domingo, 17 de novembro de 2013

PAIS DE FILHOS DESASSOCIADOS.

Seria apropriado os pais cristãos de um filho desassociado se sentar ao lado dele nas reuniões congregacionais?

Não há motivo para ficar indevidamente preocupado quanto a onde uma pessoa desassociada se senta no Salão do Reino. Esta revista tem feito todo esforço para incentivar pais cristãos a dar ajuda espiritual a um filho desassociado que ainda mora com eles, se parecer apropriado fazer isso. Como indicado nas páginas 19 e 20 de A Sentinela de 15 de novembro de 1988, os pais podem até mesmo estudar a Bíblia com um menor de idade desassociado que ainda mora com eles. Espera-se que o filho receba assim o incentivo necessário para corrigir seu proceder.

Quanto a onde sentar no Salão do Reino, parece razoável que um menor desassociado possa sentar-se quietamente ao lado dos pais. Visto que não se exige que uma pessoa desassociada se sente no fundo do salão, não deve haver objeção a que um filho desassociado se sente ao lado dos pais, independentemente de onde se sentem. Ao zelarem pela espiritualidade do filho, os pais com certeza desejarão se certificar de que ele se beneficie ao máximo das reuniões. Permitir que o jovem fique sentado ao lado deles em vez de deixá-lo sozinho pode ser útil nesse respeito.

Mas que dizer se um filho desassociado não mora mais com os pais? 

Será que essa circunstância faria diferença? No passado, esta revista deixou bem claro qual é a atitude correta que o cristão deve se esforçar em manter quando se trata de associação com um parente desassociado que não mora na mesma casa que ele. No entanto, não podemos comparar a situação em que um desassociado se senta quietamente ao lado de parentes durante uma reunião com a de parentes que buscam desnecessariamente se associar com ele. Se os membros fiéis da família têm uma atitude apropriada para com o parente desassociado e se esforçam em seguir o conselho bíblico a respeito de associar-se com ele, então não há motivo para preocupação. — 1 Cor. 5:11, 13; 2 João 11.

Se uma pessoa desassociada se senta ao lado de um parente ou de outro membro da congregação, isso não deve ser motivo para preocupação, desde que ela se comporte de modo apropriado. Determinar onde alguém deve se sentar pode causar vários problemas, dependendo das circunstâncias. Se todos na assistência, incluindo os parentes fiéis, se esforçam em respeitar os princípios bíblicos relacionados com desassociação e a situação não está se tornando causa de tropeço para os irmãos, não é preciso fazer questão de onde se sentam os que assistem às reuniões cristãs.


A Sentinela, 15 de agosto 2013, página 8.

7 comentários:

  1. João Carlos Gaigher - Brasília-DF
    Pegando um gancho no seu texto, você é uma causa de tropeço... se muitos cristãos se incomodam com a sua atitude, porque não seguir a orientação do apóstolo Paulo? O próprio fazia de tudo para não prejudicar a espiritualidade dos seus irmãos, mesmo em circunstâncias que sua consciência estava tranquila. Você tem uma forte base bíblica, mas faltam humildade e amor aos seus co-adoradores (seus irmãos). Não queirar levar a culpa de ser uma pedra de tropeço! Repense seus atos e confie em Jeová e suas provisões. Se não percebeu ainda, a organização de Jeová está sempre trazendo novos esclarecimentos, corrigindo interpretações errôneas... não cabe a você querer antecipar isso, pois as suas intervenções poderão ser catastróficas. Muitos dizem que você só posta comentários que te favoreçam ou que não te contradigam. Logo há uma possibilidade de que este comentário não seja publicado, mas estou fazendo a minha parte - isso é um ato de amor. Por fim, sua fama está bem conhecida, mas não para a alegria do povo de Jeová (você sabe disso); na verdade, os opositores estão felizes pois rebeldia é uma das qualidades deles. Tenha um excelente Domingo. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Só pra te contradizer... publiquei seu comentário. Na verdade criticas construtivas e de pessoas que se identificam são sempre bem vindas. Concordo em parte, com o que você disse, mas você está baseando sua afirmação apenas no que as pessoas comentam. Da uma olhada nas minhas postagens e observe se o que digo é assim muito chocante? Se for, e me me convencer, prometo que apago. :)

    ResponderExcluir
  3. Andrezão meu amigo... ainda vamos dar a volta por cima!!! Abraços.

    ResponderExcluir
  4. João Carlos Gaigher - Brasília-DF
    Você esta certo em parte. Gosto do seu perfil, do seu conhecimento, mas você se precipitou em alguns pontos ao longo do seu blog. Exageraram sobre você, porém toda essa difamação foi você quem cultivou. Na verdade, não existe juiz melhor que Jeová. Quando o seu amigo disse para vocês darem a volta por cima, espero que ele tenha pensado no Criador. Você ama a Jeová, mas tem uma teimosia relativamente perigosa. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. É claro que é mt informativo esse post. O artigo foi publicado pq realmente é uma preocupação e dúvida constantes.
    Vc está só replicando.
    Eu já sabia de tudo isso, mas acho que pode sim ser mt útil pra outras pessoas.
    Amplexos!!

    ResponderExcluir
  6. POR QUEVC AINDA NÃO FOI READMITIDO SERA QUE ESSE BLOG SEU NÃO ESTA TE ATRAPALHADO

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.