sábado, 26 de janeiro de 2008

[Detesto Oscar Niemayer]

Nada contra a pessoa, mas quanto à sua obra. Ele pode fazer 100 anos e ser considerado um dos mais renomados arquitetos do mundo, mas sou da mesma opinião do jornalista de Época, Dagomir Marquezi: não sou obrigado a gostar delas! Na verdade, eu detesto.

Mas tenho medo de ser apedrejado, afinal, aqui em Brasília existem alguns ícones que não se pode falar mal, ícones que incluir Juscelino Kubistcheck, Dom Bosco, “Céu de Brasília” e entre eles, os “prédios maravilhosos e arquitetura futurista de Brasília”.

As obras de Oscar Niemayer é um verdadeiro atentado para quem mora ou usufrui dela. Trabalhei dois anos no Ministério da Saúde e é absurdo o festival de labirintos e espaços perdidos para se chegar ao resultado. São obras que valorizam mais o exterior, mas não possui nenhuma praticidade interior.

Para se ter uma idéia, os prédios onde funcionam os Ministérios não foram feitos para os portadores de necessidades especiais; os elevadores param entre um andar e outro, e para chegar até eles, tem que subir uma estava de 10 degraus. Cadeira de rodas? Nem pensar! Além disso as famosas curvas que e formas diagonais é um terror para o mobiliário, pois sempre se sobram espaços inúteis.


Congresso Nacional: bonito por fora, cheio de espaço inútil por dentro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.