domingo, 19 de junho de 2011

ESPIRITUALMENTE FORTES

"E aquele que não aceita a sua estaca de tortura e não me segue não é digno de mim."
- Mateus 10:38


Estou desassociado. E se estou nesta condição significa que cometi um erro, um pecado grave segundo as normais justas de nosso Deus. E assim como Rei Davi e todos outros servos fiéis de Jeová que cometeram erros, estamos sendo devidamente corrigidos ou pagando pelas consequências de nossas decisões. Talvez por isso mesmo, quando um amigo, Márcio, um irmão que também está desassociado e sofre muito por isso, me perguntou se eu era uma pessoa espiritualmente forte, fiquei inerte por alguns segundos e a única coisa que poderia responder era: "Ora, estou estou desassociado, como posso ser uma pessoa espiritualmente forte?"





Eu não gosto muito desta expressão utilizada pelos irmãos. Acho que todos nós devemos nos fortalecer espiritualmente, mas como alguém que "não atinge a glória de Deus" pode ser considerado espiritualmente forte por alguém, que não seja o próprio Deus Todo Poderoso? Pela sua regularidade ao serviço de campo? Pelos privilégios que possui na congregação? Pelos excelentes comentários cheios de vocabulários e pesquisas bíblicas? Pela postura de seriedade? Pelo pouco número de repreensão ou pelo fato de nunca ter sido desassociado antes? Não acho que esses parâmetros que as pessoas costumam utilizar quase como clichês sejam formas corretas de mensuração se alguém é, ou não, espiritualmente forte. Na verdade, o apóstolo Paulo sobre isso, até chegou a escrever: "...quem pensa estar de pé, acautele-se para que não caia." - 1 Cor 10:12.

Conheci anciãos e pioneiros que sucumbiram à fornicação; pessoas que davam ótimos comentarios assim com davam ótimas cantadas nas garotas não-cristãs da escola, pessoas que na congregação pareciam sérias mas no trabalho pareciam piores que mundanos. Hipócritas? Não! Seres humanos, imperfeitos, porém que não tomaram cautela para que não caísse. Não quero falar destes, cada um com seu cada um. Hipócritas são aqueles que estabelecem que alguém é "espiritualmente forte" por aquilo que vê. - Compare com 1 Samuel 16:7.

Lembrem-se que Raymond Franz era um cristão ungido, membro do Corpo Governante e depois virou um apóstata. Um coordenador de certa congregação fornicou com a esposa pioneira regular de um outro ancião, e ambos, antes disso, eram considerados "espiritualmente fortes". Quantas pessoas assim você já viu cair? E quantas pessoas que eram tachadas de espiritualmente fracas estão até hoje servindo como Testemunhas de Jeová, mesmo com todas as suas imperfeições? Por favor, quando voltarem, não entre nessa. Não estabelecam parâmetros infundados sobre o que é forte e o que é fraco. Seguir os princípios de Jeová são difíceis e complicados, dependendo de vários fatores como criação, costumes e culturas. Uma pessoa criada no interior com costumes conservadores tem muito mais facilidade de se adaptar a regra de se "vestir com modéstia" do que uma pessoa criada numa cidade grande litorânea. Mas isso não estabelece que ela seja mais forte que a outra.

É por isso que o Rei Davi e o Apóstolo Pedro são meus inspiradores preferidos. Eram imperfeitos, tinham defeitos, manias, pecados, mas ainda assim, amavam a Jeová acima de tudo. Isso não significava que estavam sob uma ótica de se considerarem espíritualmente fortes. Como considerar uma pessoa que adulterou e assassinou alguém espiritualmente forte? Como dizer de um apóstolo que falava demais, que agia sob impulsão e que rejeitou Jesus Cristo por três vezes, fosse alguém espiritualmente forte? Mas eram, em seus corações, Jeová sabia que apesar dos seus erros, eles o amava de verdade.

Não quero me comparar a nenhum deles. Não chego sequer à unha do pé. Mas conheço vários "Pedros" e várias "Davis", que mesmo não sendo considerados pessoas espiritualmente fortes, pelos padrões estabelecidos por alguns, continuam servindo a Jeová dia e noite, e por Ele, são considerados fiéis, porque para Deus, não importa a sua aparência, mas aquilo que você sente dentro do peito.

Mesmo que estejam temporariamente desassociados.

21 comentários:

  1. É a mesma coisa quando falamos de horas de serviço de campo. O que vale mais, 50 ou 70 horas de caminhadas pelas ruas, falando com um ou outro que passa, ou 10 horas recheadas com boas palestras bíblicas, revisitas, estudos bíblicos progressivos,etc?

    Ou então, não faltar uma reunião semanal mas com a publicação em branco, ou, eventualmente estar ausente nessa ou aquela reunião, mas ter Adoração em família, leitura da Bíblia diária, estudo pessoal da Bíblia e meditação?

