quinta-feira, 21 de agosto de 2008

[ Salvador em 8 dias ]

:: Sábado, dia 09.


Chegamos em Salvador às 13:10 horas. Dia parcialmente nublado, sol quente, chegamos na casa de minha mãe às 13:40 horas. Levei as meninas para conhecer a praia da Barra, Porto da Barra e logo depois rumamos para o Centro Histórico para conhecer o Pelourinho, Praça da Sé, Praça Castro Alves, Elevador Lacerda, Mercado Modelo e afins.

:: Domingo, dia 10.


Campo de manhã e Barradão à tarde. Vitória 5 x 0 Vasco. Depois de tantos anos fora, não seria justamente no dia que eu iria para o Barradão que o meu time iria perder.

:: Segunda-feira, dia 11.


Praia de Piatã, com acarajé e abará cortado no prazo regado a uma Brahma bem gelada. Chegamos às 09:00 horas com o dia um pouco nublado, o sol aparecendo e depois sumindo, mas que para as meninas que nunca tinham visto praia antes, pouco importava. Às 15 horas subimos para a lagoa do Abaeté com suas águas negras e dunas de areias bem brancas fazendo um contraste lindo. Só saímos porque as 17:00 a chuva caiu de vez!

:: Terça-feira, dia 12.


Hora de conhecer a Baía de Todos os Santos e sua maior ilha, a Ilha de Itaparica. As meninas que nunca tinham visto praia, foram ao delírio ao atravessar o “marzão” de Ferry Boat. O sol ainda teimava em não aparecer completamente e por causa disso, a ilha estava quase vazia, salvo alguns turistas alemães e africanos que nos fizeram companhia no almoço em frente ao mar no único restante que abriu. À noite foi o discurso de minha sobrinha de 8 anos na Escola do Ministério Teocrático.

:: Quarta-feira, dia 13.


Dia comum. Para não ficar em casa, fomos conhecer o recém inaugurado e belíssimo Shopping Salvador. Apesar da beleza, da grandeza e da “chiqueza”, o velho Shopping Iguatemi ainda é o melhor. Fomos para lá comer Big Mac e brincar no Playland.

:: Quinta-feira, dia 14.


Fomos conhecer o clube hotel do SESC. Enquanto os clubes do SESC de Brasília cobram R$ 7,00 a entrada, em Salvador são de graça. Enquanto o almoço em Brasília custa R$ 4,00, em Salvador é apenas R$ 2,60. Incrível. Ficamos o dia todo no clube apesar de que o tempo ainda persistia em ficar nublado a parcialmente nublado.

:: Sexta-feira, dia 15.


Dia de rever o centro da cidade. Mais uma vez fomos no Pelourinho tirar mais fotos e fazer trancinhas. Passamos na “25 de março” baiana, a Avenida Baixa dos Sapateiros, onde as meninas se surpreenderam ao encontrar vestidos e roupas básicas por até R$ 2,00! Isso mesmo, dois reaus. Revelamos as fotos, passeamos pelo Shopping Lapa e Shopping Piedade e depois retornamos para casa.

:: Sábado, dia 16.


Dia de despedida. Mas curiosamente as meninas preferiram ir para o Clube do SESC do que ia à praia. Meu bolso agradeceu, afinal almoço a R$ 2,60 e cerveja a R$ 1,50 é a melhor coisa que um turista poderia querer.

:: Domingo, dia 17.


Retorno à Brasília. Chegamos às 15 horas com gostinho de quero mais e desespero por saber que na segunda-feira a vida voltava à velha e chata rotina de sempre.


Amém, vem [logo] Senhor Jesus! - Revelação 22:20

2 comentários:

  1. Andre é vc mesmo que esta fazendo estes posts??? a forma de se expressar esta diferente...

    ResponderExcluir
  2. Sou eu mesmo... só um pouco mais diferente. Mas o mesmo.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.