sexta-feira, 24 de agosto de 2007

[ Você mataria uma pessoa para salvar cinco? ]


No último final de semana eu proferi o discurso "Continue a desenvolver-se na sua relação com Deus" numa congregação em Santa Maria-DF. Um ótimo esboço que falava sobre uma das coisas maravilhosas que Jeová deu aos homens: a sua consciência moral. Independente de ser servo de Deus, ateu ou agnóstico, as pessoas possuem um senso de moral que as torna misericordiosas e piedosas diante das calamidades, violência ou injustiças, independente se são crentes, ateus ou agnósticos.


Uma pesquisa feita por um grupo de psicólogos britânicos chegou a essa conclusão ao fazer duas perguntas básicas para um grupo de pessoas: se você estivesse guiando um trem e ele tivesse perdido o controle; em uma das linhas há cinco pessoas desavisadas e na outra linha, apenas uma. Não há jeito de parar, você tomaria que decisão? Segundo a pesquisa, 93% das pessoas, responderam que preferiria seguir o trilho que havia uma pessoa e deixaria as cinco sobreviventes. O nosso instinto automaticamente chegaria a conclusão que se houvesse perda, que fosse a menor possível, por mais dura que fosse.


No entanto, a outra pergunta era: você está no mesmo trem, e as cinco pessoas continuam desavisadas na linha. O trem irá matá-los todos, mas se você jogar uma pessoa que está do seu lado nas rodas do trem, este irá parar, salvando a vida dos cinco. Você empurraria essa pessoa?


Provavelmente você responderia que não. Mas não são situações iguais? Um sacrifício para salvar cinco? A resposta é a consciência moral que Jeová nos deu. Ele nos criou à sua imagem com qualidades como amor, alegria, misericórdia, compaixão, e nenhuma delas se encaixa na decisão de acabar com uma vida. Na situação uma, a morte afetaria a todos nós de qualquer jeito, mas entenderíamos que ela foi feita pelo "trem" não por nós. No segundo caso é uma ação mais direta, somos humanos, e não tentaríamos dar cabo da vidade de alguém, porque Jeové é amor, e nós somos reflexo Dele.

Os psicólogos continuam intrigados. Nós não! Sabemos o Deus o qual servimos.

+ + + + +

"Mas, tornai-vos benignos uns para com os outros, ternamente compassivos,
perdoando-vos liberalmente uns aos outros,
assim como também Deus vos perdoou liberalmente por Cristo."
- Efésios 4:32


Um comentário:

  1. interessante este post, vou parar para analisar e tirar minhas conclusões, pois não tinha pensado a respeito.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.