quinta-feira, 9 de outubro de 2008

[ Eleições 2008 ]

Todos os anos em que há eleições é a mesma coisa, todos perguntam se é verdade que Testemunha de Jeová vota nulo. Eu costumo responder ironicamente que toda Testemunha vota, infelizmente, porque somos obrigados. Mas chegando lá, o voto é secreto e que não posso responder individualmente por cada pessoa, mas que como Organização, nós somos neutros politicamente e preferimos não nos envolver.

Para os que me respeitam, se calam. Para os que não, dizem que somos alienados, não temos consciência política, social e esse blá blá blá que conhecemos.

Como leio muitos jornais, geralmente sempre estou informado sobre os rumos da política de nosso país. Às vezes é difícil manter uma posição de neutralidade, mas tento não externar minha opinião. Porém, diante de uma discussão entre colegas de trabalho, minha língua coça e acabo dando algumas opiniões que mostram como eu detesto toda e qualquer visão esquerdista, de pessoas a quem eu chamo carinhosamente de esquerdopatas.

Mas voltando ao voto nulo, embora seja bastante difundido entre nós, particularmente não acredito que votar nulo ou branco seja uma forma de demonstrar neutralidade, graças à nossa Lei que caracteriza esses votos como válidos dependendo do pleito eleitoral. Em alguns casos, o voto nulo ou branco ajuda a eleger um determinado candidato ou a legenda, levando em consideração fórmulas int para os chamados votos válidos. O certo seria não ir votar! Eu geralmente faço isso. Não voto, depois pago uma multa de R$ 4,50 e regularizo meu título eleitoral.

Não sei se do ponto de vista cristão este seria um princípio correto, afinal, poderia se alegar também que como votar é uma obrigação do cidadão brasileiro, não votar seria uma forma de desrespeitar as autoridades. Pode ser, quem sabe?

O fato é que todas as eleições acabam me dando nojo. É uma inutilidade ver coisas bizarras sendo elegidas como vereadores. Como é que as pessoas votam em coisas assim? Em Salvador, o prefeito destrói toda a orla de Salvador, abandona o Pelourinho à degradação, transforma a cidade num caos, é considerado por duas vezes o pior prefeito do Brasil e depois acaba sendo o mais votado para a reeleição?

Política em enoja. Ainda bem que somos neutros; ainda bem.

4 comentários:

  1. Gosto muito de seus posts, e tenho certeza que muitos que visitam seu blog pensam o mesmo. As vezes, não dá pra todos ficarem comentando, por não gostar, ou então, por fazerem como eu: preferir apenas ler. Continue com seu blog, entro nele todos os dias.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Fernando. Que bom que alguém acha interessante as coisas que eu escrevo. Quem sabe um dia eu também acho, hehehe.

    ResponderExcluir
  3. Cara já tinha pensado nisso...proximas eleições vou preparar os R$ 4,50...hehehe

    Valew!

    ResponderExcluir
  4. EU SEMPRE COMPARECI AS URNAS PARA VOTAR E AGORA ACHO MELHOR PAGAR A MULTA, É MAIS PRÁTICO E MENOS CANSATIVO.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.