segunda-feira, 4 de junho de 2007

[ O que você tem que fazer é.... fazer! ]

No sábado passado estava conversando com uma irmã, cujo marido acabou de ser desassociado e aparentemente não está fazendo planos para retornar tão cedo. "Eu não sei o que faço e nem o que dizer a ele". Eu disse: "Não diga, apenas faça o que você tem que fazer". O que me ajudou a retornar à Organização de Jeová, quando eu fui desassociado há 10 anos atrás, não foi necessariamente o que minha disse, mas o que ela fazia!

Lembro que minha mãe nunca me disse uma palavra quando eu estava nessa situação. Lembro apenas que todas as vezes que chegava em casa ela estava lendo a Bíblia, preparando as reuniões ou fazendo uma oração. Eu sabia que eu era o pedido das orações dela. Via quando ela fazia questão de comentar em voz alta com minha irmãs, cada vez que ela lia algo interessante na Despertai! ou em A Sentinela. Nada era dirigido diretamente à mim, mas tudo era feito naturalmente para mim.

Lembro que toda vez que dizia que ía às reuniões, eu chegava cansado do trabalho e minha roupa estava passada em cima da cama e o jantar quente, pronto, em cima do fogão. Engraçado, mas isso só acontecia nas terças e nas quintas. Lembro também do rosto dela triste e decepcionado quando eu não ía. Minha mãe nunca discutiu comigo ou me ofendeu, mesmo quando apareci namorando a vizinha do prédio ao lado. Minha rebeldia durou apenas 2 meses; logo eu estava voltando a assistir as reuniões regularmente e 11 meses depois, eu era readimitido na congregação de Deus.

Hoje, graças a Jeová, aos trancos e barrancos, toda minha família serve lealmente a Jeová. Às vezes, brigar não vale à pena. Na maioria das vezes, num caso assim, o melhor a fazer é apenas fazer.

Fazer o correto, fazer de sua vida espiritual um exemplo a ser seguido.

4 comentários:

  1. Voce é louco para ter um amor, pára de falar hipocrisias. Assume sua necessidade de ser amado e amar também, se é que já não tem um amor platônico.

    ResponderExcluir
  2. Confesso! Eu amo muito, e só possuo uma necessidade grande de ser amado pela pessoa que amo. Como isso nunca vai acontecer... eu supero.

    ResponderExcluir
  3. Quem disse que você não é amado pela pessoa que você ama?

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.