domingo, 5 de junho de 2011

CONSELHOS QUE EU ENTENDO

Eu tenho um amigo cujo apelido é Groselha. Conheci entre um dos longos caminhos entre Luziania e Brasilia, desde então é muito único amigo "mundano" que tenho. Apesar do nome, o cara é bonito pacas. Alto, branco, cabelos lisos, sotaque gaúcho da cidade de Santa Maria-RS, de onde é natural, olhos claros e um bom humor. O tipo de padrão estabelecido da beleza. É um tipo de homem que faz com mulheres olhe por uma segunda vez. Ele sempre respeitou minha fé, mas fazia duras críticas à questão do Sangue e a questão da Desassociação da "minha igreja". Apesar disso, nos damos bem, é o amigo menos ruim que eu achei na minha fase temporária no mundo. Groselha sempre foi muito confiante, até que semana passada sua namorada o largou, e ele desconfia que ela já está saindo com outro. Dificil de acreditar, até pra mim, pois como costumo brincar com ele, "cara, seu fosse mulher, até eu ia querer ficar contigo". Mas irônicamente se antes saíamos para ele ouvir minhas mágoas; agora é vez dele. Incrível, como as coisas mudam.

O irmão da minha ex-esposa está na mesma situação. Curiosamente, quando eu ainda estava naquela fase de tentar reconquistá-la, ele dizia, que eu era besta, que eu devia seguir a vida,que eu devia pegar outras mulheres e coisas que os machos não-cristãos costumam dizer quando querem demonstrar que são machos de verdade. Entrementes, a mulher dele o largou, e agora ele está na mesma situação, chorando, querendo voltar pra ela. Ele me ligou hoje e a atitude normal, mesquinha e vingativa nossa é dizer a mesma coisa né? Mas como cristão, embora desassociado, li para ele alguns textos bíblicos, algumas frases filosóficas padrão e o reconfortei, como gostaria de ser reconfortado há uns seis meses atrás.

Aprendi com isso, que as coisas podem mudar. Situações, pensamentos, ideologias, condições, e precisamos estar sempre preparados para ele. Confirmei, também, que conselho bom é conselho de quem já passou pela mesma situação que você está passando. É muito fácil dar opiniões sobre a vida das pessoas quando não sentimos na pele o que ela está sentindo. Por ser uma pessoa, de certa forma, popular e fazer muitos amigos, tenho no trabalho uma horda de pessoas sempre com um conselho pronto para dar. Arrume outra mulher, fulana é linda e combina com você, até o fato d´eu estar solteiro há 09 meses, desde que me divorciei, foi motivo para questionarem minha masculinidade! Mas enfim, quando você está pronto para essas pequenas situações, e principalmente, quando você sabe que as pessoas que não são Testemunhas de Jeová, e portanto, não sabe nada sobre você, dão conselhos, o melhor é ignorar e deixar entrar por um ouvido e sair pelo outro.

Pensem nisso quando ouvir seu próximo conselho enquanto estiver desassociado(a).

5 comentários:

  1. jo soares criiticou sua religiao sexta feira numa entrevista com um ex crente. ja ta no youtube. mais estranho que no site da globo justamente essa entrevista nao está

    ResponderExcluir
  2. Deve ser por isso que eu acho Jô Soares um imbecil.

    ResponderExcluir
  3. o ateu que esteve presente no jô,não criticou diretamente as testemunhas de jeová,os alvos de ataques foram os pentencostais,visto que o Fábio Marton,fazia parte do"exército da salvação",uma denominação neopentecostal,quando o assunto girou em torno das "testemunhas de jeová",mostrou-se desconhecimento de ambas as partes,e o Jô,com todo o respeito é um dos melhores comediantes deste país,então tudo foi levado no tom da brincadeira e é isso que faz do jô uma pessoa carismática,um beijo do gordo!

    ResponderExcluir
  4. Esclarecido, então. É que eu não costumo assistir Jô Soares e como não houve repercussão, se vê que não foi nada demais.

    ResponderExcluir
  5. Acho ke as pessoas deviam conhecer melhor antes de julgar alguem

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.