de enfunado , não apenas utilizo da melhor maneira a vasta biblioteca biblica de meu pai que e cristão(VC desde 1956 e tem uma bblioteca que duvido que muitos anciãos tenham um dia tiro foto e envio para vcs. ta dificil deixar de ler e ir domir . OBRIGADO jeovA.... ZEQUIEL

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.