quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Pequenas Igrejas, Grandes Negócios


Há mais 100 anos uma vertente dos evangélicos comanda o Brasil. São os pentecostais e os neo-pentecostais, que surgiram das igrejas tradicionais protestantes descendentes da reforma criada por Lutero no século 16. As igrejas pentencostais se popularizaram na década de 70 baseando sua ideologia na idéia da salvação por meio de milagres de cura, bênçãos espirituais e na ação do poder do Espírito Santo nas pessoas que se manifestavam por meio de surtos, choros, gritos e o falar de línguas estranhas.

No inicio as igrejas tradicionais não gostaram e torciam o nariz para aquilo que elas chamavam de "distorção da tradição bíblica" e com isso houve a primeira separação evangélica entre as igrejas chamadas tradicionais e renovadas. Os primeiros acusavam os últimos de oportunistas e os últimos acusavam os primeiros de não acreditarem no poder do espírito santo.

Os neo-pentecostais surgiram logo depois mas se popularizaram por aqui na década 90 ao abraçar a causa jovem e atrair utilizando a teoria da prosperidade e a permissividade relativa. A teoria da prosperidade estabelece que você pode obter sucesso material se se dedicar sua vida à Deus praticando o "troca-troca com o Senhor". Sua doutrina afirma, a partir da interpretação de alguns textos bíblicos como Gênesis 17:7, Marcos 11:23-24 e Lucas 11:9-10, que os que são verdadeiramente fiéis a Deus devem desfrutar de uma excelente situação na área financeira, na saúde, etc.

Algumas igrejas neo-pentecostais cresceram entre as mais tradicionais, principalmente por baixar a guarda e se tornarem mais relativistas a conceitos bíblicos, como uma espécie de permissividade a algumas atitudes desde que "seja para a glória de Deus", como a introdução ao heavy metal, tatuagens, promoção de lutas e artes marciais, sexo antes do casamento, relacionamentos com quem não é cristão e assim por diante. Uma certa igreja, inclusive, distribui camisinhas em seus eventos para jovens. Desviam o conceito de Paulo que declarou em 1 Corintios 9:19-23 quando falou que se tornou judeu, sem lei, até fraco, para salvar alguns.

Outra grande caracteristica dos neo pentecostais são os discursos que são mesclados por textos de auto-ajuda adaptados para o conceito cristão petencostal misturado ao gnosticismo das religiões gregas. Advindas deste conceito todas elas pregam doutrinas como batalha espiritual, maldições herdadas dos pais, possessão dos crentes, linguagem estranha, e finalmente, a da confissao positiva de onde surgiu a teoria da prosperidade.

As igrejas neo-pentecostais não se contentam em apenas cobrar o dízimo (10%) dos seus membros, mas pregam que o crente tem que dar sempre mais e mais, e que só assim será retribuido por Deus. Baseado neste conceito, quando uma pessoa não tem sucesso na vida ou é ruim de saúde o motivo é a fé fraca e falta de confiança em Deus que é resolvido, obviamente, por doar mais.



"Dê e Deus te devolverá.
Mui grande medida sacudida. E transbordante.
Dê e Deus te devolverá."

Canção baseada numa visão deturpada
do texto de Lucas 6:38


As igrejas neo-pentecostais estão na moda e não parece que vai sair de cena tão cedo apesar das críticas do próprio meio evangélico. Por motivos óbvios, estão sempre nos noticiários com notícias atreladas a ações de charlatanismo, manipulação de fiés e desvios de dinheiros. Mas os membros não se incomodam, pois sempre são levados a acreditar que tudo não passa de perseguição, apesar de Jesus Cristo nunca ter sido perseguido por usar mal o dinheiro dos seus discípulos ou por ficar rico ilicitamente.

Os líderes destas igrejas são conhecidas por levar uma vida bastante abastada financeiramente e possuir muitos bens materiais. Geralmente atraem celebridades para o seu meio que acabam servindo como propaganda indireta. Essas igrejas no fim de tudo lembram apenas as palavras de Jesus quando disse:


"Nem todo o que me disser: ‘Senhor, Senhor’, entrará no reino dos céus, senão aquele que fizer a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome e não expulsamos demônios em teu nome, e não fizemos muitas obras poderosas em teu nome?’ Contudo, eu lhes confessarei então: Nunca vos conheci! Afastai-vos de mim, vós obreiros do que é contra a lei." - Mateus 7:21-23

5 comentários:

  1. é....o sertão virou mar e o mar virou sertão

    igreja agora é sinônimo de empresa...

    ResponderExcluir
  2. BIO - VC ENTROU NUM CAMPO ESPINHOSO, SÓ ESTRANHEI QUE AINDA NAO DEIXARAM FRASES FURIOSAS A RESPEITO DISSO

    ResponderExcluir
  3. BIO - VC ENTROU NUM CAMPO ESPINHOSO, SÓ ESTRANHEI QUE AINDA NAO DEIXARAM FRASES FURIOSAS A RESPEITO DISSO

    ResponderExcluir
  4. Acredito que as pessoas que acessam meu blog sejam Testemunhas de Jeová. E os que não são, sabem que estou falando a verdade.

    ResponderExcluir
  5. é isso ai andré, é bom existir um espaço como este onde podemos defender a nossa fé, coisa rara hoje em dia na internet repletos de sites apóstatas que acabe cegando a mentes dos incrédulos, impedindo que eles encontre a verdade que cura e liberta.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.