quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Perdendo a batalha...

Logo após a cirurgia os médicos fizeram uma nova bateria de exames e constatou que Bia continuava muito anêmica. Uma das médicas, Dra. Melinda, que colabora com a COLIH demonstrou preocupação mas informou a minha irmã que continuaria o tratamento com o EPO. Durante 03 dias Bia não reagiu ao medicamento, que até como os irmãos da COLIH alertaram, os efeitos costumam demorar. No quarto dia Bia, diante da anemia forte e uma infecção no estômago passou a ter arritimia cardíaca. Depois de muita conversa, Dra. Melina, disse que esperaria mais um dia para ver o efeito do EPO.

No domingo à noite, um novo médico no plantão, após examinar os exames da Bia e verificar a arritimia cardíaca decidiu que iria transfundir sangue na menina. Desta vez os irmãos da COLIH agiram rápido e logo estavam conversando com a equipe médica do hospital. A Dra. Milinda, que tinha nos dado seu telefone particular se dirigiu ao hospital, tentou convencer os demais médicos, mas no fim, prevaleceu o desejo da equipe médica.

Para não dizer que o estrago foi grande, a equipe acatou o nosso pedido de aplicar o mínimo de sangue possível e apenas 40ml de sangue foi aplicado em dois dias seguidos. Felizmente, e por ironia do capeta, Bia começou a reagir após a transfusão de sangue multiplicando o número de hemoglobinas. Agora ela está se recuperando e tem previsão de alta no dia 22.

...mas ainda não a guerra!

Bem, Jeová sabe o quanto tentamos e o quanto minha irmã foi forte e decidida quanto à sua posição. Graças ao diabo, o sangue foi transfundido, mas graças a Jeová, ela viverá para crescer, firme, forte e e tornar uma serva do Deus Altíssimo.

6 comentários:

  1. André,...Jeová sabe da luta e da lealdade de todos os seus servos, podemos lutar até o nosso limite...se fugiu do nosso alcance, apartir daí a dívida não é mais nossa... e Jeová a cobrará...
    Lógico que ficamos tristes pela transfusão... a vitória foi realmente do capeta...
    Mas a vida da Bia...essa é de Jeová ela entre nós ou não.

    Abraços à família e um especial na Sílvia essa irmã que ainda não conheço mas como todos, sentir a dor dela no meu coração.

    ResponderExcluir
  2. Olà Andrè, sò quem vive uma determinada situacao ou problema do genere pode realmente enteder, nòs somos meros espectadores. Certamente jeova nos conhece melhor do que nòs mesmos e sabe nossa motivacoes e atè onde podemos suportar.

    Infelizmente vivemos num mundo que a cada dia lutamos contra forças espirituais inìquas que querem naufragar nossa fè.

    Mas nossa determinacao de continuar a servir ao nosso amoroso pai Jeova sem dùvida supera tudo.

    Que jeova continue dando forças e abençoando tanto Silva como Bia e certamente juntas lodarao a jeova pra sempre.

    E Bia serà orgulhosa de ter um tio como voce que se preocupou em registrar esse momento de luta, perseverança e determinaçao que nao serà esquecido por nòs mas que ela ao crescer saberà de ter lutado entre a vida e a morte apenas aos 3 meses de vida.

    Um grande abraço e lembranças todos.

    ResponderExcluir
  3. que barra hein! Espero que esteja td bem agora. Q Jeová os ajude sempre! Bjão

    Renata/varginha-MG

    ResponderExcluir
  4. BIO - Nesse momento difícil, saiba que todos que lhe acompanham estão dando provas do que o Apostolo Pedro disse, assossciaçao inteira em materia de sofrimento.Certamente todos sabemos e o Criador mais ainda da luta que travaram, e na sua misericordia dará o consolo nescessário. Que tenha força naquele que confere o poder...

    ResponderExcluir
  5. Só vou dizer 1 coisa: Choquei!

    ResponderExcluir
  6. Seria irônico se não fosse trágico... Que barra heim!!! Como ela está agora? E sua irmã? Manda um emai para conversarmos: carmencitaandrade14@hotmail.com

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.