terça-feira, 25 de dezembro de 2007

[ Pessoas Diferentes ]

Esta semana a revista Época traz sob o título “Casamento Evangélico e Gay” uma extensa reportagem sobre a Igreja Contemporânea que abriga ex-pastores e fiéis de outras denominações. Curiosamente, um dos “noivos” que estava se casando, um tal de Vanderson, é mencionado como ex-Testemunha de Jeová.

Ficou chocado? Eu nem tanto. Fiquei muito mais decepcionado em saber que devido a sua opção sexual ele decidiu parar de lutar contra as artimanhas de Satanás, esquecer toda a verdade bíblica que aprendeu e se devotar numa fé falsa como membro parte de uma igreja picareta, do que necessariamente por ter assumido sua homossexualidade.

Antes de tudo, vale frizar que ter tendencias homossexuais é uma coisa; praticar o homossexualismo é outra. Lembre-se que Jeová odeia o pecado, não o pecador. (Rom. 3:23). Assim, da mesma forma como você, que apesar de desejar tanto o sexo oposto, mas nem por isso se tornou fornicador, uma pessoa que descobre ter tendências homossexuais ainda não violou as Leis de Jeová.

Durante minha vida como Cristão, lidei com três amigos cristãos que tinham tendências homossexuais. Lamentavelmente, dois destes sucumbiram e decidiram seguir suas vidas tortuosas e foram desassociados. Mas um deles se manteve íntegro até hoje e serve, inclusive, numa Congregação como pioneiro regular. Segundo ele, apenas eu, uma outra irmã, amiga nossa, e sua mãe sabem disso. Sua mãe é sua maior fonte de ajuda espiritual. As vezes torcia e até forçava algumas irmãzinhas para que ele namorasse e fizesse as pessoas parar de comentar ou fazer piadinhas, mas depois descobri que não é tão simples assim. É uma luta diária onde cada dia é uma vitória.

Esta questão é muito delicada e exige não só espiritualidade, mas principalmente, madureza e bom senso dos anciãos para que saiba lidar com o assunto. Infelizmente nem todos estão preparados para lidar com isso. Às vezes, estas pessoas precisam apenas de compreensão, apoio, um ouvido amigo e oportunidade de desenvolver sua fé e confiança em Jeová, além de coragem para lutar contra seu modo de pensar.

O mais importante é que estas pessoas não se vejam como monstros, aberrações ou anomalias, mas que por algum motivo (seja genético, comportamental ou doença, sei lá) sabem que não é uma pratica aprovada por Jeová e por isso esperam o tempo quando Jeová estabelecer o seu reino na terra, todas estas coisas detestáveis que conhecemos como materialismo, fornicação, adultério, homossexualismo, bebedeiras, acabarão. (1 Cor. 6:9,10) Estas pessoas são dignas da minha admiração, pois demonstram vividamente que amam a Jeová e estão dispostas a lutar contra sua própria natureza para se manterem íntegros e fiéis.

Por isso, o ex-Testemunha de Jeová mencionado na reportagem é digno do meu desprezo. Não por assumir e praticar a sua homossexualidade; mas por ter dado às costas ao nosso Deus Jeová!



.

Um comentário:

  1. Esse assunto é sério msm. Conheci já pessoas com essa tendência e uma convivi demais e vi de perto como é difícil viver com isso, infelizmente ele foi desassociado por esse motivo, mas tbm conheço quem permanece fiel a jeová msm tendo q travar uma luta diaria contra seus próprios sentimentos.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.