sábado, 7 de julho de 2007

[ Manias ]

“Quando achamos que somos normais é a maior evidência de que somos loucos” –
Machado de Assis em O Alienista.

- - - - - - - - - - -


Ele é feio, amassado, babado, tem aparência de velho que sempre disfarço com um forro novo, mas não consigo viver sem ele, não consigo ir para cama sem ele. Toda vez que minha mãe vem para cá implica com o coitado. Ela já tentou expulsá-lo, substituí-lo, (“Se ano que vem você ainda estiver com essa porcaria, vou jogar fora”), mas não teve jeito. Não consigo dormir sem o meu travesseiro! Só ele me entende, só ele segura minha cabeça de forma carinhosa, só ele sabe embalar meus sonhos, só ele me dá a sensação de conforto que eu preciso. Neste sexta, onde dormir na casa de um irmão, eu vi que não posso viver sem meu travesseiro.

Mas esse lance de manias é engraçado. É psicológico, eu sei, mas é engraçado assim mesmo. Eu sempre me achava imune a manias, mas bastou esse episódio do travesseiro para fazer uma auto análise e descobrir outras evidências de que sou realmente louco.

>>> Pia Limpa

Eu tenho mania de pia limpa. Eu só me sinto feliz quando vejo a pia limpa, mas limpa mesmo. O mais engraçado disso é que eu detesto lavar louça; deve ter alguma relação. Não se trata simplesmente de limpeza ou questão de higiene; é loucura mesmo. Eu sinto uma agonia tão grande quando vejo a pia com pratos sujos que prefiro nem olhar. Bem que em vez da pia, essa agonia podia se estender ao meu quarto. Este sim que merece uma faxina geral.

>>> Comer vendo TV

Já percebi que é outra mania, às vezes o programa é sem graça, muitas vezes nem me interessa o que está passando lá, mas almoçar com a TV desligada é um suplício. Acho que me sinto só, abandonado, solitário, não sei bem o que é, mas definitivamente é uma mania. Eu só consigo almoçar em casa se a televisão estiver ligada.

>>> Verificar se a porta está fechada.

Eu moro no terceiro andar num prédio sem elevadores. Todo dia quando eu desço, já estou no meio do caminho, fico me perguntando, será que fechei a porta? Eu sei que eu fechei, mas fico numa agonia tão grande que antigamente eu voltava só para verificar. Depois que vi na TV que isso era um transtorno compulsivo, resolvi combater. Hoje até que não fico com isso na cabeça, mas já foi motivo de preocupação.

2 comentários:

  1. E o pior que não é só com vc não,
    eu também tenho umas manias loucas.
    Também verificava se a porta estava fechada várias vezes, isso era um tormento.
    Agora tô um pouco melhor mas antes...
    E várias outras.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.