    Temos de ter cuidado para não julgar os outros, mas sim amar uns aos outros e suportar (no sentido de dar suporte, apoio) uns aos outros.

    ResponderExcluir
  2. Nada a ver esse post. Percebi que você não se cansa de dizer que é um desassociado (deve estar gostando) e e sempre lembra erros de irmão tal, fulano que era ancião.
    Enfim, sempre criticando.

    ResponderExcluir
  3. Critique com conteúdo, questione minhas afirmações com argumentos convincentes, não seja mais um dos néscios cuja inspiração me fizeram escrever este post.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu post...
    eu tb penso assim, e tb acho que deveria mudar a forma de um dessasociado ser readmitido...pq só Deus conhece o coração dos pecadores, não adianta ficar 6 meses...ou 1 ano...esperando p poder voltar a adoraçaõ, acho que isso até atrapalha a volta de muitos irmãos...enfim...
    mas é verdade só Jeová conhece o coração e pode nos julgar

    ResponderExcluir
  5. Na verdade, não quis ser tão específico. Só quis mostrar que ao contrário do que muitos pensam, não existe pessoas "espiritualmente fortes". Existem pessoas que amam a Jeová e querem fazer a Sua vontade, inclusive, quem está hoje desassociado.

    Mas já que você tocou no assunto, soube hoje que os anciãos pediram para o irmão desassociado que assiste as reuniões comigo, para ele esperar "mais um pouco". Complicado, isso, mas não posso julgar.

    ResponderExcluir
  6. André, tenho falado isso com irmãos desassociados como eu. Eu tinha o hábito de taxar outros como fracos e evitar associação intima com estes, que faltavam reuniões, eram "fracos" no campo, etc. Hoje, na condição que estou passei a ver o erro de estabelecer padrões pessoais. Jeová vê o coração e Ele é maior do que o nosso coração.

    Assim, alguém muito forte espiritualmente para mim, talvez não tenha o favor de Jeová, pois poderia ter vida dupla. Ao mesmo tempo, alguém fraco para mim pode ser alguém muito valioso para Jeová que busca sinceridade nos que o servem.

    Eu essa semana ouvi da minha esposa alguns comentários feitos sobre mim: Ela disse, que um irmão comentou com outro que foi no quintal onde eu moro(há outras casas no quintal) e ouviu a música alta na minha casa, e teria comentado: agora tá desassociado faz o que quer! Outro teria dito para uma amiga da minha esposa: Vi o washington com camisa do flamengo na rua, agora que tá desassociado, bla bla bla. E nem era do Flamengo era do Liverpool. RSRSRS!

    Jamais vou julgar alguem por usar esta ou aquela camisa, ou por ouvir uma música alta na sua casa. Mas no passado também agi assim, querendo estabelecer meus padrões de quem é forte e quem não é.

    Hoje me esforço a viver em harmonia com a orientação de Jeová de considerar os outros superiores a mim.

    Sobre o amigo que foi orientado a esperar, diga para esperar em Jeová. Eu mandei minha carta ontem e nela disse que espero voltar se for a vontade de Jeová. Caso os anciãos digam para esperar um pouco e apresentem os motivos, estou disposto a esperar, pois confio plenamente que Jeová dirige sua organização através do seu Filho Jesus. Affinal estou nesta condição por que não segui estritamente a Jeová. Não quero cometer o mesmo erro.

    Desculpe por me alongar muito.

    ResponderExcluir
  7. Achei o seu blog por acaso, ao pesquisar uma informação sobre Russell.
    Sua condição de desassociado arrependido, assim como de qualquer outro desassociado que, após o anúncio da desassociação, continuam ou passam a assistir regularmente as reuniões, são invariavelmente, provas vivas de erro no julgamento.
    Explico: a desassociação só se justifica em caso de não arrependimento. Aliás, há uma instrução clara, que a Comissão Judicativa deve se reunir com calma com o transgressor e tentar induzi-lo ao arrependimento.
    Falo isso, com a experiência de ter participado de algumas Comissões de Apelação e ter revertido pelo menos três desassociações. Também participei de Comissões que desassociaram membros impenitentes da Congregação. Mas sempre foi muito doloroso para mim.
    Portanto, tenha paciência e persevere, pois Jeová é misericordioso. Pense no exemplo de Manassés e próprio Rei Davi. Não foram julgados e condenados pelos seus pecados, mas sim pelo seu arrependimento, contrário de Ananias e Safira, que hipocritamente tentaram lograr o espírito santo.
    Sei que é muito difícil combater sentimentos negativos, mas isso também é um aprendizado e visa nosso refinamento.

