quinta-feira, 21 de junho de 2007

[Guerra de Antivírus]

Com o que você protege seu computador? Com a popularização da internet veio a banda larga e com isso a proliferação de vírus na internet se tornou maior e mais ativa. Assim, se torna necessário que usemos um bom antivírus. Mas com tantos dsponíveis no mercado, qual o melhor? Analisemos dois dos mais populares antivírus que está no mercado pronto para você usar.






O AVG é mais popular, tanto no BaixAki como no Superdownloads é o programa mais baixado, no entanto os mais satisfeitos são os usuários do Avast: nota 7 x 9 e 8 x 9 respectivamente. As críticas também são maiores pro Avast. No Orkut, a comunidade do AVAST é maior, aliás muito maior, e por isso mesmo, é onde possui mais tópicos com mais críticas e reclamações. Na dúvida, resolvi utilizar os dois.

AVG

É mais simples de instalar e mais fácil de usar. Tem uma interface simples e uma taxa de detenção muito boa. Tem atualizações diárias que sempre renova a lista de vírus disponíveis, e quando ele desconhece, isola o vírus, manda para a quarentena, até que seja identificado e eliminado. O problema - na verdade não é um problema, mas é irritante - são as atualizações diárias. Se você usa internet discada é horrível, pois ele está integrado a inicialização do Windows e leva muito tempo até finalizar o processo de atualização. Mas na Banda Larga é rapidinho. Além disso, o AVG tem um pequeno problema: ele não costuma detectar todos os vírus que entram em seu computador, e por isso, é recomendável fazer uma vasculha no seu HD o que às vezes leva mais de 40 minutos. (Eu tenho um HD só de 20G e a última levou 37 minutos). Ele encontra alguns vírus, que você não entende como não foi detectado antes, ou seja, se você não faz a vasculha, o vírus fica alí caladinho sem ninguém mexer com ele.

AVAST

Tem uma interface mais interessante, principalmente para os moleques que gostam visual moderno. Ele é mais interativo, mas justamente por isso, às vezes até irrita. O ícone que fica na barra do relógio sempre está se mexendo e dando informações superficiais. Quando usa o programa para vasculhar o micro, ele é mais rápido, e logo na primeira instalação, ele utiliza a raiz no modo DOS. O problema do AVAST é ambíguo: se você seleciona a opção Proteção Alta, ele critica qualquer bobagem que entra no seu micro, inclusive os cookies dos sites que você visita, e os alertas são sonoros e chatos. Se você coloca a Proteção Normal, aí ele parece que não protege nada.

CONCLUSÃO:

Na dúvida, preferi continuar com os dois. Num dos meus dias que tinha tempo, utilizei o AVAST para fazer uma varredura e ele encontrou um vírus. Depois usei o AVG e ele descobriu outro vírus que o AVAST não tinha detectado. No outro dia fiz o mesmo processo inverso e o resultado foi o mesmo. Assim, minha conclusão é que se você quer proteger seu micro, tire o dinheiro do bolso e utilize as versões completas e pagas.

DICA:

Antivírus sozinho não resolve seu problema. Ele tem que trabalhar na forma de trindade: antivírus + spyware + firewall. O problema é que com tantos vírus rolando na rede, é capaz de você não conseguir acessar a internet sem que um dos softwares desta trindade atrapalhe seu desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.