terça-feira, 7 de julho de 2009

Enfim, Michael Jackson.




“Michael, te vejo no paraíso”. A afirmação bem que poderia ser uma interrogativa, mas como servo do único Deus verdadeiro, “misericordioso, clemente, vagaroso em irar-se...” me senti no direito de afirmar mesmo. (Sal 38:78; 103:8) Na verdade quem de nós pode julgar e afirmar que alguém será salvo ou não? De repente nem eu, e nem ele, estaremos no paraíso. Mas como esta é a minha esperança e a esperança de bilhões de “injustos” me senti no desejo de declarar isso. Que Jeová me perdoe se eu estiver errado.

Mas logo Michael Jackson, aquele que preferiu abandonar a Jeová e seguir o mundo, aquele que se envolveu com outra religião e vituperou o nome de nosso Deus? Sim, ele, e vou-lhes dizer o por quê.

Vamos falar do Rei Salomão. Nascido em berço esplêndido, se tornou uma das pessoas mais sábias que já existiu na face da terra, justamente por buscar a sabedoria divina. Seu reino se tornou um exemplo até hoje, para os que acreditam em Deus ou não, de boa administração baseada na paz e na tolerância com nações inimigas. Suas riquezas materiais foram tantas que até hoje são refletidas por histórias e lendas de tesouros escondidos. Seu amor a Jeová era tão grande que recebeu Dele o privilégio de escrever dois livros cujo teor é a sabedoria e incluídos no Canon da bíblia. Mas apesar de tudo isso, o rei Salomão acabou sucumbido ao amor por suas mulheres. Salomão não só deixou que seu amor a Jeová fosse desfocado, como permitiu que a adoração a outros deuses fosse permitida no reino e no templo. É provável que no fim de sua vida, embora ainda fosse servo de Jeová, tenha participado de ritos e costumes da adoração falsa trazido de suas esposas.

O que dizemos do Rei Salomão? Há até alguns anos atrás as publicações do escravo não se arriscava a dar uma declaração clara se ele seria, ou não, ressuscitado. Até que em 2005 na Sentinela de 15 de julho um entendimento mais claro surgiu: sim, "há uma possibilidade de ressurreição" para o rei Salomão.

Agora vamos falar de Michael Jackson? Pelo menos a biografia escrita por J Randy Taraborelli informa que Michael tinha um grande amor por sua religião. Michael nunca comemorou ou permitiu que seu aniversário fosse comemorado, não teve relações sexuais nem quando seu empresário o trancou num quarto de hotel com duas garotas de programa (o livro informa que as prostitutas disseram que Michael passou a noite toda lendo a Bíblia e as publicações para elas), se recusou várias vezes a cantar o hino nacional estadudinense e fazia sacrifícios para estar sempre presente à “obra de evangelização nas casas costumamente feito pelas Testemunhas de Jeová”.

É fácil falar de suas atitudes, mas ninguém teve uma infância tão conturbada como Michael Jackson. Desde quando tinha apenas 5 anos, Michael sofria os abusos físicos e psicológicos de seu pai. Cresceu traumatizado, sem infância, sem tempo para ser criança, sem afeição de verdade, sem tempo para brincar e ser uma pessoa normal. Encontrou a verdade dentro da Organização, mas o estrago psicológico já estava feito, principalmente quando a pressão de seu pai e de empresários o fez ir contra aquilo que acreditava, como no episódio do videoclipe “Thriller”. Michael cresceu anormal, brilhante, mas não era mais uma pessoa normal.

Alguém sempre vai dizer algo como "sofri mais do ele". Pode ser, pode não ser, mas Jeová não escolhe servos por causa do seu sofrimento, mas por aquilo que ele vê no coração. Talvez se o armagedom tivesse vindo antes, Michael fosse destruído. De repente até eu fosse também, ou você que está lendo esse blog agora. Mas ele morreu, sim, teve a sorte de morrer antes. E como todos sabem, Jeová dá uma esperança àqueles que morrem. Nosso Deus todo poderoso diz que a morte é o fim de todos os nossos pecados; todos perdoados, conforme sua vontade. E quem aqui sabe dizer sobre os mais profundos pensamentos de nosso Deus? Como sabemos porque Jeová resolveu perdoar o iníquo rei Manasses, embora tenha adorado deuses falsos e sacrificado crianças, inclusive seu próprio filho, mas destruído Uzá,, cujo único pecado – aos nossos olhos – foi ter tocado na arca do pacto com o fim de protegê-la.

