quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Testemunhas de Jeová e o Carnaval

Sobrou um dinheirinho, o irmão agora viu que pode fazer aquela velha viagem. Que tal conhecer Salvador, Brasilia ou Rio de Janeiro? Beleza! Aqui em Brasólia é comum os irmãos viajarem neste periodo momesco. Tem um ancião que sempre lembra em seus discursos que Testemunha de Jeová não sai de férias. Na visão dele, seja aonde você estiver, você deve sempre lembrar a quem serve, ler as publicações, assistir as reuniões ou pregar, nem que seja informalmente. Em Salvador, a maioria dos irmãos são assim; não importam aonde vão, são Testemunhas sempre. (compare com Provérbios 15:3).

No periodo de Carnaval os irmãos viajam para o interior do Estado ou vão para a Ilha de Itaparica fugir da folia. Geralmente em grupos, costumam assistir as reuniões no Salão da região se tiver ou então fazem sua própria "reunião" considerando o texto diário e o estudo da Sentinela. Bons tempos que não voltam, curtir demais minha adolescencia nesses passeios. Em Salvador, carnaval nem pensar! Dar uma saidinha na avenida é desassociação na certa. Na época uns amigos tentaram; um foi desassociado e outro foi repreendido publicamente, pela misericórdia de Jeová. Ouvi dizer que no Rio de Janeiro também é assim.

Mas São Paulo e Brasilia são diferentes. Os paulistas, por viverem numa megalópole sempre acham que são mais antenados que os outros, já os brasilienses por terem uma renda salarial ótima, sempre acham que podem tudol. Claro, generalizando, deixando de lado irmãos realmente sérios e dedicados. Porto Seguro, Caldas Novas e Pirinópolis é invadida por alguns irmãos. Por alguns dias esquecem, ou pelo menos, deixam de lembrar pouco a quem serve. Visitam casas de shows, saem nas ruas acompanhando trios elétricos como se fossem a coisa mais normal do mundo. Não é! Um certo irmão chegou a me dizer em sua santa ingnorância, que iria levar os filhos para ver o "galinho de Brasilia", um bloco de carnaval tradicional daqui.

Pesquisando no CD-ROM encontrei um artigo interessante da Despertai! de 08/06/1996 sob o título "É correto pular carnaval". A revista chama a atenção que embora todos podemos nos divertir, algumas formas de diversão não são aprovadas por Deus. Uma delas é a festança. O sentido bíblico traduzido por "festança" se refere a festas pagãs nos dias do império grego, principalmente a um deus chamado de Baco, onde seu símbolo era um pênis e entre outras coisas, as pessoas saiam nas ruas ao ritmo do som, algumas seminuas e cometende imoralidades, que mais tarde derivou a palavra "bacanal" . Ela está relacionada a diversão que envolve bebedeira e imoralidade. Será que festa, diversão, com bebedeira e imoralidade lembra alguma coisa do Carnaval?´As semelhanças entre o carnaval de hoje e aquelas festas da antiguidade são tão impressionantes que um folião de uma bacanália se sentiria em casa se acordasse hoje no meio de uma festa de carnaval em Salvador, Porto Seguro ou Caldas Novas.

É claro que hoje podemos mascarar a festa, talvez dizendo que o lugar onde vamos não é imoral, ou que estaremos juntos em familia, mas o fato é que isso não deve ser desculpa para fazer o que era errado. Nos dias de Baco, os irmãos gregos fugiram dessas festanças. "Andemos decentemente, como em pleno dia, não em festanças e em bebedeiras, nem em relações ilícitas e em conduta desenfreada, nem em rixa e ciúme. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e não estejais planejando antecipadamente os desejos da carne." disse Paulo à congregação em Roma (Romanos 13:13,14).

3 comentários:

  1. Hoje eu concordo, embora tenha ido boa parte da minha vida para o carnaval de Salvador e de Porto Seguro há apenas dois anos que não vou, lembro que a última vez que fui, meu filho tinha 8 meses. Levei ele no colo, debaixo de chuva pra ver o Nana. Hoje, quando vejo na tv toda aquela folia, ainda tenho muita vontade de estar lá. É como uma droga, vc fica meio que precisando disso. Mas, fico muito feliz e de consciência tranquila por não ter ido e desagradado a Jeová. Pois é, um dia a ficha cai kkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  2. Bela postagem André! De fato, não podemos nos enganar (ou tentar nos enganar)por usar nossa liberdade da forma errada. Quanto à homenagem que fiz, trata-se do fato de que meu amigo e irmão André (chará seu)finalmente conseguiu a tão procurada casa própria e fica a 3 minutos do salão do reino. Abraço forte.

    ResponderExcluir
  3. os seguidores de cristo não faz parte do mundo, assim como ele não faz, então é importante procurar sempre companhias agradáveis para juntos louvar a JEOVÁ!

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.