quarta-feira, 27 de agosto de 2008

[Síndrome de Asperger]

A Despertai! de setembro traz uma matéria interessante sobre a Síndrome de Asperger, que geralmente é relacionada ao autismo. Eu já tinha lido sobre ela, mas com outro enfoque, claro, na revista Seleções Digest, e graças as minhas manias hipocondríacas, cheguei a achar que eu também era portador deste distúrbio.

Eu sempre me achei uma pessoa difícil de me relacionar, embora Sebastião, um ancião maravilhoso de Salvador, me chame de “diplomático” por saber lidar com pessoas falsas sem ser agressivo. Eu conseguia angariar antipatias na mesma proporção que conseguia amizades sinceras. Eu sempre fui bom em manipular as pessoas, me dava uma impressão de ter muitos amigos, mas na verdade eu estava apenas exercendo liderança, uma característica que possuo muito bem e uso bastante quando quero, principalmente no âmbito profissional.

Eu sempre era do contra, sempre emitia opiniões não muito populares, sempre odiei os paradigmas e as demagogias, de modo que eu nunca era necessariamente aquela pessoa popular. Meus grandes e íntimos amigos eram contados nos dedos. A maioria eram colegas manipuláveis e quando eu não conseguia moldar sua forma de pensar, perdia o interesse.

Mais tarde, como Testemunha isso me causou alguns aborrecimentos, porque eu tinha a verdade, e para mim, se inculcar uma verdade é tão fácil nas pessoas, ainda mais se eu usasse meu poder de manipulação. Logo depois dois estudantes meus chegaram ao batismo, mas um deles logo depois caiu na inatividade. Fui lá, como todo instrutor deve fazer, e ele me disse: “- Eu tenho de ser Testemunha por amor a Jeová, não por você. Não tente me manipular novamente, me dê um tempo”. Isso foi um banho de água fria!

As boas novas não é algo que se inculca nas pessoas por manipulação, ou por métodos especiais ou por oratória emocional. A verdade é inculcada apenas pelo espírito santo de Deus àqueles que são atraídos por Ele. Não se pode forçar as pessoas, ou manipula-las de forma que ela se sinta culpada ou motivada apenas por desejos pessoais ou ambições materialistas. Convence-se pela verdade, não por presentes.

O que isso tem haver com a Síndrome de Asperger? Nada... necessariamente. Este estudante, que por sinal não tinha notícias dele há mais de 10 anos, simplesmente voltou à Organização desde 2002, casou com uma irmã e vive muito bem com ela.

Hoje eles tem um filho de 2 anos.

Autista.

5 comentários:

  1. Primeiro, quero dizer que não gostei do novo lay out do seu blog.
    Segundo, ainda bem que vc percebeu que não dá para manipular ninguem para verdade.
    e sei que ainda tem alguns que acreditam que sim. so sad.

    ResponderExcluir
  2. É, eu também não gostei muito desse leiaute.

    ResponderExcluir
  3. Visto que tenho um hobby relacionado com a recolha de imagens e informações sobre os nossos Salões do Reino e de Assembleias, costumo procurar na internet por outros irmãos que me queiram dar uma ajuda, enviando fotos. Assim, encontrei este blog e aproveito para fazer o pedido e informar que a minha coleção está disponível (em inglês) aqui:

    http://jehovah-shammah.wikidot.com/

    Um abraço!

    Urijah

    ResponderExcluir
  4. sempre q leio alguma coisa relacionada com "disturbios" e dificuldades em relacionamentos eu acho q tbm tenho... mas acho q deve ser só o jeito q aprendi a ser e hj posso pelo menos tentar mudar.

    Reh

    ResponderExcluir
  5. é, esse negócio de querer impor a verdade a outro, custe o que custar, não funciona, pois dificilmente as pessoas são manipuláveis.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.