    ResponderExcluir
  8. Washington, eu também passei por uma fase de arrogante espiritual. Acho que é inato de nossa imperfeição msm. Mas precisei "cair" e sentir a misericórdia de Jeová para aprender sobre a humildade.

    Atualmente discuto muito com minha irmã porque ela é um pouco assim: adora tachar pessoas de "fracas" ou "fortes".

    Enfim somos imperfeitos e temos que aprender a lidar com isso, até porque aprendi que Jeová faz muita gente aprender sobre a humildade à carboreto.

    Quanto a camisa, vou te mandar uma camisa do Vitória. Como costumam brincar comigo aqui em Brasilia, ninguém sabe que é time mesmo. Rsrs

    ResponderExcluir
  9. ANDRE LAGO.sei que nao sou uma pessoa apropriada para te dar conselhos pois estou numa condiçao condenavel por enquanto.disse que nao ia postar mais comentarios no seu blog.mas a solidao me leva a fazer isso.eu acho que quando vc for readmito tera de excluir todos os comentarios que foram postados quando vc foi disciplinado.mantenha seu blog.como era antes de vc ser desassociado.se estiver errado pode me corrigir.

    ResponderExcluir
  10. ANDRE LAGO.sei que nao sou uma pessoa apropriada para te dar conselhos pois estou numa condiçao condenavel por enquanto.disse que nao ia postar mais comentarios no seu blog.mas a solidao me leva a fazer isso.eu acho que quando vc for readmito tera de excluir todos os comentarios que foram postados quando vc foi disciplinado.mantenha seu blog.como era antes de vc ser desassociado.se estiver errado pode me corrigir.

    ResponderExcluir
  11. a desassociaçao tem sido pra mim uma forma de refinamento espiritual.mas luto contra sentimentos de inutilidade,sentimentos de inferioridade,sentimentos de desvalorizaçao,sindrome do panico,transtorno bipolar,mente pesada,desanimo,solidao.mas nao fico parado inerte.embora sou sozinho na verdade ultimamente tenho buscado imformaçao a respeito de todos esses problemas atraves das publicaçoes e nao falto as reunioes embora ultimamente tou indo como se jeova pegasse na minha mao e me levasse no salao.mas se o apostolo paulo venceu sua luta por que confiou e foi fiel a jeova eu posso tbem.mas ta dificil,bom nao ta facil pra ninguem.e bom ponderar nisso tbem

    ResponderExcluir
  12. nao posta este tipo de comentario,torrentower

    ResponderExcluir
  13. poxa sera que essas pessoas que abandonaram a jeova e viraram apostatas elas nao sentem remorço em falar mal de jeova,poxa elas apredenderam sobre o armagedom ea as profecias que levam ao armagedom,sera que quando elas veem noticias de terremotos guerras,revolta e quedas de governos que esta acontecendo tudo agora.sera que elas nao sentem medo seila temor,nao sentem desejo de voltar pra jeova.

    ResponderExcluir
  14. Márcio, vc é uma pessoa fantástica, tem um coração de ouro e tenho certeza que Jeová e seu filho tem olhado com carinho pra vc. Suas palavras tem sido de grande encorajamento. Que nosso Deus te abençõe.

    ResponderExcluir
  15. Pode mandar André. A camisa do Vitória é bonita. Força aí mano!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. TOU LENDO O LIVRO PROCLAMADORES,O NOME DELE APAREÇE NESSE LIVRO ACHO QUE ATE LI,MAS ESQUEÇI.

    ResponderExcluir
  18. assim pesquisei o assunto raymond franz foi sobrinho de frederic william franz 4 presidente da organizaçao de jeova.eu nao vou falar de raymond franz vou falar de frederick william franz.que foi fiel testemunha de jeova.foi apenas mais um humano usado por jeova para a divulgaçao das boas novas,assim como russel,rutheford,o irmao kinor.tou lendo o livro proclamadores e tou vendo como jeova usa humanos embora imperfeitos mais fieis a ele para divulgagaçao do reino.assim como ele usou muitos profetas para tal proposito.ler o livro proclamadores so me reforça que realmente sirvo a unica organizaçao verdadeira a organizaçao de jeova.

    ResponderExcluir
  19. E COMO ANDRE COMENTOU JUDAS ANDOU 3 ANOS COM FILHO DE JEOVA E DEPOIS O TRAIU.

    ResponderExcluir
  20. quando fui desassociado o irmao anciao disse que eu podia apelar,mas nao tava arrependido,tinha medo do que os outros iam pensam da minha pessoa.mas a desassociaçao me fez pesquisar sobre a pessoa de jeova como nunca antes.resumindo me fez me achegar a ele.lendo os livros que jeova nos forneçe,ate jovens pergumtam ando lendo olha que tenho 30 anos e a ultima vez que li esse livro tinha uns 14 anos.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.