sexta-feira, 25 de junho de 2010

ESTRELAS


“A todas [as estrelas Deus]
chama pelos seus nomes”
- Sal. 147:4




As estrelas são uma das coisas que mais fascinam astrônomos e astrólogos. Os primeiros de forma científica devido a grandiosidade do universo. Os últimos pela forma charlatã que engana um monte de incautos que acreditam que as estrelas pode revelar o futuro ou controlar o destino das pessoas.

É incrível como o conhecimento liberta. Até os meus 7 ou 8 anos, acreditava fielmente que as estrelas controlavam minha vida. Eu tinha o costume de comprar uma revista que tinha uma previsão diária, todo o ano, para o signo o qual eu faço parte. Eu lia essa revista, assim como lemos o Examine: antes do café, para refletir e verificar o que os “astros” planejavam para mim, e na maioria das vezes, o engano de nossa mente junto com a astúcia do diabo, faziam com que eu tivesse a impressão de que tudo estava realmente acontecendo conforme a previsão.

Mas nada como tomar um tapa na cara, literalmente, para acordar do engano. Me lembro que estava de férias na casa de minha tia em Nazará-BA, e muito interessado numa menina. Ao ler o meu horóscopo, vi algo como “hoje dia propicio para o amor, vá em frente” e sem mais nem menos, resolvi dar um beijo de surpresa nesta menina. Resultado: além do tapa na cara, ainda fiquei de castigo, uma vez que a mãe da menina veio reclamar com minha tia, que sua filha “puríssima” tinha sido atacado por mim.

Despois desse dia, tomei tanta raiva desse negócios de horóscopo que passei a acreditar menos, até que finalmente quatro anos depois, por meio do Estudo da Bíblia, vi que tudo não passada de uma grande mentira.

2 comentários:

  1. André, acho que voçê ouvia muito a Tete Espíndola quando era pequeno, " meu amor, nosso amor está escrito nas estrelas..."

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.