Sim, meus irmãos, da mesma forma como é incerto eu dizer que Michael Jackson foi perdoado e estará no paraíso, da mesma forma é incerto alguém dizer o contrário. Então, deixe-me afirmar. Como admirador do seu trabalho, e de suas belas canções que tanto embalaram minha infância. Quantas vezes suspirei ouvindo suas músicas mais antigas? Meu primeiro beijo, dado quando eu tinha 10 anos em minha primeira namoradinha foi ao som de “Music and me”. A primeira vez que participei de um programa de televisão foi aos 12 anos, imitando-o e dublando suas músicas num programa chamado “Tia Arilma” em Salvador. Michael foi uma das trilhas sonoras da minha infância, minha adolescência e de minha juventude. Para mim, ele será sempre o rei do pop. E por isso e na fé que tenho em nosso Deus, por favor, permitam-me dizer mais uma vez: “Michael, te vejo no paraíso!”.

25 comentários:

  1. Pode falar, a gente deixa.

    ResponderExcluir
  2. Pode até dar o gritinho, cuidado para não desafinar e ficar parecendo com Leo Cret.

    ResponderExcluir
  3. André Lago, você está manchando a sua reputação, dos irmãos e do nome de Jeová. E pior! Parece que, pouco está se importando com isso. Pare imediatamente!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Que bobagem Crisbalm, porque? Ressurreição e o perdão de pecados não é o que aprendemos na Organização?

    ResponderExcluir
  6. Nessas horas admiro muito o comportamento do 'escravo' com respeito a esses tipos de discussões.

    Ninguem pode afirmar que Salomão VAI ser ressucitado.

    Ninguem pode dizer que Uzá FOI destruido.

    Ninguem pode falar que Michael Jackson vai ser uma coisa ou outra.

    E cá entre nós, nenhum de nós deveria ficar especulando esse tipo de coisa, nem entre nós nem com aqueles a quem pregamos,ASSIM COMO O 'ESCRAVO' FAZ!!!

    não vamos tirar o brilho das boas novas que nós mesmos pregamos! Abram o olho com respeito a isso, irmãos!

    ResponderExcluir
  7. Eder isso é um comportamento, omissão ou ignorancia? Não quero parecer rebelde mas as vezes o silencio me incomoda, principalmente quando temos muitos apostatas ou evangelicos acusando.

    ResponderExcluir
  8. Caro Anônimo, sinceramente? Às vezes entendo o que quer dizer... às vezes.

    ResponderExcluir
  9. voces sinceramente nem tão pouco deveriam estar dizendo isto?qual o problema de dizer que michael vai ser resuscitado?a biblia nao fala na ressurreição? irmãos cada um tem o direito de dizer o que quer e o que pensa somos imperfeitos eu fui batizado com 10 anos de idade mas em pequeno fascinava-me o cantor mj e dai meus pais m exortaram a nao escutar suas musicas porque ele nao era nenhum exemplo..

    ResponderExcluir
  10. Notícia, Notícia, Notícia!!! Os filhos de Michael Jackson Imdo ao salão do reino, duvida?
    O famoso site TMZ divulga as fotos dele imdo ao salão:

    http://www.tmz.com/2009/07/15/jackos-kids-let-us-pray/

    pode colocar no teu blog aí.

