domingo, 10 de fevereiro de 2008

[Sorria, você está sendo manipulado]


"Tudo na Globo é tendencioso e manipulado. Não reconheço à Rede Globo autoridade em matéria de liberdade de imprensa..." Estas palavras foram ao ar no dia 15 de março de 1994, pela voz de Cid Moreira no Jornal Nacional. Mas não era um mea culpa; se tratava de um direito de resposta concedido pela Justiça a Leonel Brizola, que dias antes havia sido dado como morto pelo noticiário. Detalhe: Brizola era inimigo do Regime Militar que mantinha ligações políticas com a Rede Globo.


Hoje em dia, quase 90 milhões de brasileiros tem uma coisa em comum. Tem na Rede Globo sua principal fonte de entretenimento. Realmente a Globo é uma potência, ela é nada mais que a quarta maior televisão do mundo. Não é de admirar que ela tenha tantos admiradores, mas também, na mesma proporção, de críticos e inimigos.


A Rede Globo nasceu em 1965, quando o presidente João Goulart concedeu a Roberto Marinho, dono do jornal O Globo, e ao grupo americano Time Life a concessão do canal 4 do Rio de Janeiro. Trazendo algumas inovações, a Rede Globo foi se popularizando, montou sua sede também em São Paulo, atraindo para si os telespectadores das antigas Rede Record, Excelsior e Tupi. Em 1969, depois de um incêndio em sua sede em São Paulo, a Globo do Rio passou a transmitir noticias e programações para todo o Brasil, se tornando a primeira rede nacional do país.


Ter uma emissora nacional e de alcance popular era tudo que os Militares queriam. Logo ela se tornou "arma" necessária para transmitir aos brasileiros as noticias que "fossem importantes para o país" segundo os Generais. Nascia a forma Global de se manipular a noticia e fazer propaganda política. Pra começar, os militares ofereceram a todos os seus apadrinhados uma concessão de TV que retransmitisse a Globo em seus Estados: ACM na Bahia, os Sarney no Maranhão, os Collor em Alagoas e assim por diante. Era a forma de se chegar ao norte e nordeste do país.


A partir daí, a Rede Globo começou a mudar os rumos e o comportamento do país. Primeiro, indicou literalmente ACM para Ministro das Comunicações em 1985, e curiosamente, foi responsável também por sua queda. Durante anos fez propaganda pro Regime Militar, e ocultava as manifestações de democracia do povo brasileiro. Escondeu as greves do ABC paulista e a campanha pelas “Diretas Já”, que viria eleger mais tarde o então presidente Tancredo Neves. O clímax ocorre em 1989 quando fez campanha informal e ajudou a eleger Fernando Collor de Melo.


Mais tarde, a Rede Globo percebeu com sua "novela das oito" que era possível também fazer a população adotar costumes e comportamento conforme sua cartilha. A novela Malu Mulher ajudou a disseminar o movimento feminista em 1979 desqualificando valores como casamento, virgindade e aborto. Assim, ela percebeu que poderia ditar o comportamento do brasileiro, lançando personagens influentes, que logo eram copiados no modo de vestir, de falar ou de agir.


Hoje, a "novela das oito" é a principal forma de lavar o cérebro das pessoas. Existe homofobia? Lança um personagem gay bonzinho. Os evangélicos estão crescendo? Lança-se personagens caricatos para mostrar como eles são fanáticos. Os movimentos sociais estão lutando? Até uma invasão de uma faculdade pelos "sem casa" e estudantes rebeldes tivemos, numa clara alusão de que os movimentos sociais seriam, na verdade, baderneiros. A única coisa que não mudou são os negros. Estes continuam sendo poucos, fazendo papéis de pobres ou de empregados domésticos.


Claro, que também tivemos personagens com boas causas, como a menininha com Síndrome de Down, que ajudou os incluírem na Sociedade. Mas mesmo que seja para uma boa causa, não lhe incomoda saber que alguém está tentando manipular sua forma de pensar?


Graças a Deus chegamos à era da Internet, onde uma rede não possui mais o monopólio da comunicação e a interatividade nos motiva a pensar. Um documentário intitulado Muito além do Cidadão Kane foi produzido pela rede americana ABC, que mostrava as barganhas entre Rede Globo e os militares e sua forma de manipular a notícia. O documentário foi censurado no Brasil pela justiça (sic) até hoje, mas pode ser encontrado no You Tube.


Mas mesmo assim, ainda nos deixamos nos moldar por aquilo que a vênus platinada exibe em seus noticiários ou em suas novelas como verdade absoluta. Seja de Direita ou Esquerda, a classe política de nosso país continua nos dando exemplos de corrupção e desonestidade. Enquanto eles enriquecem, pessoas morrem, outras não tem onde morar, pagamos altíssimos impostos e somos saqueados todos os dias pela violência. Mas pra que se importar com isso, não é verdade? Se o mais importante é saber quem vai ser o líder o BBB8 ou quais serão as cenas do próximo capítulo da novela? Enquanto tivermos dando ouvidos a esta política de "pão e circo" da Rede Globo, sempre seremos uma marionete. Sorria, você foi manipulado.


.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.