segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

AS DORES QUE CADA UM LEVA NO CORAÇÃO

"Mesmo no riso o coração 
talvez sinta dor." 
- Prov. 14:13



O Facebook é um zoológico canto onde você descobre várias facetas do ser humano.  Seja por opiniões diversas, compartilhamentos alheios, debates convulsivos ou até um certo ativisto virtual, o ser humanos sempre mostra o que ele é. Um psicólogo se diverte com a gama de informações para se estabelecer o caráter de uma pessoa, seja intencional ou não. 

Me debati com essa foto hoje! 




Vamos lá! Em princípio, parece uma mensagem interessante. Uma loirinha chorosa, possivelmente de classe média alta, chorando por causa de um amor partido enquanto muitos na África estão passando fome ou sede. Toma vergonha lourinha!!!

Toma vergonha você que pensa assim!!!!

Qual dor maior? A dor de cabeça ou dor de barriga? A dor do parto, da cólica menstrual ou a renal? A dor de uma facada no peito ou na perna? Melhor perder os dentes numa queda ou a dor de perder uma unha arrancada com alicate?

Dor é dor e cada um sabe a dor que leva no coração. 

Dizer que uma dor é maior ou menos importante que outra é de uma insensibilidade egoísta sem tamanho. Cada pessoa é criada de um jeito, absorve a sua cultura de formas diferentes. O que pode ser dolorido pra mim, pode não ser doloroso para outro; o que talvez seja bobagem pra um, pode ser extremamente doloroso para outrem. 

É óbvio, que na tentativa de amenizar a dor de alguém, podemos até citar dores de outras pessoas, fazer algumas pequenas relativações, mas nunca achar que a dor de alguém é menor só porque você não entende. 

Curiosamente a Bíblia não faz distinção de dor. Às vezes ela cita a expressão "dor aguda" para falar de uma dor que dói mais que a outra, mas no fim, tudo é dor. A bíblia fala até de uma dor que aparente não dói, mas acredite, dói pra caramba que é a dor disfarçada de alegria. 

A dor pode ser diferente em cada ser humano. A dor pela perda de um ente querido à morte pode ser tão brutal quanto a dor que alguém sente quando é traído pelo cônjuge que ama. Quem somos nós para julgar o que é mais importante que o outro?

A única certeza que temos é que para Jeová, e seu filho e Juiz designado, Jesus Crito, todas as dores são dores e ferem o nosso Deus. É por isso que quando fala em dores, a palavra de Deus não estabelece qual dor é mais importante que a outra.


"E enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor. As coisas anteriores já passaram.” - Rev. 21:4


E definitivamente esse lance de julgar e atribuir prioridades ou importância aos tipos de dores do ser humano está por fora, e não se aplica ao reflexo do amor de Jeová às pessoas. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.