terça-feira, 28 de agosto de 2007

[ Até os rins ]

Existe dor pior que a dor do parto? As mães que tiveram parto normal que o digam. Mas o fato é que existem dois órgãos que ficam atrás do abdômen que quando ataca é uma dor insuportável. Ontem fui parar no hospital por causa do meu rim esquerdo. Estava eu em casa, assistindo Pânico na TV, quando uma pequena dor começa a incomodar nas costas. De uma hora para a outra a dor ficou insuportável, parecia que ia explodir minhas costas.

No hospital, uma injeção de Voltarem e outra de Buscopam resolveram meu problema. Diagnóstico? Rins. Uma simples infecção ou até um cálculo renal. Mas como a dor parou depois de uns copos de água, parece que é só a primeira opção. Mas só vou saber mesmo com certeza depois dos exames que farei nesta semana. No entanto, graças a internet e ao um buscador conhecido como Google, muita coisa podemos descobrir antes.

Os rins servem como filtros do sangue, limpando-os das impurezas. Essas impurezas ficam retidas e são expelidas pelos líquidos que ingerimos. Se não há líquido, não há limpeza e assim nossos rins vão acumulando substância tóxica que é prejudicial ao corpo humano, ou então, prejudica o funcionamento dos próprios rins. Assim, o lance é beber água, muita água. Coisa que não fazemos com muita freqüência.

Descobri também que o corpo precisa ingerir de 2 a 4 litros de água por dia, dependendo de vários fatores como temperatura do ambiente e esforços físicos. Mas isso não pode ser de vez: não adianta beber um litro de água numa manhã e passar o resto do dia na secura. O recomendável é que se beba 200ml de água a cada hora. Desta forma, seus rins estarão trabalhando sempre bem "lubrificados".

É engraçado que a gente só aprende as coisas sofrendo, não é? Depois de ontem, minha música preferida se chama... Água Mineral!!!


"Tá com sede? Tô.
Bebeu água? Não.
Água água água
água mineral
água mineral
água mineral do Candeal
Você vai ficar legal"

...e seus rins agradece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.