    ResponderExcluir
  11. li as varias colocaçoes feitas aqui sobre as opiniões do andré lago e fiquei mi questionando, por um lado entendo sua colocações e opinioes sobre mj, mais por outro fica no ar até que ponto vc respeita a conciencia de seus irmao mais sensiveis, sabendo que a 3 estudos de livros atras falou justamente disso, as vezes pensamos algo sobre certo assunto, mais outros sao muito sensiveis em relaçao a certas questoes, sabendo disso ainda sim vc nao acha que está "talvez" mechendo com essas conciencias? nao que eu mi incomode com suas colocaçoes, pois a mim nao afeta em nada, acho que existe coisas mais importantes de mi precoupar, doque se ele vai ou nao ser ressussitado, mas acredito que num blog nao seja o lugar mais indicado para colocar esses tipos de opiniao, vc coloca-se até numa situação delicada, a prova disso que recentemente aqui numa congr. proxima um anciao foi desqualificado por isso mesmo, ser tao incisivo nas suas opinioes que acabou afetando a conciencia de outros. Como professor entendo seu senso critico, mais como tj nao posso concordar com a sua postura em relaçao a essa questao. Acho que acaba a coisa gerando debates desnecessarios como os que vi acima, parece que vc gosta de causar esse sentimento nas pessoas, se nao for mi corrija, estou aberto a ler suas resposta.....

    ResponderExcluir
  12. Isso se ele etiver realmente morto né pesoal, acho quase impossível ele esta morto segue-se as provas:http://tony15007.wordpress.com/2009/07/05/michael-jackson-nao-morreu-segundo-site-americano/

    ResponderExcluir
  13. Debates são saudáveis.

    Se J.F. Rutherford, não tivesse iniciado um debate fervoroso em 1916, estávamos até hoje admirando a Grande Pirâmide do Egito como parte dos propósitos de Deus, conforme C.T. Russell acreditada e publicou no livro "O Plano Divino das Eras"

    ResponderExcluir
  14. falar quem vai ou não pro paraiso.. sinceramente.. acho q é perder tempo com uma coisa q so jeová sabe..

    Não podemos falar que alguem vai ser destruido.. ou não vai ser ressuscitado..
    Pq so Jeová conhece a fundo nosso coração.
    Debater??
    pra que.. sendo q e um assunto q não vai levar a lugar nenhum.. Então sinceramente.

    acho melhor procurarmos estar pensando.. no que eu to fazendo de positivo enquanto vivo.. pra desfrutar da promessa do paraiso?

    sera que estou fazendo o maximo para agradar a jeová??

    sera q o modo de vida que levo hoje... EU SERIA RESSUSCITADO caso acontecesse algo comigo???

    Ao invez de debater sobre algo desnecessario.. pq não conversamos sobre os preparativos para o congresso???

    Afinal.. temos q nos manter vigilantes.. pq nós estamos vivos.. mas sera q estamos tão vivos espiritualmente tambem???

    Digo isso a todos.. pq.. todos criticam ou elogiam o q esta escrito... se fere a conciencia.. seria melhor não ler o q esta postado.

    e se podemos.. usar um local como este.. para glorificar o nome de Jeová com materias mais interessantes.. tambem poderiamos fazer.. mas não cabe a mim.. falar mais nada..

    otimo congresso a todos!!! Dias 31-a 2 de agosto!

    ResponderExcluir
  15. "falar quem vai ou não pro paraiso.. sinceramente.. acho q é perder tempo com uma coisa q so jeová sabe.."

    CONCORDO. MAS PIOR AINDA, É FALAR, OU ATÉ PENSAR, EM QUEM NÃO VAI...

    ResponderExcluir
  16. li sua respostas a minha colocaçao em relação a vc ser tao insisivo em relaçao a MJ- entendo que goste de debates"saudaveis", se podemos usar isso, mais sua resposta sobre rutherfor achei meio vago em relaçao, ao que eu disse, nao estou aqui pra medir conhecimentos com vc, mais cotinuo intrigado. mi responda, até que ponto acha que sua colocaçao sobre MJ ser ressussitado se compara com o caso de RUTHERFORD? gostaria de suas consideraçoes sobre isso. e outra questao que gostaria de sua consideração. Nao sou nenhum radical cheio de regras, mas ja tive um irmao desassociado, e fiquei curioso de saber como vc encara defender tão veementemente sua admiraçao por alguem que se dissociou,vc tem uma "persona" intrigante, prossiga com o debate saudavel........

    ResponderExcluir
  17. livre arbítrio...não achei nada demais na colocação do dono do blog...não sejamos hipócritas nem mente fechada...Jeová sabe quem ele vai ressucitar e podemos ficar surpresos, pq só ele sabe e tamanha sua misericórida, nem devíamos julgar ninguém..o juiz é o próprio Jeová...um conselho para todos: nos preocupemos com nossas ações, se fizermos isso todos os dias em vez de ficar olhando para a conduta dos nossos irmãos, nos manteremos firmes até o fim...deixe que Jeová julgue e não nós

    ResponderExcluir
  18. BIO - estou curioso, o que os anciaos da sua cong falam sobre suas colocaçoes nesse blog, seria uma consideraçao interessante de vc escrever aqui, fico no aguardo

    ResponderExcluir
  19. BIO: Os anciãos da minha ex-congregação, no Gama, cresceram comigo, então é tipo... "ah, André não tem jeito...".

    Os da minha atual congregação, que sempre achei conservadores, para minha surpresa, disseram apenas algo como "tenha cuidado!".

    ResponderExcluir
  20. " fiquei curioso de saber como vc encara defender tão veementemente sua admiraçao por alguem que se dissociou"

    NÃO ACHO QUE DEVEMOS DIZER QUEM VAI SER SALVO, MAS ACHO MAIS ABSURDO, PENSAR EM QUEM NÃO VAI SER.

    FELIZMENTE, NÃO FUI EU QUEM JEOVÁ DESIGNOU COMO JUIZ.

    ResponderExcluir
  21. BIO - Fora as suas considerações,não fico surpreso com as respostas inflamadas que alguns postam aqui, só evidenciando como questões de conciencia mechem tanto com o brio alheio. Imagino o que o apostolo Paulo não passou com a questão da circuncisão.Quanto ao dono do blog exercer o livre arbitrio dele, é desnecessario qualquer resposta a essa colocação do anonimo, o dono do mesmo,diferente de vc, entendeu meu questionamento, apenas curiosidade por saber como certas coisas "funcionam" na cabeça de "alguns" irmaos.

    ResponderExcluir
  22. BIO - uma das maiores provas de como muitos nao entendem o alcance da complexidade do conhecimento que adquirimos das escrituras, vem de um exemplo do acontecido num assunto envolvendo a questão do sangue.Todos aprendemos que se comesse sangue, na lei mosaica, o infeliz acabava era na tijolada.Mas, quando lemos o relato sobre o exercito de Saul, que num momento de desespero comeram carne sem sangrar e não foram executados? Isso so nos mostra como somos limitados na nossa compreenssao de umas das qualidades do nosso criador - a misericordia.....

    ResponderExcluir
  23. Só sei de uma coisa


    Quando estivermos no paraíso
    a primeira coisa que faremos é nos espantarmos por estarmos ali, no tão almejado prêmio
    A segunda será quando vermos aquele irmão que tinhamos certeza que nunca iria passar para o novo mundo ali, usufruindo de nossa mesma alegria
    e a terceira é não encontrarmos aquele irmão, sim, aquele que tinhamos certeza que estaria lá....

    Portanto
    Jeová julga não segundo nossa vontade, mas segundo o que é justo diante de seu coração e mente perfeitas...Ele analisa muito mais do que podemos imaginar
    Fonte: discurso em uma Assembléia


    sinceramente falando, Mj está em melhor condição que nós....pagou né amigos?com juros e correção monetária....esse é o conceito claro da Bíblia...morreu, pagou.

    quem de nós não tem algum ente querido que veio a falecer sem ser adorador de Jeová, as vezes até opositor....e nós, em nossas orações pedimos que Jeová tenha misericórdia, que lembre de tal pessoa?

    o que ele teria a mais ou a menos daqueles que amamos para não ter o julgamento de Jeová acerca de sua vida....não é isso que promete Jeová?


    e..........................
    para não perder o costume

    Ronaldo

    para de matar o judas
    http://www.youtube.com/watch?v=Nq98imzHbfM

    ResponderExcluir
  24. BIO - com certeza essa sua postagem ainda vai render muitos comentarios,

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.